Accessibility / Report Error

Os "daltônicos" e suas dificuldades: condição negligenciada no Brasil?

Colorblind individuals and their difficulties: a neglected condition in Brazil?

Débora Gusmão Melo José Eduardo Vitorino Galon Bruno José Barcellos Fontanella Sobre os autores

O termo "discromatopsia congênita" ("daltonismo") designa os defeitos de visão cromática, cuja taxa de prevalência entre homens é de 6% a 10%. Este estudo investigou as percepções de discromatópsicos quanto ao diagnóstico, suas dificuldades e mecanismos de enfrentamento do problema. Foi realizada pesquisa com metodologia clínica-qualitativa, na qual participaram 13 homens universitários, compondo uma amostra intencional, fechada por saturação teórica. Os dados foram coletados por meio de entrevistas individuais semiestruturadas. Os relatos foram gravados, transcritos e compuseram um corpus investigado pela técnica de análise de conteúdo categorial temática. Os participantes relataram dificuldades objetivas e subjetivas com materiais didáticos, práticas de ensino, interações com colegas e professores, já a partir do início da socialização secundária. Posteriormente, foram referidas, sobretudo, dificuldades relacionadas à decodificação de sinais de trânsito. Os participantes desenvolveram algumas habilidades de enfrentamento dessas dificuldades, mas aguardam ações a serem desencadeadas pelos poderes públicos, dirigidas ao atendimento das suas necessidades sociais, educacionais e trabalhistas.

transtornos da visão; visão de cores; defeitos da visão cromática; pesquisa qualitativa


PHYSIS - Revista de Saúde Coletiva Instituto de Medicina Social Hesio Cordeiro - UERJ, Rua São Francisco Xavier, 524 - sala 6013-E- Maracanã. 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil, Tel.: (21) 2334-0504 - ramal 268, Web: https://www.ims.uerj.br/publicacoes/physis/ - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: publicacoes@ims.uerj.br