• Editorial Editorial

    Andrade, Claudia Regina Furquim de
  • Assessment of self-representation abilities in seven-eight year old children Artigos Originais de Pesquisa

    Carvalho, Luciana Regina de Lima; Mecca, Fabiola Ferrer del Nero; Lichtig, Ida

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: Teoria da Mente. OBJETIVO: o objetivo deste estudo foi verificar os aspectos metarrepresentacionais em crianças de 7 a 8 anos e investigar as relações entre linguagem e Teoria da Mente. MÉTODO: participaram da pesquisa 100 crianças - 50 meninos e 50 meninas - com idades entre 7:2 e 8:11, divididas em quatro grupos: crianças de sete anos sem alterações comunicativas (Grupo1), compostas por 37 sujeitos; crianças de sete anos com atraso fonológico (Grupo 2), composto por 13 sujeitos; crianças de oito anos sem alterações comunicativas (Grupo 3), composto por 46 sujeitos; e, crianças de oito anos com atraso fonológico (Grupo 4), composto por 4 sujeitos. Todos os sujeitos são alunos de uma escola municipal localizada na região metropolitana de São Paulo e passaram por triagens de fala, linguagem e audição, além da avaliação da metarrepresentação, que é composta por quatro testes. Utilizou-se para a avaliação da metarrepresentação a prova de Teoria da Mente proposta por Fernandes (2002) e adaptada por Mecca (2005). RESULTADOS: entre os sujeitos de sete anos, 88% passaram na avaliação da metarrepresentação. Entre os sujeitos de oito anos, este índice foi de 92%. Não foram encontradas diferenças significantes por sexo, idade ou grupo. CONCLUSÃO: em torno dos sete anos de idade a grande maioria das crianças adquiriu a Teoria da Mente, embora esta aquisição possa se estender além desta. A forma de interação e a presença de elementos abstratos durante a conversação podem influenciar o desempenho das crianças nas tarefas de Teoria da Mente.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Theory of Mind. AIM: the purpose of this study was to assess the self-representation abilities in 7-8 year old children and to verify the relationship between the Theory of Mind and language. METHOD: subjects of this study were 100 children - 50 boys and 50 girls - with ages between 7:2 and 8:11, divided in four groups: 7-year-old children with no communication deficits (Group 1), with 37 subjects; 7-year-old children with phonological retard (Group 2), with 13 subjects; 8-year-old children with no communication deficits (Group 3), with 46 subjects; and 8- year- old children with phonological retard (Group 4), with 4 subjects. All of the subjects were students of a municipal school in the city of São Paulo and were submitted to speech, language and hearing tests prior to the assessment of the self-representation abilities. The assessment of the self-representation abilities is composed by four tests proposed by Fernandes (2002) and adapted by Mecca (2005). RESULTS: 88% of the 7-year-old subjects passed the self-representation abilities test; 92% of the 8-year-old subjects also passed the same test. No statistically significant differences were found between gender, age or group. CONCLUSION: generally, children around 7 years have already acquired the Theory of Mind, however this acquisition can take longer and occur at other ages. The type of interaction and the presence of abstract elements during conversation can have an influence on the children's performance in tasks involving the theory of mind.
  • Influence of speech rate and loudness on speech intelligibility Artigos Originais de Pesquisa

