FENOMENOLOGIA E PSICOLOGIA FENOMENOLÓGICA PARA PSICÓLOGOS BRASILEIROS: UMA COMPREENSÃO EMPÍRICA 1 1 Apoio e financiamento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

FENOMENOLOGÍA Y PSICOLOGÍA FENOMENOLÓGICA PARA PSICÓLOGOS BRASILEÑOS: UNA COMPRENSIÓN EMPÍRICA

Fabiane Villatore Orengo Adriano Furtado Holanda Tommy Akira Goto Sobre os autores

RESUMO

O presente trabalho tem por objetivo desvelar a compreensão que os psicólogos possuem sobre fenomenologia e psicologia fenomenológica. Para tanto foi realizado um estudo de caráter exploratório, que teve como instrumento de pesquisa um questionário desenvolvido pelos pesquisadores, no qual foram levantadas questões abertas sobre a compreensão do referido tema, a apropriação dos conceitos na prática profissional e a possibilidade (ou não) de desenvolver uma psicoterapia fenomenológica. Os dados foram analisados utilizando o método qualitativo fenomenológico de Giorgi e Souza. Como resultado, verificou-se que o psicólogo brasileiro compreende a psicologia fenomenológica como uma abordagem da psicologia, e acredita ser possível uma psicoterapia fenomenológica. Conclui-se que o psicólogo brasileiro utiliza diversos conceitos da fenomenologia e da psicologia fenomenológica na descrição de seus fazeres, porém não há correspondência com a proposta de Husserl para a fenomenologia e a psicologia fenomenológica.

Palavras-chave:
Fenomenologia; Husserl; psicologia fenomenológica

Universidade Estadual de Maringá Avenida Colombo, 5790, CEP: 87020-900, Maringá, PR - Brasil., Tel.: 55 (44) 3011-4502; 55 (44) 3224-9202 - Maringá - PR - Brazil
E-mail: revpsi@uem.br