Percepção e Enfrentamento do Psicossomático na Relação Médico-Paciente1 1 Agradecimentos: Gostaríamos de agradecer a participação da psicóloga Tatiana Espinha que, no início desta pesquisa, foi responsável pelas entrevistas.

Perceiving and Facing the Psychosomatic in the Physician-Patient Relationship

Vera Lucia Pereira Alves Daniela Dantas Lima Sobre os autores

RESUMO

Com o objetivo de compreender a vivência de médicos no atendimento a pacientes psicossomáticos, foi realizada uma pesquisa qualitativa e fenomenológica com quatro profissionais da medicina. A compreensão das entrevistas mostra que as condutas perfazem um percurso iniciado por um diagnóstico, seguido de uma mobilização pessoal que os conduz a tentativas de reorganizar a relação médico-paciente e a utilizar algumas terapêuticas, bem como demonstram seu despreparo na abordagem do tema. Esse percurso é compreendido de acordo com o modelo biomédico que rege as concepções e práticas apreendidas desde a graduação. No entanto, essa formação gera dificuldades no manejo de aspectos psicológicos, e não apenas dos referidos como elementos psicogênicos do adoecimento, típicos das compreensões psicossomáticas. Evidencia-se uma aprendizagem médica em que se dá mais atenção à doença do que ao ser que adoece.

Palavras-chave:
medicina psicossomática; medicina; doença psicossomática; educação médica; psicologia médica; relação médico-paciente

Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília, 70910-900 - Brasília - DF - Brazil, Tel./Fax: (061) 274-6455 - Brasília - DF - Brazil
E-mail: revistaptp@gmail.com