    Barreto, Simone dos Santos; Ortiz, Karin Zazo

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: existem evidências de que as pistas contextuais intrínsecas aos estímulos de fala elevam os escores de inteligibilidade, entretanto, a influência de pistas dependentes do sinal acústico, como a velocidade e a intensidade com as quais os diferentes estímulos são produzidos, são pouco conhecidas. OBJETIVO: investigar se a redução da velocidade articulatória e o acréscimo da intensidade da fala, em diferentes tipos de estímulos, influenciariam os escores de inteligibilidade. MÉTODO: participaram do estudo 30 falantes e 60 ouvintes, todos sem distúrbios da comunicação. Os falantes foram gravados durante a repetição de três listas de estímulos (frases, palavras e pseudopalavras). As médias da velocidade articulatória (sílabas por segundo) e da intensidade da fala (decibel) foram calculadas por falante, para cada lista. A inteligibilidade foi mensurada pelo método de transcrição ortográfica das amostras pelos ouvintes, sendo os escores calculados em percentagem de palavras corretamente transcritas. RESULTADOS: diferenças estatisticamente significantes da velocidade articulatória foram encontradas entre os três tipos de estímulos, contudo, os estímulos produzidos com menor velocidade (pseudopalavras seguidas pelas palavras) não conduziram a escores superiores de inteligibilidade. Em relação à intensidade, apenas as pseudopalavras apresentaram valores estatisticamente superiores aos demais estímulos, porém este acréscimo também não elevou os escores de inteligibilidade da fala. CONCLUSÃO: nem a redução da velocidade articulatória nem o acréscimo da intensidade da fala influenciaram os escores de inteligibilidade dos sujeitos avaliados, sinalizando que as pistas contextuais exercem mais efeito sobre a inteligibilidade da fala que as informações independentes do sinal acústico.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: contextual cues intrinsic to speech stimuli can have an influence on speech intelligibility measurements; however, the influence of cues that depend on the acoustic signal, such as speech rate and vocal loudness, need further investigation. AIM: to examine whether possible reductions in the articulatory rate and increase in vocal loudness, associated to the production of different speech stimuli, can have an influence on speech intelligibility measurements. METHOD: participants of this study were thirty normal speakers and sixty normal listeners. Speakers were recorded during the repetition of three lists of speech stimuli (sentences, words and pseudo words). The averages of the articulatory rate (syllables per second) and of the vocal loudness (decibel) were calculated for each speaker according to their performance in each repetition task. Speech intelligibility was measured based on the orthographic transcription of the speech samples; the score was calculated in terms of percentage of correctly transcribed words. RESULTS: it was observed that articulatory rates were statistically different between the three types of stimuli; however, the stimuli produced with the lowest articulatory rate (pseudo words followed by words) did not present higher speech intelligibility scores. Vocal loudness was statistically higher during the repetition of pseudo words; however, this increase did not have an influence on the speech intelligibility scores. CONCLUSION: the reduction of the articulatory rate or the increase of vocal loudness did not have an influence on the speech intelligibility measurements, indicating that contextual cues have a greater impact on speech intelligibility than the independent cues given by the acoustic signal.
  • Narration of stories by children with specific language impairment Artigos Originais de Pesquisa

    Befi-Lopes, Débora Maria; Bento, Ana Carolina Paiva; Perissinoto, Jacy

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: as habilidades narrativas podem fornecer ricas informações sobre as competências lingüísticas, cognitivas e sociais das crianças com desenvolvimento típico e com DEL (Distúrbio Específico de Linguagem). Crianças com DEL apresentam déficits na elaboração do discurso, que geralmente são confusos e repetitivos. Além disso, há dificuldades na organização textual, compreensão da temporalidade, relações de causa e efeito e desenvolvimento de conhecimento estrutural necessária para a compreensão da informação. OBJETIVO: caracterizar a narração de histórias por crianças com DEL com relação ao tipo e conteúdo do discurso e comparar o desempenho destes sujeitos com seus pares cronológicos em desenvolvimento típico. MÉTODO: participaram deste estudo dois grupos: Grupo Controle (GC), sem alterações de linguagem, composto por 24 sujeitos e Grupo Pesquisa (GP), com diagnóstico de DEL, composto por 8 sujeitos. Para eliciar as narrativas foi utilizada uma série de 15 histórias, representadas por figuras, compostas por quatro cenas cada. Essas seqüências foram criadas e classificadas em mecânicas, comportamentais e intencionais, segundo as relações envolvidas entre as personagens. RESULTADOS: As crianças com DEL apresentam narrativas mais rudimentares se compararmos a seus pares cronológicos com desenvolvimento típico de linguagem independente do tipo de história fornecida. Além disso, as crianças com DEL apresentaram percepção dos estados mentais semelhante às crianças com desenvolvimento normal. CONCLUSÕES: estes resultados indicam que, independente do tipo de história fornecida, a dificuldade destas crianças está na utilização da língua, ou seja, nas habilidades lingüísticas necessárias na narração de histórias e não na percepção dos estados mentais dos personagens.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: narrative abilities provide rich information about the linguistic, cognitive and social competences of children with typical language development and with SLI (Specific Language Impairment). Children with SLI present deficits in speech elaboration, which is generally confusing and repetitive. Furthermore, there may be difficulty with text organization, understanding the underlying time and cause-effect relationships and in the development of the structural knowledge needed for comprehension. AIM: to characterize the narration of stories by children with SLI regarding the type and content of speech and to compare their performance to that of their typically developing peers, matched according to the chronological age. METHOD: two groups participated in this study: Control Group (CG), 24 children with no language deficits and Research Group (RG), 8 children with the diagnosis of SLI. To elicit the narratives, a series of 15 stories were used, represented by illustrations containing four scenes each. These sequences were created and classified as mechanical, behavioral and intentional, according to the relationship established between the characters. RESULTS: children with SLI presented poorer narratives when compared to their typically developing peers, independent of the type of story which was presented. Moreover, children with SLI showed a similar perception of the mental states when compared to children with normal development. CONCLUSIONS: these results indicate that, regardless the type of story, children with SLI have difficulties in the use of language, that is, with the linguistic abilities necessary to narrate stories and not in the perception of the characters' mental state.
  • Presbyvertigo as a cause of dizziness in elderly Artigos Originais de Pesquisa

