Segurança do Paciente na Atenção Primária em Saúde de um município brasileiro

Marcelo Pereira da Rocha Ingrid Soares Viana Iago Freitas Vieira Sobre os autores

Resumo

A adoção de práticas seguras pelos serviços de saúde afasta danos à saúde e mortes evitáveis em todos os níveis assistenciais. Este estudo objetivou compreender como se organizam as ações de segurança do paciente na concepção de profissionais da atenção primária em saúde de um município do estado da Bahia. Realizou-se pesquisa exploratória, de abordagem qualitativa, por meio de entrevistas presenciais e online com dois Enfermeiros e três Cirurgiões-Dentistas, com amplo conhecimento do assunto pesquisado e atuação nas equipes da atenção básica tradicionais e da Saúde da Família. Os dados foram analisados por meio de análise de conteúdo. Percebeu-se conhecimento insuficiente do tema pesquisado e a necessidade de o assunto entrar na pauta de discussão das equipes. Os relatos apontam que, na visão dos entrevistados, as ações relacionadas à segurança do paciente ainda não estão implantadas no local pesquisado. Identificou-se a necessidade de estruturação das ações voltadas a prevenção de eventos adversos e a institucionalização da segurança no cuidado em saúde.

Palavras-chave:
Segurança do Paciente; Atenção Primária à Saúde; Cultura Organizacional; Qualidade da Assistência à Saúde

IMS-UERJ PHYSIS - Revista de Saúde Coletiva, Instituto de Medicina Social Hesio Cordeiro - UERJ, Rua São Francisco Xavier, 524 - sala 6013-E- Maracanã, 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ, Tel.: (21) 2334-0504 - ramal 268 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: publicacoes@ims.uerj.br