Detecção molecular e serológica de Theileria equi, Babesia caballi e Anaplasma phagocytophilum em equinos e carrapatos no Maranhão

Rita de Maria Seabra Nogueira Arannadia Barbosa Silva Tayra Pereira Sato Joicy Cortez de Sá Ana Clara Gomes dos Santos Edvaldo Franco Amorim Filho Tássia Lopes do Vale Gilberto Salles Gazêta Sobre os autores

RESUMO:

A piroplasmose equina é uma doença transmitida por carrapatos causada pelos protozoários intraeritrocitários Babesia caballi e Theileria equi. É relatada como uma doença parasitária comum em equinos. Além disso, Anaplasma phagocytophilum, o agente causal da ehrlichiose granulocítica, causa uma doença sazonal em equinos. Ambas as doenças, podem ser prejudiciais para a saúde animal. Nesse sentido, amostras de sangue e carrapatos foram coletadas de 97 cavalos criados na microrregião da Baixada Maranhense, estado do Maranhão, Brasil. As amostras de soro foram submetidas ao Teste de Imunofluorescência Indireta (RIFI) e amostras de sangue e os carrapatos a Reação da Polimerase em Cadeia (PCR) para avaliar a infecção por Theileria equi, Babesia caballi e Anaplasma phagocytophilum. A prevalência foi de 38,14%, 18,55% e 11,34% para T. equi, B. caballi e A. phagocytophilum, respectivamente. Os resultados da PCR para as amostras de sangue demonstraram 13,40% e 3,09% de positividade para T. equi e B. caballi, respectivamente. Um total de 170 specimens de carrapatos foi coletado e foram identificados Dermacentor nitens, Amblyomma cajennense sensu lato and Rhipicephalus (Boophilus) microplus. Obteve-se 2,35% (4/170) e 0,59% (1/170) positivos por PCR para T. equi e B. caballi, respectivamente. Todas as amostras foram negativas para A. phagocytophilum. Não houve diferença estatística significativa (p>0.05) em relação ao sexo, idade, uso de ectoparasiticida e presença de carrapatos. A análise BLASTn das amostras sequenciadas para gene 18S rRNA indicaram 97 a 100% de similaridade com T. equi e 98-100% com B. caballi no GenBank. Análises genéticas classificaram as sequencias obtidas no mesmo clado que T. equi e B. caballi, respectivamente. Podemos concluir que estes patógenos estão circulando na área de estudo.

TERMOS DE INDEXACÃO:
Doença transmitida por vetores; Theileria equi; Babesia caballi; Anaplasma phagocytophilum; cavalos; carrapatos; Brasil

Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA Pesquisa Veterinária Brasileira, Caixa Postal 74.591, 23890-000 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel./Fax: (55 21) 2682-1081 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: pvb@pvb.com.br