Julgamento Moral do Aborto: Influência da Atitude Prévia, Princípios Deontológicos e Utilitaristas

Abortion Moral Judgement: Influence of Previous Attitude, Deonthological and Utilitarian Principles

Juicio Moral del Aborto: Influencia de la Actiud Previa, Principios Deontológicos y Utilitaristas

Daniel Barbieri Ronaldo Pilati Sobre os autores

Resumo

Julgamentos morais fazem parte do cotidiano das pessoas e processos cognitivos são utilizados como base para a formulação de um julgamento moral. Este trabalho tem como objetivo mensurar o efeito covariante da atitude prévia em relação a um tema moral na relação entre a sobrecarga cognitiva e o julgamento de um cenário moral. O Experimento 1 testou a relação direta entre princípios morais (i.e., deontológico e utilitarista) e sobrecarga cognitiva em uma tarefa de julgamento moral. No Experimento 2, foi testada a interferência da atitude prévia em tarefa de julgamento moral. Em ambos os experimentos, a amostra foi composta por estudantes universitário, em sua maioria homens. Os resultados sugerem que a sobrecarga cognitiva induz um julgamento de origem deontológica e que a atitude prévia em relação a um objeto moral interfere significativamente na tarefa de julgamento moral independente do cenário.

Palavras-chave:
julgamento moral; atitude prévia; sobrecarga cognitiva

Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia R. Waldemar César da Silveira, 105, Vl. Cura D'Ars (SWIFT), Campinas - São Paulo, CEP 13045-510, Telefone: (19)3779-3771 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: revistapsico@usf.edu.br
Accessibility / Report Error