Alcoolismo em indígenas potiguara: representações sociais dos profissionais de saúde

Alcoholismo en potiguara indígenas: representaciones sociales para profesionales de la salud

Alcoholism in indigenous Potiguara: social representations for health professionals

Este estudo investigou as representações sociais de profissionais de saúde acerca do uso do álcool pelos índios Potiguara e foi realizado na comunidade Potiguara do Estado da Paraíba, nos polos-base situados nos Municípios de Rio Tinto, Marcação e Baía da Traição. A amostra compreendeu 21 profissionais de saúde, integrantes da Equipe Multidisciplinar em Saúde Indígena, e os dados foram coletados por uma entrevista semiestruturada e analisados através do software ALCESTE. O uso abusivo do álcool foi assinalado como uma grave problemática de saúde que atinge essa população, a exemplo das DSTs/AIDS e da gravidez precoce. O alcoolismo apareceu vinculado à diversão e ao lazer, sendo suas causas atribuídas ao processo de aculturação desses índios. Essa questão foi agravada pelo fato de os indígenas viverem próximos a usinas e engenhos, em áreas litorâneas, o que favoreceu o acesso a bebidas alcoólicas. Os participantes mostraram desconhecimento acerca dos serviços ofertados aos usuários dependentes, assinalando a importância de maior preparo e de conhecimento da cultura Potiguara, a fim de resgatá-la e de promover melhores condições de vida para essa comunidade. Sugere-se a realização de novos estudos, visando a dimensionar melhor a questão do alcoolismo nos Potiguaras e a contribuir para a implantação de serviços de Atenção Básica à Saúde em sua comunidade.

Representação social; Alcoolismo; Indios; Profissionais de saúde; Drogas


Conselho Federal de Psicologia SAF/SUL, Quadra 2, Bloco B, Edifício Via Office, térreo sala 105, 70070-600 Brasília - DF - Brasil, Tel.: (55 61) 2109-0100 - Brasília - DF - Brazil
E-mail: revista@cfp.org.br