Planta Daninha, Volume: 20, Issue: spe, Published: 2002
  • Variabilidade genética de acessos de aguapé coletados no Estado de São Paulo Artigos

    Cardoso, L.R.; Martins, D.; Kuramae, E.E.; Tanaka, R.H.; Mori, E.S.

    Abstract in Portuguese:

    No presente trabalho foram coletados acessos de Eichhornia crassipes (aguapé) nos reservatórios das hidrelétricas de Barra Bonita, Bariri, Três Irmãos, Ilha Solteira, Salto Grande, Promissão, Ibitinga, Nova Avanhandava, Mogi-Guaçu, Euclides da Cunha, Jaguari, Jurumirim, Jupiá, Paraibuna e Porto Primavera, do Estado de São Paulo. Estes acessos foram submetidos a um estudo de variabilidade genética por meio de RAPD. Os "primers" utilizados foram OP X02, OP X07, OP X11 e OP P10 (TTCCGCCACC, GAGCGAGGCT, GGAGCCTCAG, TCCCGCCTAG, respectivamente). Dentre os acessos coletados e analisados, 21 apresentaram índice de identidade genética acima de 0,90. O dendrograma gerado com dados entre populações revelou forte coerência com a distribuição geográfica dos reservatórios que continham as plantas de aguapé. A variabilidade genética encontrada entre os acessos coletados nos diferentes reservatórios estudados foi elevada, considerando que a principal via de reprodução dessa espécie é a vegetativa.

    Abstract in English:

    Accesses of Eichhornia crassipes (waterhyacinth) were collected in hydroelectric reservoirs from fifteen power plants: Barra Bonita, Bariri, Três Irmãos, Ilha Solteira, Salto Grande, Promissão, Ibitinga, Nova Avanhandava, Mogi-Guaçú, Euclides da Cunha, Jaguari, Jurumirim, Jupiá, Paraibuna and Porto Primavera in the state of São Paulo. The genetic variability of these accesses was studied by RAPD, and the primers used were OP X02, OP X07, OP X11, OP P10. Among the accesses collected and analyzed, 21 presented an index of genetic identity above 0.90. The dendrogram generated by the data between populations was correlated with the geographic distribution of waterhyacinth plant reservoirs. Although waterhyacinth dispersion is via vegetative propagation a high genetic variability among the collected accesses was observed.
  • Uso do sensoriamento remoto orbital no monitoramento da dispersão de macrófitas nos reservatórios do complexo Tietê Artigos

    Galo, M.L.B.T.; Velini, E.D.; Trindade, M.L.B.; Santos, S.C.A.

    Abstract in Portuguese:

    A presença de algumas substâncias na água, como pigmentos fotossintetizantes, particulados, etc., afeta sua cor, provocando mudanças na radiância da água registrada por sensores orbitais. Nesse sentido, o sensoriamento remoto pode se constituir em uma fonte complementar de dados para o monitoramento da qualidade da água em grandes reservatórios (Novo et al., 1994). No contexto de um projeto de pesquisa realizado na AES Tietê S.A., com o objetivo de desenvolver técnicas para a avaliação da área com infestação de plantas aquáticas, imagens orbitais multiespectrais foram usadas tanto para mapear a dispersão espacial e estimar a área de ocorrência de macrófitas aquáticas, em duas épocas distintas, quanto para orientar a definição de pontos de amostragem in loco, visando a coleta e posterior análise da água e de sedimentos nos reservatórios. Este trabalho apresenta uma descrição do procedimento metodológico adotado na análise das imagens multiespectrais, bem como os resultados obtidos na caracterização dos reservatórios de Barra Bonita, Bariri, Ibitinga, Promissão e Nova Avanhandava, em termos de seu dimensionamento, variabilidade espectral da água e presença de macrófitas emersas, nas duas épocas do ano consideradas.

