Modelos de atenção à saúde: demanda inventada ou oferta renovada? Algumas considerações sobre modelos de intervenção social em saúde

Health Care Models: a Made·up Demand or a Renewed Supply? Some Considerations on Social Intervention in Health

Modeles d' Attention en Santé: demande Inventée ou Offre Rénouvellée? Quelques Considerations sur Modeles d'Intervention Social e en Santé

Roseni Pinheiro Kenneth Rochelde Camargo Jr Sobre os autores

O presente trabalho visa a discutir os modelos de atenção à saúde no âmbito das políticas do Estado brasileiro e sua relação com a medicina ocidental contemporânea. Os autores analisam sucintamente a importância do projeto iluminista na determinação histórica, social e cultural da medicina ocidental como uma racionalidade hegemônica do planejamento e organização desses modelos. Em seguida discutem o papel da tecnocracia estatal na produção e reprodução dessa racionalidade. Para encerrar, apresentam algumas considerações, res saltando a insuficiência desses modelos para solucionar os problemas de saúde da população.

Serviços de saúde; modelos assistenciais em saúde; políticas de saúde


IMS-UERJ PHYSIS - Revista de Saúde Coletiva, Instituto de Medicina Social Hesio Cordeiro - UERJ, Rua São Francisco Xavier, 524 - sala 6013-E- Maracanã, 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ, Tel.: (21) 2334-0504 - ramal 268 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: publicacoes@ims.uerj.br