Accessibility / Report Error
Pró-Fono Revista de Atualização Científica, Volume: 19, Issue: 2, Published: 2007
  • Editorial Editorial

    Andrade, Claudia Regina Furquim de
  • Reliability of an instrument to assess the readiness of preterm infants for oral feeding Artigos De Pesquisa

    Fujinaga, Cristina Ide; Zamberlan, Nelma Ellen; Rodarte, Milena Domingos de Oliveira; Scochi, Carmen Gracinda Silvan

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: a transição da alimentação gástrica para via oral do bebê pré-termo é uma das maiores preocupações da equipe de saúde que assiste a esta população e necessita de um critério objetivo que auxilie o início desta transição. OBJETIVO: testar a confiabilidade de um instrumento de avaliação da prontidão do bebê prematuro em iniciar a transição da alimentação gástrica para via oral. MÉTODO: o instrumento é constituído dos seguintes itens: idade corrigida; estado de consciência; postura e tônus global; postura dos lábios e língua; reflexo de procura, sucção, mordida e vômito; movimentação e canolamento de língua; movimentação de mandíbula; força de sucção; sucções por pausa; manutenção do ritmo de sucção por pausa; manutenção do estado alerta e sinais de estresse. O estudo foi realizado na Unidade de Cuidados Intermediários do Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo e a amostra foi constituída de 30 bebês pré-termo que atenderam aos seguintes critérios de inclusão: idade gestacional corrigida menor ou igual a 36 semanas e 6 dias; clinicamente estáveis; ausência de deformidades faciais, distúrbios respiratórios, cardiovasculares, gastrointestinais e neurológicos ou síndromes que impedem ou dificultam a alimentação oral; e não terem recebido alimentação láctea por via oral. A confiabilidade foi determinada através aplicação do teste Kappa para verificar a concordância entre avaliadores. RESULTADOS: os itens cujos valores atingiram concordância excelente foram: estado comportamental, postura e tônus global, postura de lábios e língua, reflexo de vômito e manutenção do estado alerta; os itens que atingiram concordância satisfatória: reflexo de procura, sucção e mordida, movimentação da mandíbula, força de sucção e sucção por pausa; apenas os itens canolamento de língua, manutenção da sucção por pausa e sinais de estresse atingiram concordância insatisfatória. CONCLUSÃO: de forma geral, os itens do instrumento apresentam confiabilidade adequada entre os observadores.

    Abstract in English:

    BACKGROND: the transition from gastric to oral feeding of preterm infants is one of the greatest concerns of health professionals and therefore needs an objective criterion to support the beginning of this process. AIM: to test the reliability of an instrument that assesses the readiness of preterm infants for the transition from gastric to oral feeding. METHOD: the instrument is composed by the following items: corrected gestational age; behavioral state; global posture and tonus; lips and tongue posture; rooting, suck, bite and gag reflexes; tongue and jaw movements; tongue cupping; sucking strain; sucking and pause; maintenance sucking/pause; maintenance alert state and stress signs. The study was conducted at the Intermediate Care Unit of the Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - University of São Paulo. The research sample consisted of 30 preterm infants who attended the following inclusion criteria: corrected gestational age <36 weeks and 6 days; clinically stable; absence of facial deformities; respiratory, cardiovascular, gastrointestinal and neurological disorders or syndromes that prevent or make oral feeding difficult; and not having received oral feeding of milk. The Kappa Test was used to verify interjudge reliability. RESULTS: the items that presented high reliability levels were: behavioral state, global posture and tonus, lips and tongue posture, gag reflex and maintenance of alert state. The items that presented satisfactory reliability levels were: rooting reflex, sucking and biting and jaw movement, sucking strain and sucking and pause. Only the items of tongue cupping, maintenance of sucking/pause and stress signs presented unsatisfactory reliability levels. CONCLUSION: in general, the items investigated by the assessment instrument presented adequate interjudge reliability.
  • Masticatory performance in adults related to temporomandibular disorder and dental occlusion Artigos De Pesquisa

    Felício, Cláudia Maria de; Melchior, Melissa de Oliveira; Silva, Marco Antônio Moreira Rodrigues da; Celeghini, Renata Maria dos Santos

