Pesquisa Veterinária Brasileira, Volume: 29, Issue: 4, Published: 2009
  • Nerve endings of filliform, fungiform and vallate papillae of dorsal tongue mucosa of White-lipped peccary (Tayassu pecari): Neurohistological observations

    Watanabe, Ii-sei; Guimarães, Juliana Plácido; Boleta, Sebastião Aparecido; Almeida, Sonia Regina Yokomizo; Righeti, Martha Maria; Santos, Tatiana Carlesso; Miglino, Maria Angélica; Kfoury Junior, José Roberto

    Abstract in Portuguese:

    As observações neuro-histológicas foram realizadas utilizando amostras preparadas segundo o método de impregnação por prata de Winkelmann e Schmitt. Os tecidos foram fixados em solução de formol a 10% e seções de 40µm de espessura foram obtidas em criostato Leica -30ºC. As seções da mucosa dorsal da língua de queixada revelaram numerosas papilas filiformes, fungiformes e duas papilas valadas sobre a parte caudal. A camada epitelial revelou células epiteliais queratinizadas e papilas de tecido conjuntivo de diferentes tamanhos e formas foram observadas. Espessos feixes de fibras nervosas são notados no tecido conjuntivo subepitelial das papilas. O tecido conjuntivo das papilas fungiformes e valadas contêm numerosos feixes de nervos de fibras sensíveis formando um plexo nervoso complexo.

    Abstract in English:

    The neurohistologic observations were performed using the specimens prepared by Winkelmann and Schmitt silver impregnation method. The tissues were fixed in 10% formalin solution and sections of 40µm thickness were obtained by Leica Cryostat at -30ºC. The sections of dorsal mucosa of White-lipped peccary tongue showed numerous filliform and fungiform papillae, and two vallate papillae on the caudal part. The epithelial layer revealed queratinized epithelial cells and the connective tissue papillae of different sizes and shapes. Thick nerve fiber bundles are noted into the subepithelial connective tissue of the papillae. The connective tissue of fungiform and vallate papillae contained numerous sensitive nerves fibers bundles forming a complex nerve plexus.
  • B-Mode Ultrasound biometry of the ocular globe related with fronto-occiptal and bizigomatic diameters in Canis familiaris

    Beserra, Poliana S.; Sales, Gustavo A.; Santana, Expedito J.M.; Miranda, Stefânia A.; Brito, Adriel B.; Nickolak, Elizabete; Domingues, Sheyla F.S.

    Abstract in Portuguese:

    Avaliou-se 31 cães saudáveis, sem raça definida, sendo 10 machos e 21 fêmeas, com 8 meses a 7 anos de idade e peso de1,5-28 kg. Inicialmente foram mensurados os diâmetros fronto-occiptal (DFO) e bizigomático (DBZ) do crânio com o auxílio de um paquímetro. A ultra-sonografia transpalpebral em modo-B foi realizada para mensurar as estruturas do bulbo ocular, conforme se segue: D1- espessura da córnea; D2- distância entre o ponto central da imagem da córnea e a da cápsula anterior do cristalino (câmara anterior); D3- distância entre o ponto central da imagem da córnea e a da cápsula posterior do cristalino; D4- espessura do cristalino, que corresponde a distância entre a imagem da cápsula anterior e a cápsula posterior do cristalino; D5- diâmetro do cristalino, distância entre as imagens dos pólos do cristalino; D6- área do cristalino; D7- câmara vítrea, distância entre a imagem da cápsula posterior do cristalino e a retina; D8- distância entre a cápsula anterior do cristalino e a retina; D9- distância entre a imagem da córnea e a retina. Com exceção da D4, houve efeito dos DFO e DBZ sobre as medidas das estruturas internas do BO. A análise de regressão linear entre as medidas das estruturas do bulbo ocular e os DFO e DBZ foram significativas para D1, D2, D3, D4, D5, D6, D7, D8 e D9.

