As novas tecnologias reprodutivas: uma revolução a ser assimilada

The new reproductive technologies: a revolution to be assimilated

Les nouveaux technologies reproductrices: ine révolution a assimiler

Este estudo discute as novas tecnologias reprodutivas, também conhecidas como reprodução assistida. Elas são enfocadas como o cume do processo de medicalização da sexualidade e da reprodução, que historicamente forjou noções sobre o corpo, a sexualidade, o homem, a mulher, a gravidez, o parto, o aleitamento, a infância, assumindo um papel exemplar de normalização social. Mostra, particularmente, como os paradoxos da reprodução assistida são ofuscados pelo investimento feito pela mídia nesses novos fenômenos do campo médico, deixando na sombra seus efeitos duvidosos e a forma limitada como essas tecnologias são avaliadas no campo científico.

Reprodução assistida; medicalização social; tecnologia


IMS-UERJ PHYSIS - Revista de Saúde Coletiva, Instituto de Medicina Social Hesio Cordeiro - UERJ, Rua São Francisco Xavier, 524 - sala 6013-E- Maracanã, 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ, Tel.: (21) 2334-0504 - ramal 268 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: publicacoes@ims.uerj.br