Accessibility / Report Error

Biopsia do cório fetal em cães

Com o grande desenvolvimento dos estudos gestacionais em todas as espécies, percebemos a necessidade de adaptarmos técnicas para diagnóstico pré-natal para cães. Assim, buscamos bases nas técnicas já existentes empregadas em humanos, e através destas, conseguimos estabelecer um método para coleta em cães, utilizando PCR para garantirmos a integridade das amostras. O procedimento foi realizado através de punção da cinta placentária com agulha de biopsia guiada por ultra-som. De todas as 14 amostras coletadas, duas apresentaram-se positivas para o cromossomo Y, presente apenas em machos, confirmando assim a viabilidade das amostras demonstrando com isso que através desta técnica podemos coletar material fetal para diagnóstico de alterações gênicas ou cromossômicas presentes nos cães antes mesmo destes virem a termo. A microscopia de material revelou fragmentos de cório fetal, colóide sangüíneo e eritrócitos. Em todo o material encontramos impregnações de hemosiderina devido à hemólise e ao resíduo de sangue dos hematomas marginais placentários. As cadelas submetidas a esta técnica tiveram partos normais sem óbito de nenhum filhote.

Cório; biopsia; placenta; cão


Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA Pesquisa Veterinária Brasileira, Caixa Postal 74.591, 23890-000 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel./Fax: (55 21) 2682-1081 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: pvb@pvb.com.br