    Felipe, Lilian; Cunha, Luciana Cristina Matos; Cunha, Fabiana Carla Matos; Cintra, Marco Túlio Gualberto; Gonçalves, Denise Utsch

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: tontura é queixa freqüente na população geriátrica e interfere na qualidade de vida desses indivíduos. OBJETIVO: descrever as causas de tontura, correlacionar sintomas e alterações na prova calórica e verificar o impacto da presbivertigem como fator primário de tontura em população de idosos. MÉTODO: revisão do prontuário de 132 pacientes com mais de 60 anos e distúrbio do equilíbrio corporal, atendidos no ambulatório de Otoneurologia do Hospital das Clínicas da UFMG, no período de 1998 a 2007. As variáveis analisadas foram: dados epidemiológicos, história clínica, doenças associadas e resultado da prova calórica. Casos de vertigem de posição e suspeita de lesão central foram excluídos da análise. RESULTADOS: A amostra constou de 120 pacientes. A idade média foi de 70 anos, sendo 87 (71%) mulheres. Dentre os tipos de tontura, vertigem de alguns minutos de duração e freqüência diária foi mais freqüente. Em relação ao resultado da prova calórica, exame normal foi observado em 73% e, dentre os resultados alterados, hiporreflexia bilateral (presbivertigem) foi observada em 8%. Correlacionando-se com o tipo de tontura, hiporreflexia bilateral associou-se com instabilidade postural (p = 0,006; IC = 2 - 419). CONCLUSÃO: tontura no idoso tem causa multifatorial. Perda da função vestibular periférica pode estar relacionada à presbivertigem e deve ser considerada em pessoas idosas com desequilíbrio. Distúrbios metabólicos, psíquicos, disautonômicos, ortopédicos, visuais e de propriocepção podem ser causa de tontura em idosos com exame vestibular normal.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: dizziness is a frequent complaint in the geriatric population and has a negative impact in the life quality of these individuals. AIM: to correlate the types of dizziness and alterations in the caloric test and to verify the frequency of presbyvertigo in an elderly population with dizziness. METHOD: The records of 132 patients aged over 60 and with balance disturbance were reviewed. These patients were evaluated in the Otoneurology Service of the Clinical Hospital of the Federal University of Minas Gerais between the years of 1998 and 2007. The variables considered for analysis were: epidemiologic data, clinical history, associated diseases and the result of the caloric test. Patients with positional and central vertigo were excluded from the analysis. RESULTS: The research sample consisted of 120 patients, with an average age was of 70 years, being 71% (n=87) of sample women. Vertigo with the duration of a few minutes and of a daily frequency was the most frequent type of dizziness. In relation to the caloric test, normal results were observed in 73% of the sample. Altered results included unilateral weakness (14%), bilateral weakness (10%) and hyperactive caloric response (3%). Correlating the caloric test with the type of dizziness, bilateral weakness was associated with postural instability (p=0.006; IC=2 - 419). CONCLUSION: dizziness in elderly has many causes. Bilateral weakness of the vestibular function can be related to presbyvertigo and must be considered in aged individuals who present unbalance. Metabolic, psychiatric, disautonomic, orthopedic, visual and proprioceptive disturbances may be the cause of dizziness in aged individuals who present normal vestibular evaluation.
  • Auditory steady-state response in the auditory evaluation: clinical application Artigos Originais de Pesquisa

