Accessibility / Report Error

HORMÔNIOS NA PRODUÇÃO DE MODOS DE SUBJETIVAÇÃO: ATUANDO CONTROVÉRSIAS

LAS HORMONAS EN LA PRODUCCIÓN DE MODOS DE SUBJETIVACIÓN: ACTUANDO CONTROVERSIAS

HORMONES IN THE PRODUCTION OF FORMS OF SUBJECTIVATION: ACTING CONTROVERSIES

Resumo

Este artigo visa analisar agenciamentos produzidos pelos hormônios na conformação de modos de subjetivação contemporâneos. A abordagem teórico-metodológica adotada se alinha aos estudos de Michel Foucault, especialmente em seus escritos sobre modos de subjetivação, e se aproxima de alguns conceitos postulados por pesquisadores alinhados à Teoria Ator-Rede (TAR), que nos ajudam a compreender aspectos relativos aos hormônios como atuantes na conformação dos modos de subjetivação. O corpus de análise foi constituído a partir de vídeos disponibilizados publicamente pela indústria farmacêutica Bayer, totalizando 34 vídeos. Concluímos que os hormônios têm produzidos efeitos diversos, entre eles a atualização do modelo binário de sexo, que, entre outras coisas, associa a mulher à função reprodutiva e os homens ao exercício da sexualidade. Tais premissas normatizadoras instituem determinados modos de subjetivação e constrangem a diversidade e a plasticidade.

Palavras-chave:
Hormônios; Modos de Subjetivação; Dispositivo; Ator-rede

Associação Brasileira de Psicologia Social Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal de Pernambuco, Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH), Av. da Arquitetura S/N - 7º Andar - Cidade Universitária, Recife - PE - CEP: 50740-550 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: revistapsisoc@gmail.com