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: desordem temporomandibular e mastigação. OBJETIVO: comparar sujeitos com desordem temporomandibular a um grupo controle quanto à mastigação e analisar as variáveis relacionadas. MÉTODO: 20 sujeitos com desordem temporomandibular (grupo com DTM) e 10 do grupo controle, ambos selecionados de acordo com o exame clínico e anamnese, responderam sobre a sua auto-percepção de severidade de dor e sons nas articulações temporomandibulares, dor nos músculos, sintomas otológicos, cefaléia e dificuldade para abrir a boca. Foram também submetidos ao exame clínico, considerando o número de elementos dentários presentes e a análise funcional da oclusão - medidas de abertura bucal, excursão lateral da mandíbula, interferências oclusais e contatos oclusais do lado de trabalho e balanceio. A mastigação foi avaliada quanto ao tempo para ingerir, ao número de golpes mastigatórios e ao tipo mastigatório (unilateral ou bilateral), usando um biscoito recheado, cuja força máxima para quebrá-lo no primeiro momento foi de 4341,8g, como verificado com o auxílio do Texture Analyser TA-XT2 (Stable Micro Systems). Os grupos foram comparados por análise de variância e as correlações entre as variáveis foram calculadas pelo teste produto-momento de Pearson. RESULTADOS: a maioria dos sujeitos do grupo controle apresentou tipo mastigatório bilateral, enquanto que no grupo com DTM houve tendência ao tipo mastigatório unilateral. No grupo controle foram estatisticamente maiores os escores do tipo mastigatório e as medidas de lateralidade. No grupo com DTM foram maiores as médias de idade, o tempo de mastigação, o número de golpes mastigatórios e a severidade da DTM. O tempo e o tipo mastigatório foram correlacionados, respectivamente de modo positivo e negativo, à severidade da DTM e ao número de interferências oclusais. CONCLUSÃO: no grupo com DTM a mastigação diferiu do padrão fisiológico normal. O número de interferências oclusais e a severidade da DTM foram as variáveis correlacionadas à mastigação.

    Abstract in English:

    BACKGROND: temporomandibular disorder and mastication. AIM: to compare subjects who present temporomandibular disorders to a control group considering mastication and to analyze the related variables. METHOD: 20 subjects with temporomandibular disorder (TMD group) and 10 controls - selection based on clinical examination and anamnesis - responded to a questionnaire on the self-perception of pain severity and presence of noise in the temporomandibular joints, muscle pain, otologic symptoms, headaches, and jaw opening difficulties. The subjects were also submitted to a clinical examination regarding the number of teeth and functional occlusion - measurements of jaw opening and jaw lateral excursions, occlusal interferences, occlusal contacts of the working and non-working-side, and mastication evaluation. Mastication was evaluated in terms of time needed to eat a stuffed cookie, number of chewing strokes and type (unilateral or bilateral). The maximum force needed at first to break the cookie, verified with a TA-XT2 Texture Analyzer (Stable Micro Systems), was of 4341.8 g. The groups were compared using variance analysis and the correlations between variables were calculated using the Pearson product-moment test. RESULTS: most of the control subjects presented bilateral pattern of mastication, whereas the TMD group tended to present the unilateral pattern. Masticatory type scores and laterality measurements were significantly higher in the control group. The TMD group presented higher means in terms of: age, time of chewing, number of chewing strokes and TMD severity. Chewing time and type were positively correlated with TMD severity and negatively correlated with number of occlusal interferences. CONCLUSION: in the TMD group, chewing differed from the normal physiological standard. The number of occlusal interferences and the severity of TMD were variables correlated to chewing.
  • Filmed sample size and pragmatic analysis in Down syndrome Artigos De Pesquisa

    Porto, Eliza; Limongi, Suelly Cecilia Olivan; Santos, Irlaine Guedes dos; Fernandes, Fernanda Dreux Miranda

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: avaliar o desenvolvimento da linguagem é uma tarefa complexa que exige conhecimentos teóricos e práticos a respeito dos aspectos que se deseja investigar, considerando-se a metodologia a ser utilizada na coleta e na análise dos dados, a fim de serem obtidos resultados consistentes e confiáveis, que reflitam a realidade do sujeito. OBJETIVO: considerando-se a obtenção do maior número de dados em menor tempo possível, sem prejuízo da qualidade e efetividade dos dados obtidos, nosso objetivo é identificar o momento e o tempo de filmagem de situação de interação, mais adequados para realizar a análise da pragmática de crianças com síndrome de Down. MÉTODO: foi traçado o perfil comunicativo de 25 crianças com síndrome de Down, de dois a sete anos de idade, utilizando-se a proposta de avaliação elaborada por Fernandes (2004), comparando-se os dados obtidos na análise de amostras de 30 e 15 minutos de filmagem. A situação analisada foi a de interação entre terapeuta e criança em brincadeira lúdica. Para verificar a significância dos dados, foi realizada análise estatística, utilizando os testes de Friedman e Wilcoxon e a técnica de Intervalo de Confiança, com nível de significância igual a 0,05 (5%). CONCLUSÃO: não foram encontradas diferenças significativas relacionadas às amostras obtidas com diferentes durações de filmagem para a análise da pragmática da comunicação de crianças com síndrome de Down.

