Práticas educativas familiares e o sentido da constituição identitária

Family educational practices and the meaning of identity construction

O estudo aqui relatado teve por finalidade investigar o sentido de práticas educativas implementadas por pais moradores de um bairro de baixa renda em São Paulo e analisá-las como parte do processo de constituição identitária. Tais práticas se revelam como ações através das quais se desenvolve o processo de socialização familiar, refletem uma visão particular de mundo e de homem, situam-se num contexto histórico e de classe social e contribuem para o processo de constituição identitária. Trata-se de pesquisa qualitativa de base fenomenológica que teve como procedimento a realização de entrevistas e atividades grupais com famílias. Os resultados revelaram que o sentido socializador das práticas dirigia-se para formar pessoas dóceis à ordem autoritária, recorrendo-se a práticas disciplinares violentas, configurando um contexto voltado para o evitar uma identidade "negativa".

família e práticas educativas; família e identidade; práticas educativas violentas e identidade negativa


Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Av.Bandeirantes 3900 - Monte Alegre, 14040-901 Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, Tel.: (55 16) 3315-3829 - Ribeirão Preto - SP - Brazil
E-mail: paideia@usp.br