Impacto dos Níveis de Nitrogênio em Plantas Daninhas Associadas, Capacidade de Forragem e Teor Proteico de Grãos de Trigo de Duplo Propósito

K. NAVEED M.S. BALOCH A. QAYYUM A. MEHMOOD I. HUSSAIN N. ALI Sobre os autores

RESUMO:

Foram realizados estudos para verificar a resposta do trigo de duplo propósito a diferentes níveis de nitrogênio (0, 50, 100, 150 e 200 kg N ha-1) em tratamentos com corte (para fins de forragem e produção de grãos) e sem corte (somente para produção de grãos) no Instituto de Pesquisa Agrícola Dera Ismail Khan, Paquistão, durante os anos de 2009-10 e 2010-11. Os resultados revelaram que o número máximo de dias até o espigamento (123,5 e 124,5), a altura de plantas (117,7 e 116,6 cm), o teor proteico de grãos (11,59% e 12,47%), o rendimento de forragem fresca (2.646 e 2.956 kg ha-1) e o rendimento de grãos (4.631 e 4.489 kg ha-1) foram registrados em parcelas que receberam 150 ou 200 kg ha-1 de nitrogênio, respectivamente, e vice-versa. Os dados indicaram valores mais altos para o número de dias até o espigamento (124,9), em comparação com as parcelas sem corte (118,9). As parcelas sem corte atingiram maiores altura da planta (112,4 cm), índice e duração da área foliar aos 112 DAS (2,82 e 45,2, respectivamente) e taxa de crescimento da cultura (15,44 gm-2 dia-1). Foram registrados pesos fresco e seco de plantas daninhas significativamente menores nas parcelas com corte, em comparação com parcelas sem corte, mas não houve influência significativa dos diferentes níveis de nitrogênio. O teor proteico dos grãos foi ligeiramente menor nas parcelas com corte (11,11%) sob diferentes níveis de nitrogênio, em comparação com as parcelas sem corte (11,24). O trigo de duplo propósito resultou em maior custo-benefício em comparação com o trigo somente para grãos, utilizando níveis mais altos de nitrogênio. Concluiu-se, a partir dos estudos, que o nitrogênio a 150 ou 200 kg ha-1 pode ser utilizado de forma lucrativa para melhorar a produtividade do trigo de duplo propósito.

Palavras-chave:
taxa de crescimento de culturas; índice de área foliar; níveis de nitrogênio; produtividade de culturas

Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Departamento de Fitotecnia - DFT, Universidade Federal de Viçosa - UFV, 36570-000 - Viçosa-MG - Brasil, Tel./Fax::(+55 31) 3899-2611 - Viçosa - MG - Brazil
E-mail: rpdaninha@gmail.com