Trabalho em equipe: representações sociais de profissionais do PSF

Teamwork: social representations of the family health program (FHP) professionals

Rosana Farias Batista Leite Thelma Maria Grisi Veloso Sobre os autores

Este artigo é fruto da análise das representações sociais de profissionais do Programa Saúde da Família (PSF) de Campina Grande-PB sobre o trabalho em equipe. Realizamos uma pesquisa qualitativa que foi desenvolvida à luz da teoria das representações sociais, tendo sido realizadas 24 entrevistas semi-estruturadas com profissionais de duas unidades de Saúde da Família - três médicos, três enfermeiros, quatro auxiliares de enfermagem, dois cirurgiõesdentistas, dois assistentes sociais, nove agentes comunitários de saúde (ACS’s) e um auxiliar de consultório dentário. A análise das entrevistas foi feita a partir da proposta de análise de conteúdo temática. De modo geral, o trabalho em equipe no PSF é representado como uma convivência compartilhada no mesmo espaço físico, numa abordagem multiprofissional, sem que seja evidenciada a interdisciplinaridade. O desafio que se apresenta para os profissionais reside em romper o paradigma tradicional da saúde, calcado, entre outros aspectos, na fragmentação do conhecimento.

Representações sociais; Programa Saúde da Família (PSF); Trabalho em equipe; Interdisciplinaridade


Conselho Federal de Psicologia SAF/SUL, Quadra 2, Bloco B, Edifício Via Office, térreo sala 105, 70070-600 Brasília - DF - Brasil, Tel.: (55 61) 2109-0100 - Brasília - DF - Brazil
E-mail: revista@cfp.org.br