Promoção das Práticas Corporais/ Atividade Física nos programas de governos presidenciais do Brasil (2018): diferentes caminhos, diferentes intencionalidades

Body practices/ physical activity promotion in Brazilian presidential government programs (2018): different proposals, different goals

Paulo Henrique Guerra Douglas Roque Andrade Mathias Roberto Loch Sobre os autores

Resumo

Este estudo buscou identificar estratégias e intencionalidades relativas à promoção das práticas corporais / atividade física (PCAF) nas propostas de governo (PG) presidenciais (2018). Em posse das PG, realizamos leituras e buscas por termos relacionados a temática das PCAF. Para a análise dos dados, usamos elementos da análise de conteúdo temática. Em apenas seis (46,2%) das 13 PG deferidas foram encontradas menções às PCAF. Em cinco PG identificamos estratégias relacionadas ao esporte de recreação e em quatro às PCAF no ambiente escolar. Quanto às intencionalidades, percebemos desde aquelas mais ligadas à melhoria de aspectos clínicos de saúde e enfrentamento ao uso de drogas até as que assumem o entendimento do acesso das PCAF como direito de todos. Concluímos que o acesso às PCAF ainda não é reconhecido enquanto direito de todas as pessoas, uma vez que mais da metade das PG sequer apresenta menção ao tema e que as PG que abordaram esta temática diferiram bastante tanto em relação a suas estratégias e intencionalidades para sua promoção, indicando que o discurso sobre a promoção das PCAF pode servir a diferentes projetos de país, sendo necessária uma análise criteriosa a respeito de seus caminhos e intencionalidades.

Palavras-chave:
atividades motoras; política pública; democracia; programas de governo

IMS-UERJ PHYSIS - Revista de Saúde Coletiva, Instituto de Medicina Social Hesio Cordeiro - UERJ, Rua São Francisco Xavier, 524 - sala 6013-E- Maracanã, 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ, Tel.: (21) 2334-0504 - ramal 268 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: publicacoes@ims.uerj.br