    Abstract in English:

    BACKGROND: assessing language development is a complex task that requires practical and theoretical knowledge about the investigated issues. It is also important to take into account data gathering and analysis methodology, in order to achieve consistent and reliable results that mirror the subject's reality. AIM: considering the purpose of obtaining the maximum data in minimum time, without jeopardizing their quality and effectiveness, our aim is to identify the better sample's size and moment of videotaped interaction to study the pragmatic abilities of children with Down syndrome. METHOD: the communicative profile of 25 children with Down syndrome aged between 2 and 7 years were determined as proposed by Fernandes (2004). Data obtained through samples of 15 and 30 minutes were analyzed and compared. The situation analyzed provided interaction between the child and a speech-and language-therapist in play situations. To determine the statistical significance of data the tests Friedman, Wilcoxon and confidence interval were applied with a significance level of 0.05 (5%). CONCLUSION: there were no significant differences related to the obtained samples with different videotaped duration for pragmatic analysis of the communication of children with Down syndrome.
  • Oral language in children with a five years of use coclhear implant Artigos De Pesquisa

    Stuchi, Raquel Franco; Nascimento, Leandra Tabanez do; Bevilacqua, Maria Cecília; Brito Neto, Rubens Vuono de

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: implante coclear (IC) em crianças. Objetivo: traçar um perfil de linguagem oral receptiva e expressiva de crianças usuárias de implante coclear há cinco anos a cinco anos e onze meses; verificar a influência do tempo de privação sensorial na linguagem oral receptiva e expressiva dessas crianças. MÉTODO: 19 crianças deficientes auditivas usuárias de IC com deficiência auditiva pré-lingual, com tempo de uso do IC variando de 5a a 5a11m e média do tempo de privação sensorial de 3a (desvio padrão um ano) foram avaliadas por meio da Reynell Developmental Language Scales (RDLS) (Reynell e Gruber, 1990) que é composta pela Escala de Compreensão (C), Escala de Expressão (E) e suas Sub-Escalas Estrutura (Ee), Vocabulário (Ev) e Conteúdo (Ec). RESULTADOS: a mediana e os valores do quartil 75 e quartil 25 encontrados foram: 44, 57 e 54 para C; 48, 60 e 55 para E; 20, 21 e 20 para Ee; 15, 19 e 17 para Ev; 15, 22 e 18 para Ec; 96, 116 e 108 para a pontuação total. Houve correlação estatística entre o tempo de privação sensorial e a pontuação de C (p = - 0,62; R = 0,0044) e Ec (p = - 0,48; R = 0,0348) tornando o tempo de privação influente na pontuação total (p = - 0,53; R = 0,0174). CONCLUSÃO: o perfil de linguagem das crianças usuárias de implante coclear há cinco anos é desviante e semelhante ao perfil das crianças ouvintes de cinco anos para a Expressão e ao das crianças ouvintes de quatro anos para a Compreensão; a influência do tempo de privação sensorial foi estatisticamente significante na pontuação da C - linguagem receptiva - e na pontuação de uma seção (Ec) da E - linguagem expressiva, sendo significante na pontuação total da RDLS.

    Abstract in English:

    BACKGROND: cochlear implant (CI) in children. AIM: 1) to delineate a profile of receptive and expressive verbal language of children who have been using cochlear implant for five years and five years and eleven months; 2) to verify the influence of time of auditory sensorial privation in the receptive and expressive verbal language of these children. METHOD: 19 children users of CI with auditory deficiency acquired before language development, who have been using CI for 5y - 5y11m and who have an average time of sensorial privation of 3y (standard deviation of 1 year). These children were assessed using the Reynell Developmental Scales (RDLS) (Reynell e Gruber, 1990) which is composed of: Comprehension Scale (C), Expression Scale (E) and its Structure Sub-Scales (Es), Vocabulary (Ev) and Content (Ec). RESULTS: the median values and the values found for quartile 75 and quartile 25 were:.44, 57 and 54 for C; 48, 60 and 55 for E; 20, 21 and 20 for Es; 15, 19 and 17 for Ev; 15, 22 and 18 for Ec; 96, 116 and 108 for the total score. A statistical correlation between the time of sensorial privation and the score obtained for C (p= - 0.62; R= 0.0044) and Ec (p= - 0.48; R = 0.0348) was observed. Therefore the time of sensorial privation had an influence on the overall score (p= - 0.53; R = 0.0174). CONCLUSION: the language profile of children who use CI for five years is devious and similar to that of five year old hearing children regarding Expression and to that of four year old hearing regarding Comprehension; time of sensorial privation was statistically significant for the score obtained in C - receptive language - and for the score obtained in the E section (Ec) - expressive language, as well as in the overall score of RDLS.
  • Vestibular rehabilitation in elderly patients with dizziness Artigos De Pesquisa

