Exigência de manutenção e eficiência de deposição de lisina em suínos

Marcos Speroni Ceron Vladimir de Oliveira Paulo Alberto Lovatto Marcos Martinez do Vale Sobre os autores

O objetivo deste trabalho foi determinar a exigência de manutenção e a eficiência de deposição de lisina em suínos em crescimento. Utilizou-se o delineamento experimental permutável, com repetições ao longo do tempo. Doze suínos castrados com peso vivo (PV) médio de 52±2 kg foram alojados em gaiolas metabólicas, com temperatura controlada de 22ºC. As dietas foram formuladas para fornecer 30, 50, 60 e 70% das exigências esperadas de lisina estandardizada e fornecidas para atender 2,6 vezes a exigência de energia para manutenção. O experimento teve duração de 24 dias e foi dividido em dois períodos de 12 dias: sete para adaptação dos animais à dieta e cinco para coleta de amostras. O teor crescente de lisina na dieta não influenciou a ingestão de matéria seca pelos suínos. A quantidade de nitrogênio excretado foi de 47% do ingerido, dos quais 35% foram excretados pelas fezes e 65% pela urina. As perdas endógenas de lisina estimadas foram de 36,4 mg kg-1 PV0,75. A exigência de manutenção de lisina em suínos com aproximadamente 50 kg é de 40,4 mg kg-1 PV0,75, e a eficiência de deposição de lisina é de 90%.

exigência de aminoácidos; nitrogênio; suinocultura; nutrição de suínos


Embrapa Secretaria de Pesquisa e Desenvolvimento, Pesquisa Agropecuária Brasileira Caixa Postal 040315, 70770-901 Brasília DF Brazil, Tel. +55 61 3448-1813, Fax +55 61 3340-5483 - Brasília - DF - Brazil
E-mail: pab@embrapa.br