    Abstract in English:

    In the experiment 31 healthy mongrel dogs, 8 months to 7 years of age, were used, 10 males and 21 females, weighing 1.5-28 kg. Initially, fronto-occipetal (FOD) and bizigomatic (BZD) diameters were measured using a caliper. The ophthalmologic transpalpebral B-mode ultrasonography (US) was performed to measure the ocular bulbi structures, as follows: The cornea thickness (D1), distance between cornea and anterior lens capsule (D2), distance between cornea and posterior lens capsule (D3), lens thickness (D4), lens diameter (D5), lens area (D6), distance between posterior lens capsule and retina (D7), distance between anterior lens capsule and retina (D8), and the distance between cornea and retina (D9). Except for D4, there were effect of FOD and BZD on the measures of the internal structures of BO. The Lineal Regression Analysis between the measures of the internal oculars structures and DFO and DBZ were significant for D1, D2, D3, D4, D5, D6, D7, D8 and D9.
  • Evaluation of left ventricular diastolic echocardiographic parameters in healthy dogs by pulsed-wave Doppler

    Pereira, Guilherme G.; Petrus, Liliam C.; Santos, André L.F.; Yamaki, Fernanda L.; Larsson, Maria Helena M.A.

    Abstract in Portuguese:

    A disfunção diastólica do ventrículo esquerdo contribui de maneira importante para a progressão da insuficiência cardíaca. No intuito de obter valores de referência adicionais para os parâmetros diastólicos do ventrículo esquerdo e para investigar a influência de variáveis comuns, estudou-se, por meio de Doppler pulsátil, a velocidade máxima da onda E (Vmáx.E), a velocidade máxima da onda A (Vmáx.: A), a relação E/A (E/A), o tempo de desaceleração da onda E (TDE) e o tempo de relaxamento isovolumétrico (TRIV) em 40 cães clinicamente saudáveis. Os seguintes valores foram obtidos: Vmáx.E = 0,747±0,117m/s, Vmáx.A = 0,487±0,062m/s, E/A = 1,533±0,198, TDE = 88,7±9,2ms e TRIV = 0,080±0,009s. Alguns parâmetros foram influenciados pela freqüência cardíaca (Vmáx.E, Vmáx.A e TRIV), pela idade (Vmáx.A e E/A) e pelo peso corpóreo (TRIV). Não houve influência pelo sexo. Os valores obtidos podem ser utilizados como referência para a espécie canina, porém devem ser interpretados considerando-se a influência das variáveis descritas.

    Abstract in English:

    Left ventricular diastolic dysfunction plays an important role on heart failure progression. In order to obtain additional reference values of left ventricular diastolic parameters and investigate influence of common variables, peak E wave (peak E), peak A wave (peak A), E/A ratio (E/A), E wave deceleration time (EDT) and isovolumic relaxation time (IRVT) were studied in 40 clinically healthy dogs, by pulsed wave Doppler. The following values were obtained: peak E = 0.747 ± 0.117 m/s, peak A = 0.487 ± 0.062 m/s, E/A = 1.533 ± 0.198, EDT = 88.7 ± 9.2 ms and IRVT = 0.080 ± 0.009 s. Some parameters were influenced by heart rate (peak E, peak A and IRVT), by age (peak A and E/A) and by body weight (TRIV). Gender influence was absent. Values obtained can be used as reference for canine specimens but its interpretation should consider on the influence of related variables.
  • Effects of ascorbic acid supplementation in ileum myenteric neurons of streptozotocin-induced diabetic rats

    Silverio, Sonia M.; Mari, Renata de B.; Clebis, Naianne K.; Scoz, Juliana R.; Germano, Ricardo de M.; Major, José A.A.; Bombonato, Pedro P.; Stabille, Sandra R.

    Abstract in Portuguese:

    A exacerbação do estresse oxidativo e da via do poliol que comprometem o plexo mioentérico são alterações metabólicas características do diabetes. O ácido ascórbico (AA) é antioxidante e inibidor da aldose redutase, podendo atuar como neuroprotetor. Verificaram-se os efeitos da suplementação com AA sobre o número e a área do perfil do corpo celular (PC) de neurônios mioentéricos em ratos diabéticos induzidos por estreptozootocina. Formaram-se quatro grupos com cinco animais cada: normoglicêmico (C); diabético (D); diabético tratado com AA (DS); e normoglicêmico tratado com AA (CS). Três vezes por semana administrou-se 50mg de AA para cada animal (grupos DS e CS). Após 90 dias e eutanásia com tiopental, o íleo foi coletado e processado para a técnica da NADPH-diaforase. Não se observaram diferenças (P>0,05) na densidade neuronal entre os grupos. A área do PC foi menor (P<0,05) para os grupos DS e CS, com incidência maior de neurônios com área do PC superior a 200µm² para os grupos C e D. Concluiu-se que o AA não influenciou a densidade neuronal do íleo, mas foi neuroprotetor prevenindo o aumento na área do PC e possibilitando maior incidência de neurônios com área de PC inferior a 200µm².