    Zanardini, Francisco Halilla; Zeigelboim, Bianca Simone; Jurkiewicz, Ari Leon; Marques, Jair Mendes; Martins-Bassetto, Jackeline

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: o envelhecimento populacional é um processo natural, manifesta-se por um declínio das funções de diversos órgãos. A reabilitação vestibular (RV) é um processo terapêutico que visa promover a redução significativa dos sintomas labirínticos. OBJETIVO: verificar os benefícios dos exercícios de RV por meio da avaliação pré e pós-aplicação do questionário Dizziness Handicap Inventory (DHI) - adaptação brasileira. MÉTODO: participaram deste estudo oito idosos com queixa de tontura, na faixa etária de 63 a 82 anos, três do sexo masculino e cinco do sexo feminino. Realizaram-se os seguintes procedimentos: anamnese, inspeção otológica, avaliação vestibular por meio da vectoeletronistagmografia (VENG), aplicação do questionário DHI e dos exercícios de RV de Cawthorne (1944) e Cooksey (1946). RESULTADOS: com relação as queixas auditivas e vestibulares, observou-se a incidência do zumbido, da hipoacusia, da vertigem postural e do desequilíbrio; na avaliação da função vestibular, constataram-se alterações em todos os idosos; as alterações foram na sua maioria na prova calórica com predomínio da hiporreflexia uni e bilateral; constataram-se, no exame vestibular, três casos de síndrome vestibular periférica deficitária unilateral, três casos de síndrome vestibular periférica deficitária bilateral, um caso de síndrome vestibular central deficitária bilateral e um caso de síndrome vestibular central irritativa bilateral; houve melhora significativa dos aspectos físico (p = 0,00413), funcional (p = 0,00006) e emocional (p = 0,03268) após a realização dos exercícios de RV. CONCLUSÃO: o protocolo utilizado de RV promoveu melhora na qualidade de vida dos idosos e auxiliou no processo de compensação vestibular.

    Abstract in English:

    BACKGROND: the aging of the population is a natural process and is manifested by a decline in the functions of several organs. Vestibular rehabilitation (VR) is a therapeutic process that seeks to promote a significant reduction in the symptoms of the labyrinth. AIM: to verify the benefits of VR exercises through the application of the Dizziness Handicap Inventory (DHI) questionnaire - Brazilian version - pre and post rehabilitation. METHOD: participants of this study were eight elderly patients with dizziness, ages between 63 and 82 years, three male and five female. The following procedures were carried out: medical history, otologic inspection, vestibular evaluation with vectoelectronystagmography (VENG), application of the DHI questionnaire and of the Cawthorne (1944) and Cooksey (1946) VR exercises. RESULTS: regarding the auditory and vestibular complaints which were referred to in the medical history, the following was observed: presence of tinnitus, hearing loss, postural vertigo and of unbalance. In the evaluation of the vestibular function alterations were observed for all of the participants, mainly in the caloric test, with a prevalence of unilateral and bilateral hypofunction. In the vestibular exam the following was observed: three cases of unilateral peripheral vestibular deficit syndrome, three cases of bilateral peripheral vestibular deficit syndrome, one case of bilateral central vestibular deficit syndrome and one case of irritating bilateral central vestibular syndrome. There was a statistically significant improvement of the following aspects after VR: physical (p=0.00413), functional (p=0.00006) and emotional (p=0.03268). CONCLUSION: the VR protocol favored the improvement of life quality of the participants and was of assistance in the process of vestibular compensation.
  • Visual reinforcement audiometry with different sound stimuli in children Artigos De Pesquisa

