Avaliações clínico-patológica e imuno-histoquímica de lesões cardíacas em gatos com doença renal crônica

Gabriela C. Cid Mariana P.B. Jardim Amanda C. Jesus Samay Z.R. Costa Ilka N. Gonçalves Tiago C. Peixoto Heloisa J.M. Souza Vivian A. Nogueira Sobre os autores

RESUMO:

A doença renal crônica (DRC) é caracterizada por lesões morfoestruturais irreversíveis, que podem evoluir progressivamente para insuficiência renal crônica e falência renal. Sabe-se que o coração e os rins mantêm estreita relação e a comunicação entre esses órgãos ocorre por uma variedade de vias; alterações fisiológicas sutis em um desses órgãos são compensadas pelo outro. A avaliação histopatológica cardíaca mediante a colorações rotineiras são limitadas para identificar lesões específicas ou discretas em cardiomiócitos. O presente trabalho teve como objetivos avaliar os níveis séricos de troponina em gatos com DRC, associados aos achados clínico-patológicos, bem como correlacionar as lesões cardíacas morfoestruturais, a fim de determinar a distribuição destas, por meio da avaliação macroscópica, histológica e imuno-histoquímica com anti-cTnC. Neste estudo foram selecionados 20 gatos (18 diagnosticados com DRC e 2 animais controle). Para a aplicação da técnica de imuno-histoquímica anti-troponina C humana, necropsias foram realizadas e cada coração coletado separadamente em 8 regiões. Fragmentos do coração de 2 gatos sem lesão cardíaca foram utilizados como controle. O anticorpo anti-TnC humano é útil na detecção de lesões cardíacas e apresentou expressão diminuída em cardiomiócitos de gatos com DRC. Em 11/18 animais (61,11%) a troponina sérica encontrava-se acima dos valores de referência e foram observadas diminuição da expressão para anticorpo-cTnC em cardiomiócitos individuais em 9/18 (50%). Notou-se que o número de regiões com diminuição da expressão para anticorpo-cTnC em cardiomiócitos está significativamente correlacionado com a troponina sérica. O anticorpo anti-TnC humano se mostrou eficaz para detectar lesões cardíacas e demonstrou diminuição da expressão nos cardiomiócitos de gatos com DRC. Houve correlação entre o aumento da CTnI sérica e perda da imunorretividade na avaliação imuno-histoquímica com anticorpo anti-TnC em gatos com DRC o que comprova danos em cardiomiócitos secundários a doença renal.

TERMOS DE INDEXAÇÃO:
Clínica; patologia; imuno-histoquímica; lesões cardíacas; gatos; doença renal; troponina; biomarcador; cardiologia; nefrologia; felinos

Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA Pesquisa Veterinária Brasileira, Caixa Postal 74.591, 23890-000 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel./Fax: (55 21) 2682-1081 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: pvb@pvb.com.br