Accessibility / Report Error

O inconsciente se lê e se escreve como um poema: condições poéticas do inconsciente psíquico

The unconscious is read and written as a poem: poetic conditions of the psychical unconscious

O presente artigo busca propor e resolver o seguinte problema: é, de fato, surpreendente notar que a poesia seja concebida na obra de Bachelard, assim como na de Freud, como um modo especificamente adequado de acesso ao inconsciente. Como explicar, nessas duas teorias, a presença de tal postulado? Para responder a essa questão, esboça-se uma explicação genética e histórica. Tal laço entre a poesia e o inconsciente psíquico deve ser compreendido como uma conseqüência da revolução poética (J. Rancière) iniciada pelo filósofo Gianbatistta Vico, revolução na concepção de poesia como na concepção e psiquismo humano, que trouxe novos princípios de compreensão e de leitura das produções da humanidade.

Filosofia da Psicologia; Filosofia Moderna; Vico


Universidade Estadual de Maringá Avenida Colombo, 5790, CEP: 87020-900, Maringá, PR - Brasil., Tel.: 55 (44) 3011-4502; 55 (44) 3224-9202 - Maringá - PR - Brazil
E-mail: revpsi@uem.br