    Vieira, Eliara Pinto; Azevedo, Marisa Frasson de

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: avaliação auditiva infantil. OBJETIVO: verificar os Níveis Mínimos de Resposta (NMR) por meio de Audiometria de Reforço Visual (ARV) em campo livre, em 50 crianças ouvintes e 25 deficientes auditivas, considerando as variáveis: lado de apresentação sonora, sexo, idade e tipo de estímulo. MÉTODO: realizou-se ARV com tons puros modulados em freqüência (warble) e com estímulos do Sistema Sonar nas crianças selecionadas. Os tons modulados foram produzidos pelo Audiômetro Pediátrico, nas freqüências de 500, 1000, 2000 e 4000Hz e nas intensidades de 80, 60, 40 e 20dBNA. Sendo estes apresentados em ordem decrescente de intensidade e utilizando o condicionamento estímulo-resposta-reforço visual. Utilizando os estímulos Sistema Sonar, o procedimento de avaliação e a apreciação das respostas foram os mesmos, porém para a apresentação destes foi utilizada uma caixa de amplificação sonora. Cada alto-falante com o reforço visual foi posicionado a aproximadamente a 90 azimute à direita e à esquerda da criança, em uma distância de aproximadamente 50cm. O reforço visual usado foi um palhaço iluminado. RESULTADOS: não houve diferença estatisticamente significante entre MNR em relação ao lado de apresentação. Os NMRs em 500 e 2000Hz do Sistema Sonar, foram menores no sexo masculino nos ouvintes. Neste grupo houve diminuição dos NMR com aumento da idade, para ambos estímulos. Ao comparar NMRs com dois estímulos houve diferença estatisticamente significante a favor do Sistema Sonar apenas para ouvintes com menos de dois anos. CONCLUSÃO: em ouvintes os NMRs reduzem com avanço da idade independente do estímulo e são inferiores com o Sistema Sonar. Nas deficientes auditivas não houve diferença significativa em relação a nenhuma variável estudada.

    Abstract in English:

    BACKGROND: hearing evaluation in children. AIM: to verify the Minimum Response Levels (MRL) through the use of Visual Reinforcement Audiometry (VRA) in the sound field, in 50 normal hearing children and in 25 children with hearing loss, taking into account the following variables: side of sound presentation, gender, age and type of stimulus. METHOD: VRA was performed using pure tone frequency modulation (warble) and the Sonar System. The modulated tones were produced by the Pediatric Audiometer, in the frequencies of 500, 1000, 2000 and 4000Hz and at the intensities of 80, 60, 40 and 20dBNA. The modulated tones were presented in a decreasing sequence of intensity and by using the stimulus-reply-visual reinforcement conditioning. The assessment procedure and analysis of response were the same when using the stimuli of the Sonar System. However, on this occasion, a sound amplification box was used. Each loudspeaker with the visual reinforcement was positioned approximately at 90º azimuth to the right and the left of the child, and at a distance of approximately 50 cm. Visual reinforcement was an illuminated clown. RESULTS: no statistically significant difference was found between the MNL and the side of sound presentation. The MRL at 500Hz and 2000Hz, when using the Sonar System, were lower for normal hearing males. In this group, there was a decrease in the MRL with the increase in age for both stimuli. When comparing the MRL with two stimuli, there was a statistically significant difference in favor of the Sonar System, but only for the group of normal hearing children below two years of age. CONCLUSION: the MRL decrease with age independently of the stimulus and are lower when using the Sonar System. For the group of children with hearing loss no significant difference was found for any of the studied variables.
  • Distortion product otoacoustic emissions in infants from birth to two months Artigos De Pesquisa

    Pinto, Vanessa Sinelli; Lewis, Doris Ruthy

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: na Audiologia clínica há uma necessidade de se estabelecer parâmetros para análise da emissão otoacústica - produto de distorção (EOAPD) em lactentes, com a finalidade de utilizá-los como critério clínico na avaliação audiológica. OBJETIVO: descrever os achados do registro das EOAPD em lactentes até dois meses de idade por meio da análise do nível de resposta, do nível de ruído e da relação sinal/ruído em todas as bandas de freqüências; da análise do nível de resposta em relação às variáveis: gênero, pico de pressão na timpanometria e estado do lactente durante o exame e da distribuição do percentil do nível de resposta. MÉTODO: foram avaliados 138 lactentes sem indicadores de risco para perda auditiva e que passaram na triagem auditiva. Os parâmetros foram: L1 = 65dBNPS e L2 = 50dBNPS no equipamento ILO292 - Otodynamics. RESULTADOS: Foram avaliados 70 lactentes do gênero masculino e 68 do feminino. As medianas do nível de resposta das EOAPD por freqüência (f2) variaram entre 6,0dB NPS e 16,3dBNPS. As medianas do nível de ruído das EOAPD por freqüência (f2) variaram entre -12,5dB NPS e -2,1dBNPS. As medianas da relação sinal/ruído das EOAPD por freqüência (f2) variaram entre 10,5dBNPS e 25,5dBNPS. CONCLUSÕES: Não houve diferença estatisticamente significante entre gêneros e entre orelhas para o nível de resposta. O pico de pressão na timpanometria definido por três grupos (entre -50 e +50daPa; < -50daPa e > +50daPa) não influenciou no registro do nível de resposta. Para uma interpretação clínica, o percentil 5 pode sugerir perda auditiva e o percentil 95 pode sugerir audição dentro da normalidade. É importante a realização de estudos com lactentes com perda auditiva para que se possa complementar o critério clínico no caso de presença de EOAPD e perda auditiva.

