Accessibility / Report Error

Monitoramento do vetor de médias e da matriz de covariâncias de processos multivariados baseado nas médias e nas amplitudes amostrais

Os gráficos conjuntos de <img src="/img/revistas/prod/2011nahead/aop_t6_0002_0329.jpg" /> e R e <img src="/img/revistas/prod/2011nahead/aop_t6_0002_0329.jpg" /> e S² são os mais utilizados para o monitoramento da média e da dispersão do processo. Com os tamanhos de amostra usuais de 4 e 5, os gráficos de <img src="/img/revistas/prod/2011nahead/aop_t6_0002_0329.jpg" /> e R em uso conjunto são ligeiramente inferior aos gráficos de <img src="/img/revistas/prod/2011nahead/aop_t6_0002_0329.jpg" /> e S² em uso conjunto em termos da eficiência em detectar alterações no processo. Neste artigo, mostra-se que para o caso multivariado, os gráficos baseados nas médias amostrais padronizadas e amplitudes amostrais (gráfico MRMAX) ou nas médias amostrais padronizadas e variâncias amostrais (gráfico MVMAX) são similares em termos da eficiência em detectar alterações no vetor de médias e/ou na matriz de covariâncias. A familiaridade do usuário com o cálculo de amplitudes amostrais é um aspecto favorável do gráfico MRMAX. Um exemplo é apresentado para ilustrar a aplicação do gráfico proposto.

Gráficos de controle; Vetor de médias; Matriz de covariância; Processos multivariados


Associação Brasileira de Engenharia de Produção Av. Prof. Almeida Prado, Travessa 2, 128 - 2º andar - Room 231, 05508-900 São Paulo - SP - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: production@editoracubo.com.br