    Abstract in English:

    Water color is affected by substances that change the water radiance detected by satellite sensors. Thus, remote sensing techniques may be used as a complementary data source to monitor water quality in large reservoirs (Novo et al., 1994). Within the context of a research project, whose main purpose is to develop techniques to evaluate macrophyte infestation levels in AES Tietê reservoirs, multi spectral satellite images were used to: a) map microphyte spatial dispersion and evaluate their area of occurrence , in two periods and, b) locate points to collect water samples. This paper presents the methodology adopted and the results obtained from Barra Bonita, Bariri, Ibitinga, Promissão and Nova Avanhandava reservoir analyses, concerning their size, water body spectral variability and macrophyte infestation area during two periods (wet and dry seasons).
  • Fatores ecológicos associados à colonização e ao desenvolvimento de macrófitas aquáticas e desafios de manejo Artigos

    Thomaz, S.M.

    Abstract in Portuguese:

    As macrófitas constituem-se em uma importante assembléia de ecossistemas aquáticos continentais, mas seu crescimento excessivo pode provocar danos aos usos múltiplos de alguns ambientes. Durante o processo de sucessão ecológica, a maioria dos ecossistemas aquáticos é colonizada, em diferentes graus, pela vegetação aquática. No entanto, explosões populacionais são usualmente decorrentes de ações antrópicas, como introduções de espécies exóticas e alterações de habitats. O conhecimento da ecologia e biologia das espécies de macrófitas que colonizam ecossistemas tropicais ainda é escasso. Entretanto, esse conhecimento é fundamental para a predição do desenvolvimento da vegetação aquática e para subsidiar as medidas de manejo, quando estas forem necessárias. Os métodos de controle e manejo são eficazes em pequenos ambientes e sua aplicação pode ser acompanhada por uma série de impactos ecológicos, nem sempre avaliados apropriadamente. O desenvolvimento de métodos com reduzidos impactos ambientais e que sejam eficientes em grandes ecossistemas é um desafio. Deve-se ainda considerar que, embora em algumas situações o manejo seja necessário no sentido de reduzir uma parcela das populações de macrófitas, em outras ele deveria ser utilizado para estimular a colonização e o incremento desta vegetação.

    Abstract in English:

    The aquatic macrophytes have been considered an important community in freshwater ecosystems. However, their excessive colonization and growth usually cause serious impacts on multiple use of these ecosystems. Most aquatic environments are colonized at different degrees by aquatic plants in some phase of ecological succession. Nevertheless, massive growth is usually associated with anthropogenic actions such as introduction of alien species and habitats of alterations. Knowledge about ecology and biology of the species that colonize tropical ecosystems is still scarce. This knowledge is fundamental to predict the development of aquatic vegetation and to subside its management, whenever necessary. The methods of control and management are efficient only in small ecosystems and their application is usually followed by several ecological impacts, not always well assessed. In general, the development of methods with reduced impacts and efficient in large ecosystems is a challenge. It is still important to consider that, although in some situations, management is necessary to reduce macrophyte populations, in others it should be used to stimulate the colonization and development of aquatic vegetation.
  • Remoção mecânica de plantas aquáticas: análise econômica e operacional Artigos

    Antuniassi, U.R.; Velini, E.D.; Martins, D.

    Abstract in Portuguese:

    A remoção de plantas aquáticas tem sido utilizada como opção ao controle químico e biológico, em razão de restrições ambientais em algumas regiões brasileiras. O objetivo deste trabalho foi desenvolver um modelo para análise econômica e operacional da remoção mecânica de plantas aquáticas, visando realizar estudo econômico comparativo com o controle químico. A operação foi estudada num reservatório de uma usina de bombeamento em Barra do Piraí-RJ. O sistema consiste de retroescavadeiras instaladas em balsas, usadas para cortar as plantas e liberá-las no fluxo de água. Antes da tomada d'água existe uma barreira flutuante que intercepta as plantas, as quais são removidas por um guindaste fixo nas margens. As plantas são armazenadas por algum tempo e depois descartadas. Existe, ainda, um sistema de limpeza das grades da tomada d'água. Dados do volume total de plantas descartadas foram coletados durante 14 meses, assim como foi avaliado o volume de biomassa produzido por área das principais espécies infestantes. A empreiteira que administra o serviço forneceu planilhas de custos e outro parâmetros operacionais. Um modelo foi desenvolvido para calcular custos por hectare de plantas removidas. Os resultados mostraram custo médio mensal de US$ 17.780,28 por hectare. Apesar do alto custo, o sistema de remoção demonstrou capacidade de controlar apenas 4,1% da área infestada no reservatório, na época da coleta dos dados. Simulando dados de uma aplicação de glyphosate, o controle químico custaria apenas 0,23% do custo da remoção. Análises de sensibilidade mostraram que a compactação das plantas para transporte, o volume de plantas produzidas por área e o custo do transporte são os parâmetros principais para a otimização.