    Duarte, Josilene Luciene; Alvarenga, Kátia de Freitas; Garcia, Tatiana Manfrini; Costa Filho, Orozimbo Alves; Lins, Otávio G

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: a resposta auditiva de estado estável (RAEE) é um procedimento eletrofisiológico que permite avaliar ao mesmo tempo os limiares auditivos de várias freqüências em ambas às orelhas, reduzindo assim o tempo de teste, e permite estimular até níveis próximos a 125dB HL, caracterizando assim a audição residual. OBJETIVO: verificar a aplicabilidade da RAEE para determinar os limiares auditivos nos diferentes graus de perda auditiva neurossensorial coclear. MÉTODO: foram avaliados 48 indivíduos com idade entre sete e trinta anos e diferentes graus de perdas auditivas. A Audiometria Tonal Liminar (ATL) e a RAEE foram avaliadas nas seguintes freqüências portadoras, 0,5; 1; 2 e 4k Hz. As freqüências portadoras na RAEE foram moduladas em amplitude e freqüência, com estimulação múltipla e dicótica nas perdas auditivas de grau leve e moderado. Estimulação simples foi utilizada nos outros graus de perdas auditivas. RESULTADOS: houve associação significante (p < 0,01) entre os limiares obtidos na ATL e RAEE para todas as freqüências testadas, principalmente para perdas auditivas de grau profundo. Contudo em alguns pacientes o grau da perda auditiva pode ser super-estimado. CONCLUSÃO: a RAEE pode ser utilizada para predizer os limiares auditivos da ATL, porém não deve ser analisada de forma isolada, mas de forma complementar a avaliação audiológica comportamental.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: the auditory steady state response (ASSR) is an electrophysiological procedure that evaluates, at the same time, the hearing thresholds of both ears at various frequencies. This procedure reduces the time of testing and enables the stimulation of levels close to 125dB HL, characterizing residual hearing. AIM: to verify the applicability of the ASSR to determine the hearing thresholds in different levels of sensorineural hearing loss. METHOD: 48 individuals aged 7-30 years, with different levels of hearing loss were assessed. The Pure tone Audiometry (PTA) and the ASSR were carried out in following carrier frequencies 0.5; 1; 2 and 4k Hz. The carrier frequencies in the ASSR were modulated in amplitude and frequency, with multiple dicotic stimulation for mild and moderate hearing loss. Simple stimulation was used to test the other hearing deficit levels. RESULTS: there was a significant association (p<0.01) between the thresholds obtained in the PTA and in the ASSR for all of the tested frequencies, especially for the severe levels. However, for some patients, the hearing loss level was overestimated in the ASSR. CONCLUSION: the ASSR can be used to estimate the PTA threshold; nevertheless, it should not be analyzed in an isolated way, but seen as a complementary procedure to the behavioral auditory assessment.
  • Relations between the Autistic Behavior Checklist (ABC) and the functional communicative profile Artigos Originais de Pesquisa

