Determinação das constantes K e alfa da equação de Mark-Houwink de poli(p-acetóxiestireno)

Determination of K and alpha constants of the Mark-Houwink equation of poly(p-acetoxystyrene)

O conceito de volume hidrodinâmico pode ser utilizado efetivamente com cromatografia de permeação em gel (GPC) e dados de viscosidade para calcular a massa molar de uma variedade de polímeros. Neste trabalho, as constantes da equação de Mark-Houwink para os homopolímeros de poli(p-acetóxiestireno) (PASt) foram determinadas pela correlação dos valores de massa molar ponderal média (<IMG SRC="/img/revistas/po/v14n2/21574s1.gif">) determinados por cromatografia de permeação em gel (GPC) relativos a padrões de poliestireno, com as correspondentes medidas de viscosidade intrínseca [<IMG SRC="/img/revistas/po/v14n2/21574s3.gif">] em soluções de THF a 25 °C. A massa molar viscosimétrica média (<IMG SRC="/img/revistas/po/v14n2/21574s2.gif">) de qualquer amostra de PASt desconhecida pode ser calculada medindo-se a viscosidade intrínseca da amostra, e aplicando-se então a equação de Mark-Houwink, utilizando-se os valores de K e alfa calculados, 1,442 x 10-2 g/ml e 0,695, respectivamente.

Intrinsic viscosity; molar mass; p-acetoxystyrene; synthesis


Associação Brasileira de Polímeros Rua São Paulo, 994, Caixa postal 490, São Carlos-SP, Tel./Fax: +55 16 3374-3949 - São Carlos - SP - Brazil
E-mail: revista@abpol.org.br