    Abstract in English:

    BACKGROND: there is a need to determine parameters for the analyses of the distortion product otoacoustic emissions (DPOAE) of infants so that it can be used as a clinical criterion in auditory assessment. AIM: to describe the DPOAE records of infants from birth to two months, considering the response level, noise level and the signal to noise ratio in all frequencies; the analysis of response level according to the variables of gender, timpanometry pressure peak, state of infant during the test and distribution of the response percentile level. METHOD: 138 infants were evaluated, all of which presented no risk indicators for hearing loss and passed the hearing screening test. The parameters used were: L1 = 65dB SPL and L2 = 50dB SPL in the equipment ILO292 - Otodynamics. RESULTS: 70 male and 68 female were evaluated, with ages between 6 to 65 days. The medians for DPOAE level for each frequency (f2) varied between 6.0dB SPL and 16.3dB SPL.The medians for the noise level for each frequency (f2) varied between -12.5dB SPL and -2.1dB SPL. The medians for the signal to noise ratio for each frequency (f2) varied between 10.5dB SPL and 25.5dB SPL. CONCLUSIONS: there was no statistically significant difference between genders and between ears for the response level. The timpanometry pression peak determined by three groups (between -50 and +50daPa; < -50daPa and > +50daPa) indicated no influence on records of the response level. For clinical interpretation, percentile 5 can suggest hearing loss and percentile 95 can suggest normal hearing. Studies with infants who present hearing loss are considered important in order to complement the clinical criterion in case of presence of DPOAE and hearing loss.
  • Language and eating problems in children: co-occurrences or coincidences? Artigos De Pesquisa

    Palladino, Ruth Ramalho Ruivo; Cunha, Maria Claudia; Souza, Luiz Augusto de Paula

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: relações entre problemas de linguagem oral e transtornos alimentares em crianças. OBJETIVO: analisar a possível co-ocorrência desses distúrbios postos numa relação de implicação estrutural, pressupostas as influências recíprocas entre linguagem, corpo e psiquismo. MÉTODO: clínico quanti-qualitativo, a partir da observação livre de amostragem não intencional de 35 crianças (entre 1:4 e 7:0 anos de idade) com queixas de problemas de linguagem oral e atendidas numa clínica-escola durante o período de um ano. Dessa população foi destacado um estudo de caso (J., 4:0 anos), com importância de cenário emblemático em relação ao paradigma teórico utilizado na discussão dos resultados. O procedimento de avaliação de cada sujeito consistiu em entrevistas familiares, análise da linguagem oral no contexto dialógico e em situações lúdicas e avaliação da motricidade oral. RESULTADOS: problemas de linguagem e distúrbios alimentares co-ocorreram em 100% dos casos, que foram sub-categorizados por faixas etáreas em função de similaridades sintomatológicas. Na categoria A (1:4 a 3:0 anos) encontram-se 10 sujeitos (28,57%) e aparecem: atraso no desenvolvimento da linguagem oral, restrições interacionais, disfagia ou hipofagia. Na B (3:1 a 5:0 anos) 20 sujeitos (57,14%), temos: da ausência de linguagem oral à precariedade discursiva, distúrbios articulatórios, problemas de mastigação e deglutição, idiossincrasias alimentares e obesidade. Na C (5:1 a 7:0 anos) 5 sujeitos (14,28%), surgem: alterações discursivas severas, distúrbios articulatórios, problemas de mastigação e deglutição e recusa a determinados alimentos. RESULTADOS: a co-ocorrência de problemas de linguagem oral e transtornos alimentares não é mera coincidência, mas ambos os distúrbios configuraram-se como transtornos da oralidade. Sugere-se, portanto, que os fonoaudiólogos investiguem dificuldades alimentares nos processos diagnósticos de pacientes cuja queixa e/ou os sintomas manifestos incidam na linguagem oral.

