“FIQUE EM CASA”: A GESTÃO DE RISCOS EM CONTEXTOS DE INCERTEZA

"QUEDA-TE EN CASA": GESTIÓN DE RIESGOS EN CONTEXTOS DE INCERTIDUMBRE

“STAY AT HOME”: RISK MANAGEMENT IN CONTEXTS OF UNCERTAINTY

Mary Jane Paris Spink Sobre o autor

Resumo

Partindo do pressuposto de que há lacunas no conhecimento sobre o novo coronavírus, este ensaio versa sobre a gestão de riscos em situações de incerteza. Inicia-se situando a pandemia de SARS CoV-2 e as características que nos levam a afirmar que há zonas de incertezas a ele associadas. A seguir, introduz-se a noção de gerenciamento de riscos como preâmbulo para uma breve síntese das medidas governamentais adotadas para controle da epidemia. Nesse enquadre é problematizada a “dança das palavras,” focalizando as estratégias de distanciamento social, discussão que leva à comunicação sobre risco e suas implicações para a adesão às medidas de distanciamento social no enquadre das teorizações sobre percepção de risco. Conclui-se, propondo que a contribuição da Psicologia Social, nessas situações, requer duas habilidades: de um lado, a comunicação sobre riscos e, de outro, entender como essas informações são processadas e significadas em distintos segmentos sociais.

Palavras-chave:
Distanciamento social; Covid-19; SARS; Gestão de riscos; Incerteza

Associação Brasileira de Psicologia Social Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal de Pernambuco, Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH), Av. da Arquitetura S/N - 7º Andar - Cidade Universitária, Recife - PE - CEP: 50740-550 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: revistapsisoc@gmail.com