Perfil hematológico de Chelonia mydas (Testudines, Cheloniidae) de acordo com o grau de acometimento pela fibropapilomatose e sua ausência

Chelonia mydas, denominada tartaruga verde, é uma tartaruga marinha que frequenta o litoral brasileiro para alimentação e nidificação e é considerada em perigo de extinção pela IUCN (World Conservation Union, 2009) e ameaçada pela Lista Vermelha da Fauna Brasileira (Ministério do Meio Ambiente, 2009). A fibropapilomatose, doença caracterizada por tumores cutâneos benignos (fibropapilomas), é uma das mais importantes ameaças à sobrevivência dessa espécie. Pesquisas sugerem o envolvimento de agentes infecciosos virais em associação com fatores ambientais e genéticos. Foram colhidas amostras sanguíneas de 45 tartarugas provenientes do litoral do estado de São Paulo, Brasil, sendo 18 sem fibropapilomas e 27 acometidas. Dados de biometria das tartarugas, quantidade, localização e tamanho dos tumores foram anotados. Foi realizado o cálculo da área de fibropapilomas por animal e foram estipulados 4 grupos de acordo com o grau de acometimento e sua ausência. O objetivo foi realizar uma comparação entre os hemogramas das tartarugas marinhas classificadas nos 4 grupos. Animais de grau grave apresentaram o menor valor para hematócrito. Para dosagem de hemoglobina, observou-se que o maior valor foi para o grupo de tartarugas sem fibropapilomas e o menor para o de grau grave. Os valores de linfócitos e comprimento curvilíneo da carapaça beiraram a significância estatística.

Chelonia mydas; tartaruga verde; perfil hematológico; fibropapilomas


Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA Pesquisa Veterinária Brasileira, Caixa Postal 74.591, 23890-000 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel./Fax: (55 21) 2682-1081 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: pvb@pvb.com.br