Intoxicação experimental em frangos de corte por Senecio vernonioides, Senecio conyzaefolius e Senecio paulensis

Claudia Pies Biffi Thaiza Savaris Leíse Hermann Parizoto Daiane Ogliari Vanessa Boreli Tiffany Emmerich Dale Gardner Aldo Gava Sobre os autores

RESUMO:

As plantas do gênero Senecio sp. são conhecidas por produzirem lesões hepáticas em diferentes espécies de animais, inclusive no homem. Para avaliar a toxicidade de três espécies de Senecio encontradas em regiões onde são criados bovinos no estado de Santa Catarina, foram conduzidos experimentos em frangos de corte (Gallus domesticus). Folhas verdes de S. conyzaefolius, S. vernonioides e S. paulensis foram coletadas e secadas a sombra. Após a secagem, as folhas foram trituradas, misturadas na ração e fornecidas aos frangos divididos em 3 grupos. O Grupo 1 e o Grupo 2 receberam doses únicas de 5g/kg e 20g/kg, respectivamente. Ao Grupo 3 foram fornecidas doses diárias de 1g/kg por 20 dias (valores correspondentes a planta verde) e o Grupo 4 (Controle) recebeu ração livre da planta. Para cada grupo, cinco frangos foram submetidos à necropsia aos 30 dias e cinco aos 60 dias após o início do fornecimento da planta e cinco frangos que consumiram S. vernonioides e S. conyzaefolius na dosagem de 1g/kg por 20 dias foram necropsiados aos 90 dias após início do experimento. Lesões macroscópicas foram observadas nos frangos que consumiram S. vernonioides na dose de 1g/kg por 20 dias nas aves necropsiadas aos 30, 60 e 90 dias e se caracterizaram principalmente por fígado de consistência firme, diminuído de tamanho com coloração amarelada e padrão lobular evidente, ascite e hidropericárdio. Na microscopia as principais lesões observadas foram megalocitose, tumefação de hepatócitos, fibrose e hiperplasia biliar e foram mais intensas na dosagem de 1g/kg por 20 dias para S. vernonioides e menos graves nos frangos que ingeriram S. conyzaefolius. Os frangos que receberam S. paulensis não mostraram lesões macroscópicas e microscópicas.

TERMOS DE INDEXAÇÃO:
Plantas tóxicas; frangos de corte; intoxicação por plantas; Senecio conyzaefolius; S. vernonioides; S. paulensis; toxicoses

Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA Pesquisa Veterinária Brasileira, Caixa Postal 74.591, 23890-000 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel./Fax: (55 21) 2682-1081 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: pvb@pvb.com.br