    Abstract in English:

    The exacerbation of the oxidative stress and of the polyol pathway which impair damage myenteric plexus are metabolic characteristics of diabetes. The ascorbic acid (AA) is an antioxidant and an aldose reductase inhibitor, which may act as neuroprotector. The effects of AA supplementation on the density and cellular body profile area (CP) of myenteric neurons in STZ-induced diabetes in rats were assessed. Four groups with five animals each were formed: normoglycemic (C); diabetic (D); AA-treated diabetic (DS) and AA-treated normoglycemic (CS). Dosagen of 50mg of AA were given, three times a week, for each animal (group DS and CS). Ninety days later and after euthanasia, the ileum was collected and processed for the NADPH-diaphorase technique. There were no differences (P>0.05) in the neuronal density among the groups. The CP area was lower (P<0.05) in the DS and CS groups, with a higher incidence of neurons with a CP area exceeding 200µm² for groups C and D. The AA had no influence on the neuronal density in the ileum but had a neuroprotective effect, preventing the increase in the CP area and allowing a higher number of neurons with a CP area with less than 200µm².
  • The influence of the aquatic environment in tanks sequetially interconnected with PVC pipes on the gill epithelium and lamellas of tilapia (Oreochromis niloticus)

    Reis, Anderson Brunetti; Sant'Ana, Débora de Mello Gonçales; Azevedo, Jorge Fernandes de; Merlini, Luiz Sérgio; Araújo, Eduardo José de Almeida

    Abstract in Portuguese:

    Objetivou-se analisar o comportamento do epitélio branquial de tilápias, cultivadas em tanques posicionados em diferentes altitudes e interconectados por tubos de PVC. Filamentos branquiais de quatro espécimes de quatro tanques (T1, T2, T3 e T4) interconectados seqüencialmente foram submetidos à rotina histológica, para obtenção de cortes de 5µm de espessura, os quais foram corados com Hematoxilina-Eosina, ou submetidos à técnica histoquímica para glicoconjugados: PAS + solução de diástase ou Alcian Blue pH 2,5 ou Alcian Blue pH 1,0. Considerando as regiões basal, intermediária e apical dos filamentos, mensurou-se a área lamelar e contou-se o número de células mucosas em cada uma dessas regiões, o que correspondia a 0,56 mm². Verificou-se que a concentração de oxigênio, pH e a temperatura se reduziam progressivamente com a passagem da água de um tanque para outro. Em função disso, constatou-se um aumento abrupto do número de células mucosas e da área lamelar no T2, e uma redução progressiva destas medidas nos tanques que recebiam água do T2. Além disso, observou-se nos animais do T2, T3 e T4, descolamento do epitélio branquial, hiperplasia celular no espaço interlamelar e telangectasias. Conclui-se que o ambiente aquático de tanques interconectados seqüencialmente por tubos de PVC se altera ao passar de um tanque para o outro, e que estas flutuações físico-químicas se refletem no comportamento do epitélio branquial através de variações da área lamelar e do número de células mucosas.

    Abstract in English:

    The behavior of the gill epithelium of tilapias cultured in tanks at different altitudes and interconnected with PVC pipes was analyzed. Gill filaments of four specimens from four tanks (T1, T2, T3 e T4) sequentially interconnected were submitted to histological routine to obtain 5-mm-thick cuts that were stained with HE or submitted to histochemistry reactions PAS + diastase solution or Alcian Blue pH 2.5 or Alcian Blue pH 1.0. Considering the intermediary, apical and basal regions of the filaments, the lamellar area was measured and the amount of mucous cells was counted. It was verified that oxygen, pH, and temperature decreased progressively as the water flew from one tank to another. Thus, an increase was realized of the amount of mucous cells and the lamellar area in T2, as well as a progressive decrease of these measures on the tanks which received water from T2. Moreover, detachment of the gill epithelium, cellular hyperplasia in the interlamellar space, and telangectasias were observed in the fishes from T2, T3 e T4. It was concluded that the aquatic environment in tanks sequentially interconnected with PVC pipes suffers alterations from one tank to another, as that physico-chemical fluctuations reflect on the behavior of the gill epithelium through variations of the lamellar area and the amount of mucous cells.
  • Histological and morphometric evaluation of the testes of cats (Felis catus)

    Silva, Carlos A.O.; Perri, Silvia H.V.; Koivisto, Marion B.; Silva, Adelina M.; Carvalho, Roberto G.; Monteiro, Cristina M.R.

