Efeito Citotóxico e Genotóxico da Espécie Macroptilium lathyroides

M.S.A. SILVA O.M. YAMASHITA A.A.B. ROSSI G. CONCENÇO M.A.C. CARVALHO R.A. FELITO Sobre os autores

RESUMO:

O monitoramento de fitoquímicos com propriedades potencialmente tóxicas pode ser avaliado por alterações fisiológicas e celulares do organismo-teste exposto. O presente estudo teve como objetivo avaliar o potencial citotóxico e genotóxico de extratos aquosos das folhas e raízes da planta invasora Macroptilium lathyroides, sobre o ciclo celular de alface. Os bioensaios foram conduzidos em câmara de germinação (25 oC), testando-se extratos aquosos da planta invasora, nas concentrações de 0, 5, 10, 20 e 40% p v-1, extraídos das folhas e das raízes frescas. Para o ensaio biológico, meristemas de raízes de alface foram usados no preparo de lâminas através da técnica de esmagamento. Todas as lâminas foram observadas em microscópio óptico, a uma magnitude de 400x. Foram analisadas 5.000 células para cada um dos tratamentos, observando-se o número delas em cada fase da mitose. Foram observadas também as possíveis alterações cromossômicas, como quebras cromatídicas, pontes anafásicas, perda de cromossomos inteiros ou formação de micronúcleos. Essas análises foram feitas somente em nível qualitativo. Os resultados demonstraram que os extratos aquosos de M. lathyroides causaram redução no índice mitotótico em função do aumento da concentração. Observou-se também atividade genotóxica para ambos os extratos testados, uma vez que sua composição ocasionou alterações no ciclo celular e anormalidades cromossômicas.

Palavras-chave:
anormalidades; biotestes; divisão celular; feijão-de-pombinha; índice mitótico

Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Departamento de Fitotecnia - DFT, Universidade Federal de Viçosa - UFV, 36570-000 - Viçosa-MG - Brasil, Tel./Fax::(+55 31) 3899-2611 - Viçosa - MG - Brazil
E-mail: rpdaninha@gmail.com