Anatomia óssea e radiográfica do membro pélvico do cervo-do-pantanal (Blastocerus dichotomus)

Bruno C. Schimming Sheila C. Rahal Daniela A. Shigue Juliana L. Linardi Luiz C. Vulcano Carlos R. Teixeira Sobre os autores

Resumo:

O conhecimento das estruturas anatômicas encontradas nos animais silvestres é importante para a prática da clínica médica e cirúrgica. O objetivo deste trabalho foi descrever a osteologia e anatomia radiográfica do fêmur, patela, tíbia, fíbula, tarsais, metatarsais e falanges do cervo-do-pantanal, para contribuir com o cotidiano clínico e, a identificação da espécie. A maioria das estruturas foi semelhante às encontradas nos animais domésticos, com particularidades próprias da espécie. Destaca-se, por exemplo, a ausência do terceiro trocanter do fêmur. Embora seja um ruminante, o cervo-do-pantanal apresentou a fíbula semelhante à descrita para os equinos. Este animal possui quatro dedos em cada membro, formados por três falanges, sendo que apenas o terceiro e o quarto dedos tocam o solo e, o segundo e o quinto dedos são rudimentares. Apresentou ainda quatro ossos sesamóides proximais e dois distais. Não se observou ossos sesamóides junto ao músculo gastrocnêmio.

Termos de Indexação:
Cervo-do-pantanal; Blastocerus dichotomus; coxa; perna; animais silvestres; anatomia

Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA Pesquisa Veterinária Brasileira, Caixa Postal 74.591, 23890-000 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel./Fax: (55 21) 2682-1081 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: pvb@pvb.com.br