A Delimitação da Escuta Psicanalítica com Referências a Aristófanes

Determination of Psychoanalytic listening based on Aristophanes

La Delimitación de la Escucha Psicoanalítica con Referencias a Aristófanes

Gustavo Héctor Brun Sobre o autor

Resumo

Apresentamos, neste texto, alguns elementos específicos da escuta psicanalítica para caracterizar, segundo modelo estrutural, sua posição a respeito da linguagem. Considerando indicações técnicas em diferentes momentos da obra de Freud e também os aportes de Lacan, descrevemos aspectos fundamentais da escuta clínica, assim como seus princípios linguísticos norteadores. Observamos a importância da reserva do analista - a abstinência de críticas -, avaliamos o papel da temporalidade no uso da língua e as duas figuras retóricas que são representantes fundamentais operadoras do psiquismo. Após esta delimitação, situamos a perspectiva da escuta numa dimensão histórica a partir da qual interrogamos o lugar do saber na maiêutica socrática segundo texto Teeteto de Platão. Posteriormente, abordamos aspectos antigos da escuta a partir das descrições feitas na comédia de Aristófanes, o que nos permite comprovar que elementos fundamentais da maiêutica ainda estão presentes na escuta clínica contemporânea, operando no discurso do analista, como um fator sincrônico possibilitado pela linguagem.

Palavras-chave:
Escuta; Psicanálise; Maiêutica; Atenção Flutuante; Aristófanes

Conselho Federal de Psicologia SAF/SUL, Quadra 2, Bloco B, Edifício Via Office, térreo sala 105, 70070-600 Brasília - DF - Brasil, Tel.: (55 61) 2109-0100 - Brasília - DF - Brazil
E-mail: revista@cfp.org.br