O aprendizado da utilização da substituição sensorial visuo-tátil por pessoas com deficiência visual: primeiras experiências e estratégias metodológicas

The learning of the use of the tactile-vision sensory substitution by people with visual disability: first experiences and methodological strategies

O sistema de substituição tátil-visual (TVSS) é uma tecnologia assistiva criada para ajudar deficientes visuais a perceberem aspectos visuais de seu ambiente através do tato e contribuir para sua inclusão social. Para melhor entender o processo de aprendizagem dessa tecnologia, quatro participantes cegos foram treinados com o Brainport®, a última versão do TVSS, onde imagens visuais transformadas são exploradas pela língua. O artigo objetiva de investigar o estágio inicial desse processo de aprendizagem, em termos tanto do desempenho dos participantes quanto da qualidade de sua experiência. O treinamento, conduzido de acordo com um método clínico-pedagógico, produziu dados em terceira pessoa e em primeira pessoa. Os dados foram obtidos através de registros de desempenho e de entrevistas de explicitação. Os resultados mostram que as maiores dificuldades surgidas foram relativas ao acoplamento sensório-motor, aos movimentos do corpo e da cabeça e à dissonância entre as expectativas e a qualidade da experiência perceptiva.

cognitive technology; assistive technology; sensory substitution; visual impairment; technology learning


Associação Brasileira de Psicologia Social Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal de Pernambuco, Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH), Av. da Arquitetura S/N - 7º Andar - Cidade Universitária, Recife - PE - CEP: 50740-550 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: revistapsisoc@gmail.com