    Fernandes, Fernanda Dreux Miranda; Miilher, Liliane Perroud

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: as alterações de comunicação e linguagem têm sido propostas como um dos três elementos fundamentais para a caracterização e o diagnóstico dos distúrbios globais do desenvolvimento (DGD). A Autistic Behavior Checklist (ABC) tem sido utilizada em diversas pesquisas, pois possibilita uma aplicação simples, que pode ser realizada a partir de amostras filmadas de comportamento, entrevistas com pais ou terapeutas, e pode ser utilizada por profissionais das áreas da saúde e da educação. OBJETIVO: a proposta deste estudo envolve a verificação das correlações entre o perfil funcional da comunicação e as diferentes pontuações na ABC. O objetivo geral desta pesquisa é identificar a possibilidade de contribuição da avaliação fonoaudiológica de crianças e adolescentes incluídos no espectro autístico a partir da verificação de relações entre seu desempenho comunicativo e a pontuação obtida na ABC. MÉTODO: foram sujeitos desta pesquisa 117 crianças e adolescentes, entre 2 e 16 anos de idade, já atendidos ou em atendimento no Laboratório de Investigação Fonoaudiológica em Distúrbios Psiquiátricos da Infância do Curso de Fonoaudiologia da Faculdade de Medicina da USP. RESULTADOS: indicaram a existência de correlações negativas entre a pontuação na ABC e a interatividade e complexidade da comunicação. As poucas correlações entre a sub-escala de linguagem e os outros dados sugerem a dissociação entre a descrição propiciada pela ABC e os critérios sugeridos pelo DSM-IV e pela CID-10 para o diagnóstico de autismo. CONCLUSÃO: a busca de critérios objetivos para a determinação de sub-grupos no espectro autístico permanece um desafio.

    Abstract in English:

    BACKGROUD: language and communication disorders are proposed as one of the three fundamental criteria for the description or diagnosis of pervasive developmental disorders (PDD), along with social disabilities and a narrow focus of interest. This way, the determination of simple procedures that can be used by health and education professionals to identify the persons that need specialized services is essential. The Autistic Behavior Checklist (ABC) is being used in several studies because it allows simple application and may be based on filmed behavior samples, interviews with parents or therapists. Its' results, on the other side, had been tested for a few decades and been shown reliable. AIM: the general aim of this study is to verify the possibility that the assessment of the relation between communicative profile and the ABC score contributes to the diagnostic process of persons with disorders of the autistic spectrum. METHOD: subjects were 117 children and adolescents with ages between 2 and 16 years attending language therapy. RESULTS: were statistically analyzed and indicated that there are negative correlations between the ABC scores and communicative interaction and complexity. The small amount of correlations between language sub-scale and the other data suggest that there is a dissociation of the description provided by the ABC and the criteria proposed by the DSM-IV and the ICD-10 to the diagnosis of autism. CONCLUSION: the search for objective criteria to determine subgroups of the autistic spectrum remains a challenge.
  • Relationship between the motor development of the body and the acquisition of oral skills Artigos Originais de Pesquisa

    Telles, Mariângela Silva; Macedo, Célia Sperandeo

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: a literatura aponta para a influência da postura corporal sobre as habilidades orais em crianças com desenvolvimento sensório-motor alterado. Em crianças normais existem poucos estudos sobre essa relação. OBJETIVO: estudar em crianças a termo a relação entre habilidades motoras e habilidades motoras orais, desde 1 dia de vida até 24 meses de idade. MÉTODO: 42 crianças foram filmadas com 1 dia, 1 mês, 2, 3, 4, 5, 6, 9,12 e 24 meses nas posições supino, prono, sentado e em pé e durante alimentação com amamentação / mamadeira (até 5 meses), uso de colher para alimentação pastosa (3 aos 12 meses), uso de copo para água ou suco (6 aos 24 meses) e alimento sólido (6 aos 24 meses). Estabeleceram-se escores de quantificação para o desenvolvimento corporal e habilidades orais e utilizou-se o coeficiente de correlação de Pearson para o estudo estatístico, adotando-se nível de significância de 5%. RESULTADOS: os resultados do desenvolvimento motor apontaram para semelhança de dados entre supino e prono e sentado e em pé; para as habilidades orais (durante a alimentação com mamadeira/amamentação, colher, copo, mastigação) constatou-se em cada modalidade de alimentação, homogeneidade de aquisição de habilidades para lábios, língua e mandíbula. Houve associação entre habilidades motoras e orais; resultados apontam que o desenvolvimento motor (habilidades motoras) se deu antes das orais desde o 5° ao 24° mês e que as habilidades de mandíbula em copo e colher ocorreram antes das habilidades de lábios e língua. CONCLUSÃO: houve crescente aquisição de habilidades motoras e orais, variabilidade de habilidades em idades entre 3 e 24 meses e associação entre habilidades motoras e orais.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: the literature points to the influence of body posture on the oral skills of children which sensorimotor deficits. Only a few studies with normal children exist on this subject. AIM: to study the relationship between motor skills and oral motor skills in children, from the first day of life to 24 months of age. METHOD: 42 children were video recorded at the first day of life, and at 1, 2, 3, 4, 5, 6, 9, 12 and 24 months of age. Recordings were made in the following postures: supine, prone, seated, standing and during breast and bottle feeding (until 5 months), using spoon (purée: 3 - 12 months); cup (water or juice: 6 - 24months) and eating solid food (6 -24 months). Quantitative scores for body motor development and oral skills were established; and for the statistical analysis the Pearson Correlation Coefficient Test was used with a significance level of 5%. RESULTS: the results of motor development point to similar data between supine, prone, seated and standing positions; for the oral motor skills (during feeding/ breastfeeding, using spoon, cup and chewing). A similarity was observed in the acquisition of motor abilities related to the lips, tongue and jaw in each of the feeding situations. There was an association between the motor and the oral motor skills; the results indicate that the motor development (motor skills) occurred prior to the development of the oral skills from the 5th to 24 months and that the skills related to the jaw when using a cup and spoon occurred prior to the development of the skills related to the lips and tongue. CONCLUSION: there was a growing increase in the acquisition of motor and oral skills along the ages, as well as a variability of skills in the ages between the 3rd and 24 months and a significant association between the motor and oral skills.
  • Brainstem auditory evoked potentials as a method to assist the diagnosis of brain death Artigos Originais de Pesquisa