    Abstract in English:

    Mechanical removal of aquatic weeds has been an option to biological and chemical control because of environmental restrictions in some places in Brazil. The objective of this study was to develop a model for economic and operational analysis of a mechanical removal system for aquatic weeds, aiming a comparative study related to chemical control. The operation was studied in a reservoir linked to a pumping plant in Barra do Piraí-RJ, Brazil. The system consists of some cranes floating on rafts used to cut weeds and release them into the water flow. Before the suction intake there is a floating barrier to trap the weeds, which are removed from the reservoir by another crane, fixed on the embankment. Weeds are stored for some time and then transported to a disposal place. In addition, there is a fence to protect the suction intake from weeds that passed through the barrier and a mechanical system to clean up the fence. Data related to the total volume of weeds transported to the disposal place were collected for 14 months, and the volume produced per square meter of infestation for the major weeds was assessed. The company in charge of the system provided costs and other operational parameters, developing a model based on operational and cost parameters to calculate the total cost per hectare of weeds removed. The results showed an average monthly cost of US$ 17,780.28 per hectare of weeds removed. Despite the high costs, the system was able to control only 4.1% of the infested area in the reservoir at the time data was collected. Using simulated data for glyphosate application, chemical control would cost only 0.23% of the mechanical removal cost. The Sensitivity analyses showed that the compaction of the weeds for transportation, the volume of weeds produced per area and the cost of transportation are major parameters for the optimization of the system.
  • Teores de metais na biomassa de Egeria densa, Egeria najas e Ceratophyllum demersum Artigos

    Corrêa, M.R.; Velini, E.D.; Arruda, D.P.

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo foi realizado com o objetivo de se estimar o conteúdo de elementos metálicos presentes em três macrófitas aquáticas submersas, procurando avaliar a participação destas plantas na remoção destes elementos na água e criar base de dados que permita prever o impacto ambiental do descarte delas em solo ou na própria água. As amostras foram desidratadas, moídas e encaminhadas aos laboratórios para análise e quantificação dos elementos. Para as três espécies, a maior concentração de elementos foi observada durante o verão, ocorrendo declínio nas concentrações durante o inverno, principalmente para os elementos vanádio e chumbo. Não foi detectada presença do elemento mercúrio em nenhuma das amostras.

    Abstract in English:

    This study was carried out to estimate the metallic element contents in three submerged aquatic macrophytes, seeking to evaluate the participation of these plants in metal removal in the water and to create a data base to predict the environmental impact of the discard in soil or in the water, itself. Samples were dried, milled and taken to laboratories for element analysis and quantification. The highest concentrations of elements for the three species were observed during the summer, with a decrease in the winter, mainly for Vanadium and lead. Mercury was not detected in the samples.
  • Depósitos unitários de calda de pulverização com e sem surfatante em plantas de Salvinia molesta Artigos

    Negrisoli, E.; Tofoli, G.R.; Velini, E.D.; Martins, D.; Palladini, L.A.

