Escolha conjugal feminina: uma análise intergeracional segundo uma perspectiva crítica em psicologia

Female marital choice: an intergenerational analysis from a critical psychological approach

Elección conyugal femenina: un análisis intergeneracional según una perspectiva crítica en psicología

A presente pesquisa teve como objetivo geral identificar e analisar as variáveis envolvidas na escolha do primeiro cônjuge de mulheres residentes no Interior de Goiás, pertencentes a duas gerações (avós e netas), e como estas afetam sua esfera subjetiva. O referencial teórico adotado constitui-se de obras com ênfase nos aspectos históricos da mulher e das relações amorosas, à luz de uma perspectiva crítica em Psicologia. A amostra foi composta por dez avós que se casaram (incluindo coabitação estável) pela primeira vez até a década de 1960 e suas respectivas netas que nasceram após 1980 e se casaram (incluindo coabitação estável) pela primeira vez após o ano de 2000. Como instrumento de pesquisa utilizou-se entrevista individual semiestruturada. A análise objetivou captar os sentidos expressos pelos sujeitos acerca dos fatores relacionados à escolha do primeiro cônjuge e suas determinações constitutivas. Os resultados apontam que o processo de escolha conjugal sofreu mudanças significativas ao longo das duas gerações pesquisadas, porém mais no sentido de incorporação de novos valores do que de abandono dos antigos.

Escolha conjugal feminina; estudo intergeracional; Psicologia


Universidade Estadual de Maringá Avenida Colombo, 5790, CEP: 87020-900, Maringá, PR - Brasil., Tel.: 55 (44) 3011-4502; 55 (44) 3224-9202 - Maringá - PR - Brazil
E-mail: revpsi@uem.br