Felicidade no Trabalho: O Impacto dos Valores Organizacionais e da Compatibilidade Indivíduo-Organização

Juliana Moraes de Sousa Juliana Barreiros Porto Sobre os autores

Apesar da quantidade de pesquisas sobre compatibilidade indivíduo-organização (IO), há carência de estudos utilizando teorias de valores aplicáveis aos níveis do indivíduo e da organização. Neste estudo adotou-se a literatura de compatibilidade IO, a teoria de valores de Schwartz e a analogia das vitaminas de Warr para avaliar o efeito da compatibilidade de valores IO na felicidade no trabalho. Com uma amostra de 145 questionários coletados em uma organização militar, foram realizadas regressões quadráticas hierárquicas e análises da superfície da regressão polinomial no nível individual. Valores organizacionais revelaram relação curvilinear com felicidade no trabalho, sendo essa relação moderada pelos valores individuais (R2 = 0,25; p < 0,01). Adicionalmente, concordância entre elevados níveis de valores promoveram maiores níveis de felicidade no trabalho (0,07 ≥ R2 ≤ 0,18; p < 0,05). Conclui-se que compatibilidade IO entre valores afeta a felicidade no trabalho, obtendo-se suporte para a analogia das vitaminas de Warr.

comportamento organizacional; felicidade; teoria dos valores


Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Av.Bandeirantes 3900 - Monte Alegre, 14040-901 Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, Tel.: (55 16) 3315-3829 - Ribeirão Preto - SP - Brazil
E-mail: paideia@usp.br