    Abstract in Portuguese:

    Uma das opções para o manejo de Salvina molesta é o controle químico; contudo, a presença de grande quantidade de pêlos na epiderme foliar reduz a molhabilidade das folhas, o que pode afetar a eficiência dos herbicidas. O objetivo deste trabalho foi o de avaliar a deposição do corante azul FDC-1, no qual se simulou a aplicação de herbicidas em plantas dessa espécie, com e sem a mistura de um surfatante. Os tratamentos foram as concentrações de 0 e 5% do surfatante Aterbane (espalhante adesionante), utilizado na elaboração da calda de pulverização. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com 150 repetições. A aplicação foi realizada com um pulverizador estacionário à pressão de 2,0 bar, com consumo de calda de 180 L ha-1. Foram utilizados bicos de jato plano, tipo XR 110.02. Foram ajustadas curvas de regressão entre os depósitos individuais em cada planta (mL calda/planta) e as freqüências acumuladas. Utilizou-se o modelo de Gompertz, e os valores de R² foram de 0,99 e 0,97 com e sem o espalhante, respectivamente. Em termos médios, a adição de Aterbane reduziu em 1,13% os depósitos do FDC-1. No entanto, o espalhante melhorou em 76, 41 e 29% a deposição em 1, 5 e 10% da população com menores depósitos do corante.

    Abstract in English:

    One of the options for managing Salvinia molesta is chemical control; however, the presence of a large amount of stiff, tiny water resistant hairs on their leaf surface above reduces leaf wettability and herbicide efficiency. The objective of this study was to evaluate the deposition of blue coloring FDC-1, by simulating the application of herbicide solutions on this aquatic fern, with and without a surfactant mixture. The treatments were concentrations of Aterbane at 0 and 5%, used in a spray solution preparation. The experimental treatment was set up on a randomized design with 150 replications. Application was performed with a stationary spray with pressure at 2.0 bar and consumption of 180 L ha-1 of spray solution. Nozzles type XR 110.02 were used and regression curves were adapted among the individual deposits in each plant (mL spray solution/plant) and to the accumulated frequencies. The model of Gompertz was used and the R² values were 0.99 and 0.97, with and without Aterbane, respectively. In average, addition of Aterbane spray solution reduced deposits of the FDC1 in 1.13%. However, Atherbane improved the deposition of 76%, 41% and 29% in 1%, 5% and 10%, of the population, respectively, with less deposit of the coloring.
  • Determinação de resíduo do herbicida fluridone em peixe Artigos

    Cavenaghi, A.L.; Velini, E.D.; Martins, D.; Andreotti, M.; Atti, R.J.

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste trabalho foi desenvolver um método de análise de resíduos do herbicida fluridone em peixes. O herbicida foi extraído do peixe (partes comestíveis), concentrado em colunas de florisil e então analisado em cromatógrafo líquido com detector de UV visível a 313 nm. Os coeficientes de correlação obtidos para linearidade do detector e do método foram de 0,99983 e 0,99987, respectivamente. Com o método descrito foi possível extrair, separar e identificar com eficiência o herbicida fluridone das amostras de peixe, o qual apresentou médias de percentagens de recuperação variando de 60 a 73%. O limite de detecção foi de 20 mg kg-1.

    Abstract in English:

    The aim of this research was to develop an analytical method to detect and quantify residues of fluridone in fish. The herbicide was extracted from edible parts of fish, concentrated in florisil cartridge and then analyzed by HPLC. The detection and quantification were performed by UV absorbance (313 nm). The correlation values obtained for the linearity of the detector and the method were 0,99983 and 0,99987, respectively. The recovery coefficient ranged from 60 to 73%. The detection limit was 20 mg kg-1.
  • Eficiência de fluridone no controle de plantas aquáticas submersas e efeitos sobre algumas características ambientais Artigos

    Marcondes, D.A.S.; Velini, E.D.; Martins, D.; Tanaka, R.H.; Carvalho, F.T.; Cavenaghi, A.L.; Bronhara, A.A.