    Jardim, Mônica; Person, Osmar Clayton; Rapoport, Priscila Bogar

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico aplicado em morte encefálica. OBJETIVO: verificar a concordância entre o resultado do Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico e o desfecho do quadro clínico, em pacientes em coma Glasgow 3, por meio da análise do padrão de resposta elétrica do teste. MÉTODO: estudo tipo transversal realizado em 30 pacientes em coma Glasgow 3 submetidos ao Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico e acompanhados quanto ao desfecho clínico após o teste: recuperação ou óbito. O teste seria considerado positivo para morte encefálica ao registrar com reprodutibilidade ausência de todas as ondas ou presença de apenas a onda I, e considerado negativo na presença de duas ou mais ondas independentes de suas latências. RESULTADOS: entre os pacientes que apresentaram testes positivos para morte encefálica (86,66%), todos foram a óbito e o único paciente que se recuperou apresentou teste negativo indicando especificidade de 100%. Observou-se consistência interna dos dados, com coeficiente de correlação intraclasse de 0,562 por meio do Teste Alfa de Cronbach e concordância significativa entre o teste e o desfecho clínico por meio do Teste de Concordância de Kappa (K = 0,545; p = 0,015), com intervalo de confiança de 95%. CONCLUSÃO: para o presente estudo o Potencial Evocado Auditivo de Tronco encefálico demonstrou ser um teste altamente específico na predição de óbito em pacientes em coma Glasgow 3, e possibilitou auxiliar o diagnóstico de morte encefálica.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: brainstem auditory evoked potentials in brain death. AIM: to verify the agreement between the response in the auditory brainstem audiometry and the clinical outcome, analyzing the pattern of responses to electric stimulation. METHOD: a cross-sectional study performed in 30 patients with Glasgow coma score of 3, submitted to the auditory brainstem audiometry and followed up until their clinical outcome: recovery or death. The test was considered positive to brain death when there was no registry of waves or when there was only the registry of wave I; and negative when there were two or more waves, independently of their latencies. RESULTS: Among the patients who presented positive results for brain death (86.66%), all died; the only patient who recovered presented a negative result, indicating a specificity of 100%. Internal consistency of data was also observed, with an intraclass correlation coefficient of 0.562, obtained using the Cronbach´s test; and a significant agreement between the test and the clinical outcome using the Kappa´s test, with a confidence interval of 95% (K = 0.545; p = 0.015). CONCLUSION: in the present study, the brainstem auditory evoked potential demonstrated to be highly specific in death prediction of patients in Glasgow coma score of 3, and was useful in assisting the diagnosis of brain death.
  • Fluency shaping with surface electromyography: a pilot study Carta Sobre Pesquisa

