Justiça como práxis, capacidades humanas e saúde

Justice as praxis, human capabilities and health

Carlos Dimas Martins Ribeiro Sobre o autor

Este trabalho objetiva discutir uma perspectiva de justiça voltada para as capacidades e necessidades dos indivíduos e sua aplicação no campo da saúde. Na introdução, são feitas duas observações gerais, com o intuito de contextualizar o tema da justiça distributiva ou social. Em seguida, explicita-se a visão ontológica dos seres humanos adotada nesta reflexão, baseada nos escritos do jovem Karl Marx. Em terceiro lugar, defende-se uma perspectiva da justiça - entendida como práxis - e sua aplicação no campo da saúde. Finalmente, são feitas algumas considerações, ressaltando a importância de estudos que conectem as reflexões sobre as teorias de justiça contemporâneas e as políticas públicas e, em especial, no campo da Saúde Coletiva, a partir da tradição marxista.

justiça social; capacidades e necessidades humanas; saúde; Karl Marx


IMS-UERJ PHYSIS - Revista de Saúde Coletiva, Instituto de Medicina Social Hesio Cordeiro - UERJ, Rua São Francisco Xavier, 524 - sala 6013-E- Maracanã, 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ, Tel.: (21) 2334-0504 - ramal 268 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: publicacoes@ims.uerj.br