Dependência de álcool, cocaína e crack e transtornos psiquiátricos

Alcohol, cocaine, and crack dependence and psychiatric disorders

Morgana Scheffer Graciela Gema Pasa Rosa Maria Martins de Almeida Sobre os autores

Este estudo objetivou verificar a frequência de transtornos psiquiátricos em dois grupos de dependentes químicos, cocaína/crack e álcool/cocaína/crack, por meio do Mini International Neuropsychiatric Interview (M.I.N.I Plus). Foram entrevistados 32 indivíduos do sexo masculino, com idade média de 27,65 (DP=7,38) anos. A maioria tinha Ensino Fundamental incompleto (34,37%), era solteira (81,25%) e relatou história familiar de consumo de álcool (76,5% - grupo cocaína/crack; 53,3% - grupo álcool/cocaína/crack). O período médio de abstinência era de 33,05 (DP=19,52) dias. Os resultados mostraram uma frequência maior de Transtorno do Humor nos dois grupos. Embora a diferença não tenha sido estatisticamente significativa, os dependentes de álcool/cocaína/crack apresentaram, adicionalmente, alta frequência de Transtorno de Personalidade, sugerindo a necessidade de tratamento diferencial para essa população.

drogas; comorbidades; transtornos psiquiátricos; população masculina


Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília, 70910-900 - Brasília - DF - Brazil, Tel./Fax: (061) 274-6455 - Brasília - DF - Brazil
E-mail: revistaptp@gmail.com
Accessibility / Report Error