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste estudo foi avaliar a eficiência do herbicida fluridone no controle de plantas aquáticas submersas (Egeria densa, Egeria najas e Ceratophyllum demersum), assim como seus efeitos sobre algumas características ambientais. A pesquisa foi conduzida no reservatório da Usina Hidrelétrica Eng. Souza Dias (Jupiá), região noroeste do Estado de São Paulo, em uma reentrância denominada lagoa Vírgula. A lagoa foi dividida em nove faixas e seis delas receberam uma aplicação inicial de fluridone para se obter uma concentração de 20 ppb. As aplicações subseqüentes foram dimensionadas para recompor esta concentração. Para o estudo do carreamento do herbicida pelo fluxo de água, foi efetuado o monitoramento das suas concentrações nas nove faixas da lagoa (com e sem aplicação) e em áreas a jusante e a montante. Foram analisados os efeitos do fluridone sobre características ambientais como: turbidez, temperatura da água, condutividade elétrica, concentração de oxigênio, pH e resíduos de fluridone. A eficácia do controle foi avaliada visualmente (pelos sintomas de fitointoxicação nas três espécies estudadas) e pela amostragem de biomassa. Observou-se que o fluridone controlou de forma satisfatória E. najas e E. densa. Quando cessou o efeito do fluridone, aconteceu a reinfestação de E. densa e E. najas. Não houve controle de C. demersum. O fluridone não produziu efeitos adversos sobre as características de qualidade ambiental estudadas.

    Abstract in English:

    This study aimed to evaluate the efficacy of the herbicide fluridone to control submersed aquatic weeds (Egeria densa, Egeria najas and Ceratophyllum demersum), as well as its effects on some environmental characteristics. The research was carried out in the reservoir of Eng. Souza Dias (Jupiá) Hydro-elecric plant power, Station in northwestern São Paulo, Brazil, in Lagoa Vírgula bay. The bay was divided in nine zones and six of them received an initial application of fluridone to achieve the concentration of 20 ppb. The amounts of fluridone used in all other applications were calculated to restore the 20 ppb concentration. In order to study the herbicide loss due to water flow, fluridone concentrations were monitored in all treated and non-treated zones of the bay and in upstream and downstream areas. Fluridone effects on some environmental characteristics, such as turbidity, water temperature, electric conductivity, oxigen concentration, pH and fluridone residues were evaluated. Visual evaluation of phytotoxicity symptoms on the three species studied and biomass evaluations were also carried out. Fluridone controlled the submersed aquatic plants E. najas and E. densa. E. densa and E. najas regrew as the effect of fluridone ended while C. demersum was not controlled. Fluridone did not produce any negative effect on the environmental quality characteristics studied in the treated areas.
  • Avaliação de herbicidas para o controle de egéria em laboratório, caixa d'água e represa sem fluxo de água Artigos

    Tanaka, R.H.; Velini, E.D.; Martins, D.; Bronhara, A.A.; Silva, M.A.S.; Cavenaghi, A.L.; Tomazela, M.S.

    Abstract in Portuguese:

    Este projeto teve por objetivo avaliar a eficácia de herbicidas para controle de plantas aquáticas submersas das espécies Egeria densa e Egeria najas. O estudo foi realizado em três etapas consecutivas: em laboratório, em caixas d'água e numa represa de pequeno porte, sem fluxo de água. Na primeira etapa, avaliou-se a eficiência de 23 herbicidas utilizados em áreas agrícolas e disponíveis no mercado brasileiro. As elevadas concentrações em que os herbicidas foram efetivos inviabilizam programas de controle fundamentados em uma única aplicação. No experimento em caixas d'água, foram avaliados os efeitos de doses crescentes de fluridone, nas formulações líquida e granulada, no controle de Egeria densa e Egeria najas. Foram testadas as concentrações de 10, 20, 40, 80 e 150 ppb de fluridone na formulação líquida e 20, 40, 80 e 150 ppb na granulada. Após uma única aplicação, os resultados indicaram que o fluridone, nas concentrações de 80 e 150 ppb, em ambas as formulações, foi eficaz no controle dessas duas espécies. No experimento em represa de pequeno porte sem fluxo de água, avaliou-se o efeito da manutenção das concentrações de fluridone no controle de Egeria najas. Uma represa de 1.980 m² foi tratada com sete aplicações de fluridone, na formulação líquida, visando a manutenção das concentrações do ingrediente ativo na água entre 10 e 20 ppb. Os resultados indicaram que o controle proporcionado pelo herbicida foi superior a 99%. Não houve modificação significativa nas características relacionadas à qualidade da água.

