Validade incremental do Zulliger e do Pfister no contexto da toxicomania

Incremental validity of the Zulliger and Pfister in the contexto of drug addiction

Validez incremental del Zulliger y del Pfister en el contexto de la toxicomania

O objetivo desta pesquisa foi verificar a validade incremental de duas técnicas projetivas, a partir da compreensão da personalidade de 20 dependentes químicos. Uma avaliação da personalidade de dez brasileiros adictos do álcool e dez franceses dependentes da heroína, que estavam vivenciando o processo do tratamento da desintoxicação da droga em centros especializados no Brasil ou na França, foi feita pela perspectiva da psicopatologia fenômeno-estrutural, que é uma abordagem teórica de origem francesa que compreende o funcionamento mental do indivíduo a partir do modo de viver o tempo e o espaço. A relação espaço-temporal e a personalidade foram compreendidas pela maneira como as pessoas se expressaram verbalmente e pelo modo como viram e construíram as imagens das técnicas projetivas de Zulliger e Pfister. Os resultados demonstraram coerência entre as informações geradas pelos instrumentos, provando que o Zulliger e o Pfister, quando aplicados de forma associada e interpretados pelo método fenômeno-estrutural, mostraram-se eficientes para conhecer as vivências de espaço e tempo dos sujeitos.

Psicopatologia fenômeno-estrutural; Teste de Zulliger; Pirâmides Coloridas de Pfister; Dependência química; Validade incremental; Avaliação psicológica


Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia R. Waldemar César da Silveira, 105, Vl. Cura D'Ars (SWIFT), Campinas - São Paulo, CEP 13045-510, Telefone: (19)3779-3771 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: revistapsico@usf.edu.br