Manejo da Crise Psiquiátrica na Rede Hospitalar de Urgência e Emergência

Magda Diniz Bezerra Dimenstein Viktor Gruska Jader Ferreira Leite Sobre os autores

Tendo em vista que o tratamento nos episódios de crise é parte fundamental do cuidado em saúde mental, objetivou-se caracterizar o manejo da crise psiquiátrica em hospitais de urgência e emergência de Natal/RN. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 33 profissionais dos quatro hospitais públicos locais responsáveis pelo atendimento às situações de crise. Os resultados revelaram inexistência de leitos adequados ao atendimento psiquiátrico, escassez de psicofármacos, falta de clareza quanto aos critérios diagnósticos utilizados, acolhimento via contenção química e internação como estratégia de cuidado prioritária. Evidenciou-se a fragmentação do processo de trabalho com centralidade do médico no manejo da crise, desarticulação entre hospitais e demais serviços da rede de atenção psicossocial e encaminhamento sistemático para o hospital psiquiátrico. Conclui-se que a configuração da rede hospitalar local não apresenta capacidade satisfatória de resposta às situações de crise e que suas debilidades clínico-institucionais refletem o processo de reforma psiquiátrica em curso na região.

saúde mental; intervenção na crise; hospitais gerais


Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Av.Bandeirantes 3900 - Monte Alegre, 14040-901 Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, Tel.: (55 16) 3315-3829 - Ribeirão Preto - SP - Brazil
E-mail: paideia@usp.br