    Andrade, Claudia Regina Furquim de; Sassi, Fernanda Chiarion; Juste, Fabiola Staróbole; Ercolin, Beatriz

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: utilização de recursos tecnológicos para promoção da fluência. OBJETIVO: verificar a efetividade de um tratamento para gagueira baseado exclusivamente no uso da eletromiografia de superfície (EMGS). MÉTODO: participaram desse estudo quatro adultos gagos de ambos os sexos. A avaliação pré e pós-tratamento consistiu de uma sessão para coleta de amostra de fala, análise da tensão muscular de repouso e do tempo de reação para fala. O tratamento consistiu de 12 sessões de 20 minutos, monitoradas pela EMGS. RESULTADOS: observou-se redução estatisticamente significante das disfluências gagas e comuns. Os demais parâmetros, bem como a variação dos dados eletromiográficos, não apresentaram variação estatisticamente significante. CONCLUSÃO: a EMGS mostrou-se eficaz na redução da gagueira, sem a necessidade de associação com outras técnicas de promoção da fluência.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: the use of a technological resource in fluency promotion. AIM: to verify the effectiveness of a stuttering treatment based on the use of surface electromyography (SEMG) exclusively. METHOD: participants were four stuttering adults of both genders. Assessment, pre and post-treatment, consisted of a speech gathering session and the analyses of the rest tension and of the reaction time for speech. Treatment consisted of twelve twenty minute training sessions monitored by SEMG. RESULTS: there was a statistically significant reduction in the number of stuttering-like disfluencies (p = 0.094) and in the number of other disfluencies (p = 0.014). The other parameters, as well as differences in the electromyographic measurements, did not present significant variation. CONCLUSION: SEMG proved to be effective in the reduction of stuttering, with no need of association to other techniques.
  • The large vestibular aqueduct syndrome: a cause of neurosensory dysacusia Artigo de Estudo de Caso

    Silva, Daniela Polo Camargo da; Montovani, Jair Cortez; Oliveira, Danielle Tavares; Fioravanti, Marisa Portes; Tamashiro, Ivanira Ayako

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: a síndrome do aqueduto vestibular alargado (SAVA) é caracterizada pelo alargamento do aqueduto vestibular associada a disacusia. O grau da perda auditiva é variável, podendo ser flutuante, progressiva ou súbita. Sintomas vestibulares podem estar presentes. O diagnóstico é realizado por exames de imagem. OBJETIVO: relatar um caso de SAVA. MÉTODO: lactente, gênero feminino, realizou tomografia computadorizada de ouvidos e exames de audição. RESULTADO: constatou-se alargamento do aqueduto vestibular maior que 1,5mm de diâmetro e perda auditiva neurossensorial à direita. CONCLUSÃO: com a avaliação auditiva precoce é possível o diagnóstico da disacusia, mesmo em crianças com disacusias unilaterais. Embora a literatura consultada mostre que o diagnóstico da SAVA ocorra tardiamente, no presente caso, o diagnóstico etiológico foi possibilitado pela tomografia computadorizada.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: the large vestibular aqueduct syndrome (LVAS) is characterized by the enlargement of the vestibular aqueduct associated with sensorioneural hearing loss. The level of hearing loss varies and may be fluctuant, progressive or sudden. Vestibular symptoms may be present. The diagnosis is reached by imaging methods. AIM: To report an LVAS case. METHOD: a female infant was submitted to a computerized tomography of the ears and to audiologic tests. RESULTS: enlargement of the vestibular aqueduct of more than 1.5mm and sensorioneural hearing loss in the right ear were observed. CONCLUSION: with an early hearing evaluation it is possible to diagnose hearing loss, even in children were this loss is unilateral. Although the literature indicates that the diagnosis of LVAS occurs at a later age, in this case the etiologic diagnosis was enabled by computerized tomography.
Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda. Condomínio Alphaville Conde Comercial, Rua Gêmeos, 22, 06473-020 Barueri , São Paulo/SP, Tel.: (11) 4688-2220, Fax: (11) 4688-0147 - Barueri - SP - Brazil
E-mail: revista@profono.com.br