Accessibility / Report Error

Características da personalidade de pais incestuosos por meio do Rorschach, conforme o Sistema Compreensivo

Characteristics of the personality of incestuous fathers through Rorschach Method according to the Comprehensive System

Lilian Pasqualini-Casado Lucilena Vagostello Anna Elisa de Villemor-Amaral Regina Gattas do Nascimento Sobre os autores

Adotando-se os critérios legais de estupro (artigo 213 do Código Penal Brasileiro) como delimitações para essa conduta ou sintoma interpessoal, a finalidade desse estudo foi a de investigar características da personalidade de indivíduos responsabilizados criminalmente por estupros incestuosos. Participaram do estudo três adultos do sexo masculino, com semelhantes condições sociais, demográficas e educacionais, presos em uma penitenciária do estado de São Paulo pelos estupros das filhas biológicas. Os dados foram coletados por meio de entrevista e do Método de Rorschach, no Sistema Compreensivo de Exner (2003). Para a análise dos resultados foram selecionadas as seguintes variáveis: defensividade, autopercepção, capacidade de autocontrole, relacionamentos e percepção interpessoal, afeto e processos cognitivos aplicados na adaptação à realidade social. Ainda que estupradores não se constituam como um grupo homogêneo e que não haja um padrão de características universais que os represente, os principais resultados permitiram constatar a insuficiência de recursos subjetivos aplicados à percepção de si mesmos e à percepção do outro, dados que foram convergentes com os comumente retratados na literatura sobre psicologia de agressores sexuais.

Técnicas projetivas; Método de Rorschach; traços de personalidade; agressões sexuais


Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Rua Ramiro Barcelos, 2600 - sala 110, 90035-003 Porto Alegre RS - Brazil, Tel.: +55 51 3308-5691 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: prc@springeropen.com