    Abstract in English:

    BACKGROND: relationship between language problems and eating disorders in children. AIM: to analyze the possible co-occurrence of these disorders taking into consideration a relationship that has structural implications, the reciprocal influences between language, body and physique. METHOD: clinical quantitative-qualitative, based on free observations of non intentional samples of 35 children (between 1:4 and 7:0 years of age), presenting oral language problems and who were seen at a school clinic during the period of one year. One case study (J., 4:0 years old) was highlighted from the group of participants, with the importance of an emblematic scenario regarding the theoretical paradigm used in the discussion of the results. The evaluation procedure of each participant consisted of two interviews with the families, a language analysis in the dialogical context and in a play situation, and an evaluation of the oral performance. RESULTS: language problems and eating disorders co-occurred in 100% of the cases. These were sub-divided according to age due to similarities of the symptoms. Group A (1:4 to 3:0 years of age) was composed by 10 participants (28.7%) presenting: delay in oral language development, restrictions in interaction, dysphagia or hypophagia. Group B (3:1 to 5:0 years of age) composed by 20 participants presenting: from the absence of oral language to a discursive weakness; articulatory disturbance; mastication and swallowing problems; eating idiosyncrasies and obesity. Group C (5:1 to 7:0 years of age) composed by 5 participants (14,28%) presenting: severe discursive alterations; articulatory disturbances; mastication and swallowing problems and the refusal of certain foods. CONCLUSION: the co-occurrence of oral language problems and eating disorders is not just a coincidence. Both disorders configure themselves as oral disturbances. It is suggested that speech-language pathologists investigate eating difficulties during the diagnostic process of clients with complaints and/or symptoms that have manifestations on oral language.
  • Botulism and dysphagia Artigos De Relato De Caso

    Mangilli, Laura Davison; Andrade, Claudia Regina Furquim de

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: o botulismo é uma doença neuroparalítica grave, de caráter agudo, afebril e causada pela ação de uma toxina produzida pelo Clostridium botulinum. Essa toxina se liga aos receptores da membrana do axônio dos neurônios motores, impedindo a liberação de acetilcolina na junção neuromuscular, o que causa paralisia flácida dos nervos cranianos e da musculatura esquelética, estruturas responsáveis pela adequada funcionalidade da deglutição nos indivíduos. OBJETIVO: apresentar o trabalho fonoaudiológico realizado junto a um paciente com quadro clínico de botulismo com queixa de disfagia. MÉTODO: paciente adulto, gênero masculino, com quadro clínico de botulismo, encaminhado para avaliação fonoaudiológica por apresentar dificuldades em deglutir saliva. Durante avaliação observou-se: alteração na mobilidade, tonicidade e sensibilidade dos órgãos do Sistema Miofuncional Orofacial (OMSs); redução dos movimentos laríngeos; estase de saliva em cavidade oral; ausência do reflexo de deglutição; ausência da função de deglutição. Foram realizadas nove sessões de fonoterapia, nas quais se abordou: estimulação dos OMSs - mobilidade, tonicidade e sensibilidade; estimulação dos reflexos orais e faríngeos; testes e treinos de deglutição com diferentes consistências alimentares e com auxilio de manobras de proteção e de limpeza de vias aéreas. RESULTADOS: melhora da mobilidade, tonicidade e sensibilidade dos OMSs; presença do reflexo de deglutição; melhora da elevação laríngea; restabelecimento da função de deglutição sem necessidade de assistência de qualquer profissional ou de manobras clínicas; qualidade vocal próxima aos parâmetros de normalidade (hipernasalidade e incoordenação pneumofonoarticulatória leves). Paciente recebeu alta fonoaudiológica e hospitalar, sendo indicado atendimento clínico para adequação e aperfeiçoamento dos OMSs. CONCLUSÃO: o trabalho fonoaudiológico mostrou-se eficiente no restabelecimento dos OMSs e da função da deglutição, possibilitando que o paciente restabelecesse a funcionalidade adequada de seu sistema miofuncional orofacial.

    Abstract in English:

