Accessibility / Report Error

O cotidiano institucional do Método Mãe Canguru na perspectiva dos profissionais de saúde

Institutional daily of Kangaroo Mother Care in the health worker's point of view

O Método Mãe Canguru apresenta-se como uma política de humanização hospitalar. Este estudo analisou a dinâmica institucional que permeia o funcionamento do Método Mãe Canguru na perspectiva dos profissionais de saúde, a partir da perspectiva da Etnografia Institucional. A pesquisa mostrou que embora alguns profissionais se diferenciem no tratamento com as usuárias, a maioria deles desconsidera o papel ativo da mãe nesse método de intervenção, utilizando o poder institucional como forma de controle social para manter as mães desinformadas sobre a possibilidade de deixar a maternidade. Ressalta-se, assim, que a implantação desse programa requer não só o treinamento da equipe, devendo ser levado em consideração a complexidade social, econômica e emocional dos profissionais e as limitações estruturais do sistema de saúde pública.

Método Mãe Canguru; etnografia institucional; profissionais da saúde


Associação Brasileira de Psicologia Social Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal de Pernambuco, Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH), Av. da Arquitetura S/N - 7º Andar - Cidade Universitária, Recife - PE - CEP: 50740-550 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: revistapsisoc@gmail.com