    Abstract in English:

    The objective of this research was to evaluate the efficacy of herbicides in controlling the submerged aquatic weeds Egeria densa and Egeria najas. The study was carried out in three consecutive stages: in the laboratory, in tanks and in a small pond without water flow. In the first stage, the efficacy of 23 herbicides used in agriculture and available in Brazil was evaluated. Results showed that none of the herbicides could be used to control these species, if applied just once. In the tank experiment the effect of increasing rates of fluridone (in two formulations: liquid and pellet), on the control of the species Egeria densa and Egeria najas was evaluated. Concentrations of 10, 20, 40, 80 and 150 ppb of the liquid formulation and 20, 40, 80 and 150 ppb of pellet formulations were used. After a single application, results showed that fluridone, at 80 and 150 ppb of both liquid and pellet formulations, was efficient in controlling both species. In the small pond experiment, the effect of keeping fluridone concentrations for an extended period of time on the control of Egeria najas was evaluated. A 1,980 m² pond was treated seven times to keep herbicide concentrations in water between 10 and 20 ppb. Results showed that control was higher than 99%. No meaningful change in water quality was found during the experiment.
  • Controle químico de Pistia stratiotes, Eichhornia crassipes e Salvinia molesta em caixas d'água Artigos

    Martins, D.; Velini, E.D.; Negrisoli, E.; Tofoli, G.R.

    Abstract in Portuguese:

    Durante o ano de 1999 foram conduzidos três experimentos em Botucatu-SP, em condições de caixas d'água, com o objetivo de estudar o efeito de alguns herbicidas sobre Pistia stratiotes, Eichhornia crassipes e Salvinia molesta. Os herbicidas e as doses utilizadas foram: diquat a 460, 960 e 1.400 g ha-1 com e sem o surfatante Agral a 0,1%; 2,4 D a 1.340; glyphosate a 3.360 g ha-1 mais 0,5% do surfatante Aterbane; e imazapyr a 250 g ha-1, além de uma testemunha sem aplicação de herbicida. Os estudos foram instalados no delineamento experimental em blocos ao acaso, com quatro repetições. As parcelas experimentais foram constituídas por caixas d'água com dimensões de 60 x 60 x 60 cm mantidas a pleno sol no campo. Utilizaram-se 18, 18 e 30 plantas/caixa de P. stratiotes, E. crassipes e S. molesta, respectivamente. Os herbicidas foram aplicados com pulverizador costal a pressão constante de CO2 a 1,75 bar, munido de barra com bicos 110.02 VS, com consumo de calda de 180 L ha-1. O herbicida diquat foi eficiente no controle de S. molesta, P. stratiotes e E. crassipes em todas as doses testadas. Para P. stratiotes, os herbicidas 2,4 D e imazapyr não proporcionaram controle, enquanto o herbicida glyphosate mostrou-se eficiente. Em relação a E. crassipes, os herbicidas 2,4 D e glyphosate foram eficientes em seu controle. Os herbicidas imazapyr, 2,4 D e glyphosate não foram eficientes no controle de S. molesta.

