Revisão da Dimensão Dependência do Inventário Dimensional Clínico da Personalidade

Lucas de Francisco Carvalho Giselle Pianowski Sobre os autores

A avaliação da personalidade em níveis patológicos é um campo que demanda investimentos. Esse estudo teve como objetivo a revisão da dimensão Dependência do Inventário Dimensional Clínico da Personalidade (IDCP). Este trabalho foi realizado por meio da elaboração de novos itens com base na literatura e pela investigação das propriedades psicométricas em uma amostra de 199 participantes, com idades entre 18 e 54 anos (M = 26,37; DP = 8,13), sendo 71,4% mulheres, que responderam ao IDCP, ao NEO-PI-R e ao PID-5. A primeira etapa resultou em 57 itens que foram testados psicometricamente. Na segunda, a dimensão foi finalizada com 18 itens, com consistência interna de 0,89 e três fatores, sendo Autodesvalorização, Evitação do abandono e Insegurança, com coeficientes de consistência interna entre 0,79 e 0,91. Foram encontradas correlações esperadas entre a dimensão dependência e dimensões correlatas do NEO-PI-R e do PID-5. Os resultados evidenciam adequação da dimensão revisada.

traços de personalidade; psicometria; testes psicológicos; distúrbios da personalidade


Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Av.Bandeirantes 3900 - Monte Alegre, 14040-901 Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, Tel.: (55 16) 3315-3829 - Ribeirão Preto - SP - Brazil
E-mail: paideia@usp.br