Prevalência e distribuição geográfica de euritre-matose bovina em animais abatidos no norte do Estado do Paraná

Jefferson R. de Azevedo Renate C. Mannigel Adriana Z. Agulhon Thiago R. Borba Adriana W. Barbiéri Daniella C. L. de Oliveira Selwyn A. Headley Vanderly Janeiro Sobre os autores

Um estudo retrospectivo de bovinos abatidos no norte do Paraná durante o ano de 2000 foi realizado para determinar a prevalência e a distribuição geográfica da euritrematose bovina (EB), identificada pelo Serviço de Inspeção Federal (SIF). Bovinos foram originários de todas as localizações geográficas do Estado do Paraná; todas as regiões apresentaram gado parasitado por Eurytrema spp. EB foi identificado em 12,1% (12.534/10.3411) de todos os animais abatidos. A prevalência dos animais parasitados por Eurytrema spp variou entre 8,3% (Região G, São João do Caiuá; 1.069/12.914) e 40,5% (Região R, Ponta Grossa; 225/555). EB foi mais prevalente durante o mês de março (1,6) e marcadamente reduzida em maio (-2,0). Uma possível predominância sazonal foi identificada: comparativamente poucos casos ocorreram durante os meses de abril a agosto, enquanto um pico foi observado entre dezembro a março. Este estudo indicou que a euritrematose bovina ocorre em quase todas das regiões geográficas e está hipoendêmica no Estado do Paraná. A prevalência no Estado é variável e pode está diretamente relacionada aos fatores do ciclo biológico do trematódeo, a particularidade de cada região e dos fatores ambientais.

Bovinos; euritrematose; epidemiologia; parasitologia


Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA Pesquisa Veterinária Brasileira, Caixa Postal 74.591, 23890-000 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel./Fax: (55 21) 2682-1081 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: pvb@pvb.com.br