Processo decisório do aborto provocado: vivência de mulheres

Decision of induced abortion: experience of women

Danyelle Leonette Araújo dos Santos Rosineide Santana de Brito Sobre os autores

Pesquisa interpretativa, em abordagem qualitativa, cujo objetivo foi analisar a vivência de mulheres no processo decisório do aborto provocado. Para tanto, foram entrevistadas 19 mulheres internadas em situação de aborto, no período de março a agosto de 2013, em uma maternidade-escola, situada em Natal, Rio Grande do Norte, Brasil. A análise das narrativas ocorreu com base nos referenciais teórico-metodológicos da Teoria Fundamentada nos Dados e do Interacionismo Simbólico. Os resultados revelaram que as mulheres, ao suspeitarem da gravidez, realizaram diversos exames diagnósticos para confirmá-la. Tal confirmação as levou a vivenciar sentimentos negativos, relacionados ao reconhecimento do aborto como única alternativa possível. Dentre os principais motivos referidos por elas para interromperem a gravidez destacaram-se as dificuldades financeiras e o tipo de relacionamento amoroso. Espera-se que os dados obtidos nesta pesquisa possam ampliar as discussões sobre o fenômeno do aborto provocado, minimizando o estigma social imposto àquelas que o realizam

Aborto induzido; Saúde da Mulher; Saúde Pública


IMS-UERJ PHYSIS - Revista de Saúde Coletiva, Instituto de Medicina Social Hesio Cordeiro - UERJ, Rua São Francisco Xavier, 524 - sala 6013-E- Maracanã, 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ, Tel.: (21) 2334-0504 - ramal 268 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: publicacoes@ims.uerj.br