Materialismo histórico e definição de psíquico

Historical materialism and definition of psychic

No Brasil, autores de referência no campo da Saúde Mental e trabalho vêm trabalhando no sentido de demarcar o objeto da Psicologia com base no materialismo histórico, em função de uma série de insuficiências teóricas detectadas na ciência psicológica. Este artigo analisa as fontes teóricas da definição de psíquico utilizada por Codo e colaboradores baseados no materialismo histórico em seus estudos sobre o sofrimento psíquico e trabalho, identifica suas deficiências teóricas e mostra as razões pelas quais os autores não conseguiram superar a noção de psíquico psicanalítica como se propuseram. Indica, por fim, uma hipótese teórica baseada na definição de práxis, para um avanço na compreensão das relações entre sofrimento psíquico e trabalho que não se reporte a posições metafísicas como fizeram os autores analisados.

materialismo histórico; definição de psíquico; práxis


Associação Brasileira de Psicologia Social Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal de Pernambuco, Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH), Av. da Arquitetura S/N - 7º Andar - Cidade Universitária, Recife - PE - CEP: 50740-550 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: revistapsisoc@gmail.com