    Abstract in English:

    Three trials were carried out in Brazil in 1999 to study the effect of herbicides on aquatic weed control in reservoirs. The herbicides and doses used were: diquat at 460, 960 and 1,400 g ha-1; 2.4 D at 1,340 g ha-1; glyphosate at 3,360 g ha-1, imazapyr at 250 g ha-1 and a control. The experiment was arranged in a randomized complete block design with four replications. The plots were constituted by reservoirs with 60 x 60 x 60 cm dimension. The diquat herbicide at all doses showed excellent control of Salvinia molesta, Pistia stratiotes and Eichhornia crassipes. The herbicides 2.4 D and imazapyr did not promote a good control for P. stratiotes while glyphosate showed a very good control. For E. crassipes, 2.4 D and glyphosate showed an efficient control. The herbicides imazapyr, 2.4 D and glyphosate did not show a good control over S. molesta.
  • Controle químico do aguapé (Eichhornia crassipes) Artigos

    Neves, T.; Foloni, L.L.; Pitelli, R.A.

    Abstract in Portuguese:

    Foram testados os produtos 2,4-D, sulfentrazone, glyphosate, diquat, imazapyr, imazapic, metsulfuron-metil e sulfosate. Conduziram-se seis ensaios em condições controladas de casa de vegetação, visando estudar a eficácia no controle de Eichhornia crassipes (Mart.) Solms. Em todos os ensaios, as plantas de aguapé foram cultivadas em caixas com substrato como material de fundo e água completando o volume; os herbicidas foram aplicados com pulverizador costal a CO2. No primeiro ensaio, foram testados os herbicidas diquat, glyphosate, imazapyr e sulfentrazone. O diquat e o glyphosate foram altamente eficazes no controle de E. crassipes, com ação mais rápida do primeiro produto. Imazapyr e sulfentrazone indicaram que maior intensidade de controle poderá ser obtida em maior tempo de observação. No segundo ensaio, foram testados diquat, glyphosate, imazapyr, imazapic, 2,4-D, metsulfuron-metil e sulfosate. Diquat, glyphosate, imazapyr e 2,4-D foram eficazes no controle do aguapé. Diquat e 2,4-D mostraram ação mais rápida. O imazapyr apresentou lenta evolução, e o glyphosate, ação intermediária. Os herbicidas imazapic, sulfosate e metsulfuron, em função do tempo de avaliação, não mostraram eficácia satisfatória. No terceiro ensaio, foram estudados imazapyr e glyphosate aplicados três, seis e nove horas antes da incidência de chuva simulada. O glyphosate apresentou maior eficácia que o imazapyr e o glyphosate não sofreu influência do intervalo entre a aplicação e a ocorrência de chuva. No entanto, o desenvolvimento inicial dos sintomas foi mais rápido em intervalos maiores. No quarto ensaio foi estudado o diquat, aplicado nos períodos noturno e diurno, o qual foi eficiente no controle do aguapé na dose de 1,0 L ha-1 ou acima. Aplicações noturnas apenas proporcionaram ação mais rápida do produto, não influenciando o controle final. No quinto ensaio foi estudado o diquat em aplicações diurnas ou noturnas e em intervalos de 30, 60 e 120 minutos entre a aplicação e a ocorrência de chuva simulada, tendo ele mostrado elevada atividade herbicida contra o aguapé, com eficácia maior na dose de 2,00 L ha-1. A ação do produto foi maior em aplicações noturnas, período em que houve maior importância da extensão do intervalo entre a aplicação do produto e a ocorrência da primeira chuva. O último ensaio foi realizado em campo, para estudo da ação do imazapyr aplicado sobre plantas de aguapé crescidas em caixas de cimento-amianto. Todas as doses estudadas proporcionaram controle total da planta daninha. As doses mais elevadas apresentaram efeitos mais rápidos.

    Abstract in English:

