Crescimento e produtividade de povoamentos monoespecíficos e mistos de Eucalipto e Acácia-negra

Growth and yield in monospecific and mixed stands of Eucalyptus urograndis and Acacia mearnsii

O interplantio de leguminosas arbóreas fixadoras de nitrogênio pode proporcionar incremento na produtividade das plantas de eucalipto. Objetivou-se, com este estudo, avaliar o crescimento e a produtividade de povoamentos monoespecíficos e mistos de Eucalyptus urograndis e Acacia mearnsii, no município de Bagé (RS). Os tratamentos estudados foram os seguintes: 100E (100% de eucalipto), 100A (100% de acácia-negra), 50E:50A (50% de eucalipto + 50% de acácia-negra), 75%E:25%A (75% de eucalipto + 25% de acácia-negra) e 25E:75A (25% de eucalipto + 75% de acácia-negra). A primeira avaliação do crescimento foi realizada aos 6 meses de idade (aferição do diâmetro do coleto e altura total) e a segunda aos 18 meses (diâmetro à altura do peito, altura total, volume com casca e índice de área foliar). O crescimento em diâmetro e a altura total do Eucalyptus urograndis e da Acacia mearnsii, tanto aos 6 como aos 18 meses, não diferiram entre os tratamentos. A produção total de madeira (m³ ha-1) foi a mesma no consórcio e no monocultivo, não havendo influência da presença de outra espécie. O cultivo misto resultou em maior número de indivíduos com diâmetros superiores (µ + 1ѕ), em relação aos monocultivos, proporcionando, ao silvicultor, a obtenção de produtos múltiplos de sua floresta, devido a um maior sortimento proporcionado pela presença de duas espécies florestais.

Eucalyptus urophylla S. T. Blake x Eucalyptus grandis Hill ex Maiden; Acacia mearnsii De Wild; consórcio florestal; interações entre espécies


Escola de Agronomia/UFG Caixa Postal 131 - Campus II, 74001-970 Goiânia-GO / Brasil, 55 62 3521-1552 - Goiânia - GO - Brazil
E-mail: revistapat.agro@ufg.br