Doença do refluxo gastroesofágico e retardo de linguagem: estudo de caso clínico

TEMA: co-ocorrência entre problemas alimentares e de linguagem oral. OBJETIVO: investigar as possíveis relações entre problemas de alimentação e de linguagem oral, do ponto de vista bio-psíquico. MÉTODO: clínico-qualitativo, desenvolvido por meio de estudo longitudinal de um caso clínico, de um menino de três anos, com a queixa "não fala e não come" e com diagnóstico de doença do refluxo gastroesofágico. RESULTADOS: o caso analisado configurou-se como emblemático da presença de relações entre problemas de linguagem oral e de alimentação. CONCLUSÃO: os resultados indicam que há relação entre os problemas de alimentação e de linguagem oral. Sendo assim, sugere-se que os fonoaudiólogos que se ocupam dos problemas de linguagem em crianças, investiguem as condutas alimentares. Da mesma forma, sugere-se que o fonoaudiólogo que trabalha com o sistema estomatognático, investigue a linguagem oral de seus pacientes.

Transtornos da Linguagem; Linguagem; Comportamento Alimentar


Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda. Condomínio Alphaville Conde Comercial, Rua Gêmeos, 22, 06473-020 Barueri , São Paulo/SP, Tel.: (11) 4688-2220, Fax: (11) 4688-0147 - Barueri - SP - Brazil
E-mail: revista@profono.com.br