    Six assays were carried out under greenhouse conditions to study the efficacy of diquat, glyphosate, sulfosate, imazapyr, 2,4-D, metsulfuron-methyl, sulfentrazone and imazapic in controlling Eichhornia crassipes (Mart.) Solms. The same CO2 pressurized sprayer was used in all assays. Diquat , glyphosate , imazapyr and sulfentrazone were studied in the first assay. Diquat and glyphosate were highly efficient in controlling E. crassipes. The symptoms developed faster in diquat-treated plants. The symptoms promoted by imazapyr and sulfentrazone were progressive all over the experimental period, suggesting that higher control intensity could be achieved obtained during a longer observation time. Waterhyacinth control was studied in the second assay, using diquat, glyphosate, imazapyr, imazapic, 2,4-D, metsulfuron-methyl, and sulphosate. Diquat, glyphosate, imazapyr and 2,4-D showed good control of waterhyacinth The control promoted by diquat and 2,4-D showed quick results. Imazapyr showed slow control action. Under the experimental conditions, imazapic, sulfosate and metsulfuron-methyl did not show good control of this aquatic weed. Waterhyacinth control promoted by imazapyr and glyphosate sprayed at 3, 6, and 9 hours before simulated rain were studied. Glyphosate was more efficient in controlling E. crassipes than imazapyr. For glyphosate, the interval between spraying and rain did not affect the final control (thirty days after spraying), but the development of the symptom was faster at higher doses. In the fourth assay, waterhyacinth control was studied using diquat sprayed during the day or at night. The herbicide was efficient in controlling waterhyacinth at 1,0 L ha-1 or higher. Night spraying showed faster symptoms than day-spraying, but the symptons were similar in the final control. In the fifth assay, diquat's waterhyacinth control efficacy was studied. It was sprayed during the day or night, at intervals of 30, 60 and 120 minutes between spraying and simulated rain. Diquat was very efficient in controlling waterhyacinth, mainly at 2,00 L ha-1. Herbicide action was stronger during night spraying when broader intervals occurred between spraying and the first rain. A last assay was carried out under field conditions, to study waterhyacinth control by imazapyr sprayed on E. crassipes grown in small ponds. All the doses promoted a good waterhyacinth control. The effects were faster at higher doses.
  • Ocorrência de plantas aquáticas nos reservatórios da Companhia Energética de São Paulo Nota Científica

    Tanaka, R.H.; Cardoso, L.R.; Martins, D.; Marcondes, D.A.S.; Mustafá, A.L.

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo do presente trabalho foi caracterizar as comunidades de plantas aquáticas presentes nos reservatórios da Companhia Energética de São Paulo. Os levantamentos foram realizados entre janeiro e dezembro de 1999, percorrendo-se com um barco as margens dos reservatórios de Três Irmãos, Jupiá, Ilha Solteira, Porto Primavera, Paraibuna e Jaguari, visando identificar as áreas com infestações de plantas aquáticas. Em cada ponto de avaliação, fez-se a identificação das espécies e estimou-se visualmente a área total infestada e a participação de cada espécie (em % da área total). Com as informações coletadas em campo, procedeu-se a uma etapa de trabalhos em escritório, incluindo a identificação das espécies de plantas aquáticas nos casos em que não era possível identificar as espécies no local; a determinação de classes de plantas aquáticas (emersas, emersas com folhas flutuantes, submersas, flutuantes); a identificação das espécies mais freqüentes; e o estabelecimento de relações de dominância e co-dominância. São apresentados os resultados obtidos em cada reservatório.

    Abstract in English:

    This work aimed to describe the aquatic plant communities present in reservoirs controlled by Companhia Energética de São Paulo (CESP). The survey was carried out from January to December 1999, using a boat along the marginal areas of Três Irmãos, Jupiá, Ilha Solteira, Porto Primavera, Paraibuna and Jaguari reservoirs, aiming to identify areas with aquatic plant infestations. In each evaluation point plant species were identified and the infested areas and participation of each species visually estimated (% of the total area). Fieldwork for data collection were followed by other studies including the identification of plant species not identified in the field; the classification of plants in groups (emersed, emersed with floating leaves, submersed and floating); the identification of the most frequent species and the determination of dominance and co-dominance relations. Results are presented for each reservoir.
Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Departamento de Fitotecnia - DFT, Universidade Federal de Viçosa - UFV, 36570-000 - Viçosa-MG - Brasil, Tel./Fax::(+55 31) 3899-2611 - Viçosa - MG - Brazil
E-mail: rpdaninha@gmail.com