Alta ocorrência de alphaherpesvirus felideo e calicivirus felino em gatos domésticos no Sul do Brasil

Alice S. Becker Francielle Liz Monteiro Ana Carolina A. Scariot Domitila B. Chagas Geferson Fischer Marcelo de Lima Silvia O. Hübner Sobre os autores

RESUMO:

Alphaherpesvírus felídeo 1 (FeHV-1) e calicivírus felino (FCV) afetam gatos mundialmente. O objetivo deste estudo foi identificar a frequência de ocorrência de FeHV-1 e FCV em gatos com sinais clínicos de doença respiratória, oral e/ou ocular. Amostras foram coletadas de gatos atendidos em ambulatório e clínicas veterinárias e submetidas à detecção molecular e isolamento viral. Dos 49 gatos avaliados, 45 (92%) foram positivos para ao menos um dos vírus; 82% (40/49) foram positivos para o FeHV-1 e 41% (20/49) para o FCV. Destes, 31% (15/49) foram casos de coinfecção. Para o FeHV-1, 45% (18/40) dos gatos foram positivos na coleta do swab ocular, e o mesmo percentual (9/20) foi obtido para o FCV a partir do swab oral. FeHV-1 e/ou FCV foram isolados em 35% (17/49) das amostras. O principal sinal clínico observado foi secreção ocular em 71% (35/49) dos gatos, caracterizada como serosa, purulenta ou serossanguinolenta e, em alguns casos, associada à lesão e quemose. Nossos resultados demonstram a alta ocorrência de FeHV-1 e FCV em gatos domésticos na região Sul do Brasil e indicam que devem ser implementadas medidas para melhorar o diagnóstico, a prevenção e o manejo contra essas importantes doenças.

TERMOS DE INDEXAÇÃO:
Alphaherpesvírus felídeo; calicivírus felino; gatos domésticos; Brasil; gato; complexo respiratório felino; CRF; FCV; FeHV-1

Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA Pesquisa Veterinária Brasileira, Caixa Postal 74.591, 23890-000 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel./Fax: (55 21) 2682-1081 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: pvb@pvb.com.br