    BACKGROND: botulism is a severe neuroparalytic, of an acute characteristic, afebrile and is caused by the action of a toxin produced by Clostridium botulinum. This toxin links itself to the receptors of the axon membrane of the motor neurons, preventing the release of acetylcholine in the neuromuscular junction, causing flaccid paralysis of the cranial nerves and skeleton musculature. AIM: to present the speech therapy procedures adopted with a patient with botulism and who was presenting dysphagia. METHOD: a male adult, with botulism, sent for a speech-language evaluation due to the presence of difficulties when swallowing saliva. During the evaluation the following was observed: alteration in mobility, tonicity and sensibility of the organs of the Orofacial Myofunctional System (OMSs); reduction of the laryngeal movements; stasis of saliva in the oral cavity; absence of the swallowing reflex; absence of the swallowing function. Nine speech therapy sessions were carried out with the following procedures: stimulation of the OMSs - mobility, tonicity and sensibility; stimulation of the oral and pharyngeal reflexes; tests and trainings for swallowing with different food consistencies and with the help of maneuvers aiming at the protection and clearing of the airways. RESULTS: improvement in mobility, tonicity and sensibility of the OMSs; improvement in the elevation of the larynx; re-establishment of the swallowing function without the assistance of other professionals or clinical maneuvers; vocal quality close to the normal parameters (light hypernasality and pneumophonoarticulatory incoordination). The patient was discharged from hospital and speech therapy; clinical assistance for adjustment and improvement of the OMSs was suggested. CONCLUSION: speech therapy demonstrated to be efficient in the re-establishment of OMSs and of the swallowing function, enabling the patient to restore the adequate functionality of his orofacial myofunctional system.
  • Screening versus diagnostic tests: an update in the speech, language and hearing pathology practice Artigo De Atualização

    Goulart, Bárbara Niegia Garcia de; Chiari, Brasília Maria

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: instrumentos diagnósticos, propriedades e uso de indicadores para seleção, aplicação e validação de instrumentos de diagnóstico e de rastreamento. OBJETIVO: apresentar conceitos ligados aos instrumentos de avaliação e sua aplicação de acordo com o objetivo, seja rastreamento ou diagnóstico. Também são apresentados alguns exemplos práticos de aplicação de instrumentos de avaliação ligados à comunicação humana, bem como critérios de validação de testes na população e critérios utilizados para sua escolha e aplicação racional em serviços e programas de saúde a partir de pressupostos epidemiológicos pesquisados em artigos indexados nas bases de dados Scielo, Lilacs ou Medline até janeiro de 2007. CONCLUSÃO: instrumentos de avaliação e diagnóstico clínico diferem dos instrumentos de rastreamento em relação a seus objetivos e critérios de elegibilidade. São indicativos da precisão de um instrumento de avaliação, seja para rastreamento ou diagnóstico, a sensibilidade e a especificidade de tal instrumento. Questões como reprodutibilidade, tempo para realização do teste ou exame e preparação prévia do paciente também devem ser considerados quando da seleção de instrumentos de avaliação clínica. O conhecimento e disseminação de informações ligadas às propriedades dos instrumentos de avaliação ligados a Fonoaudiologia devem ser incentivados sistematicamente. Além disso, a ampliação da gama de conhecimentos acerca das diferentes perspectivas ligadas às metodologias e instrumentos diagnósticos contribuem com a melhor racionalização de recursos humanos e financeiros. A elaboração de estudos que promovam a validação dos instrumentos correntemente utilizados para rastreamento e diagnóstico dos distúrbios da comunicação humana colabora com o avanço do conhecimento ligado a Fonoaudiologia e, indiretamente, para com o reconhecimento da ciência fonoaudiológica, baseada em evidências técnico-científicas, na promoção da saúde.

    Abstract in English:

    BACKGROND: evaluation instruments, properties, selection indicators, application and validation of screening and diagnostic tests. AIM: to present some concepts concerning screening and diagnostic tests and their application according to a specific purpose. To present a few practical examples of the application of these instruments related to human communication, as well as to present validation criteria of tests in the population and criteria used for the rational selection of screening or diagnostic instruments in health programs and health services based on epidemiological concepts indexed in Scielo, Lilacs or Medline up to January 2007. CONCLUSION: diagnostic instruments differ from screening instruments in their objectives and eligibility criteria. Sensibility and specificity are two important indicators to be considered when choosing an instrument for screening or diagnosis. Reproducibility, time required to complete the evaluation and previous preparation of patients, if needed, are also indicators to be considered when choosing an instrument. Publication and information exchange regarding the properties of evaluation instruments, used for diagnosis or screening, related to the Speech, Language and Hearing Sciences must be systematically stimulated. Besides that, improving the knowledge about methodologies and evaluation instruments under different perspectives contribute to the better use of human and financial resources. Furthermore, the elaboration of studies that promote the correct validation of screening and diagnostic instruments used in human communication disorders contributes to the increase in knowledge in the field of Speech, Language and Hearing Sciences and, indirectly, to the acknowledgement of this science, based on technical-scientific evidence, in health promotion.
Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda. Condomínio Alphaville Conde Comercial, Rua Gêmeos, 22, 06473-020 Barueri , São Paulo/SP, Tel.: (11) 4688-2220, Fax: (11) 4688-0147 - Barueri - SP - Brazil
E-mail: revista@profono.com.br