    Abstract in Portuguese:

    Nesta pesquisa foram obtidos dados histológicos e morfométricos comparativos sobre os testículos de gatos, pós-orquiectomia, divididos em dois grupos: Grupo 1, gatos com até 1 ano de idade e Grupo 2, animais acima de 1 ano. Verificou-se que: (1) aos 4 meses de idade os túbulos seminíferos apresentaram-se pouco desenvolvidos e com ausência de luz, epitélio seminífero baixo, células de Sertoli indiferenciadas e tecido intersticial escasso; (2) aos 5 meses os túbulos seminíferos começaram a se diferenciar com aumento do diâmetro e luz tubulares e as demais estruturas permaneceram semelhantes à observação anterior; (3) aos 6-7 meses ocorreu o início da espermatogênese e espermiogênese; as células de Leydig apareceram maiores, poliédricas com citoplasma vacuolizado e núcleo claro, e tecido intersticial esparso com poucos vasos sangüíneos; (4) os animais com 1 ano de idade apresentaram morfologia testicular igual à do animal adulto, com túbulos seminíferos de maior diâmetro, epitélio germinativo alto e luz tubular pequena, as células de Leydig aparecendo poliédricas, com dimensões variadas, citoplasma vacuolizado, núcleo claro e nucléolo evidente, e espaço intertubular seminífero variado com vasos sanguíneos, predominantemente evidentes; (5) no Grupo 1 o diâmetro médio dos túbulos seminíferos foi de 160,58µm e no Grupo 2 foi de 185,94µm, sendo os valores médios significantes entre si; (6) a altura média do epitélio seminífero foi de 49,51µm para o Grupo 1 e de 63,29µm para o Grupo 2, estaticamente significantes; (7) os maiores valores mensurados foram obtidos para os gatos do Grupo 2, por serem gatos adultos e portanto com os órgãos reprodutores funcionais.

    Abstract in English:

    This paper deals with a comparative histologic and morphometric study of the testes of domestic cats distributed into two groups: Group 1, cats until 1 year of age, and Group 2, cats over 1 year. It was found that: (1) at 4 months of age the seminiferous tubules were poorly developed, appeared as seminiferous cords without lumen, lined by a low epithelium, and showed undifferentiated Sertoli cells and scarce interstitial tissue; (2) at 5 months the seminiferous tubules began to differentiate with increase in tubular diameter and lumen, the other tubular structures remaining similar to those previous referred; (3) at 6 and 7 months of age spermatocytogenesis began to appear, Leydig cells were large, polyhedral in shape, with vacuolated cytoplasm and clear nuclei, resting on a sparse interstitial tissue with few blood vessels; (4) 1-year-old cats showed testicular histological features of an adult animal, had seminiferous tubules of large diameter and high seminiferous epithelium with small lumen, and Leydig cells of different sizes, with polyhedral shape, vacuolated cytoplasm, clear nuclei and evident nucleoli resting in a sparse interstitial tissue with some blood vessels; (5) in Group 1 the average diameter of the seminiferous tubules was 160.58µm, and 185.94µm in Group 2; (6) the height of the seminiferous epithelium was 49.51µm for Group 1 and 63.29µm for Group 2; (7) the largest measures of the analyzed parameters were found in animals of Group 2, with functional reproductive organs.
  • Ultrasonography of the liver, renal and reproductive apparatus of Boa constrictor Snake

    P. Neto, Francisco C.; Guerra, Porfírio C.; Costa, Francisco B.; Araújo, Adriana V.C.; Miglino, Maria A.; Bombonato, Pedro P.; Vulcano, Luiz C.; Alves, Flávio R.

    Abstract in Portuguese:

    Atualmente os animais silvestres têm despertado o interesse particular na criação domestica. Na medicina de animais selvagens, os exames ultra-sonográficos podem ser considerados como ferramenta para diagnosticar e prevenir doenças. Deste modo, realizou-se um estudo em 20 jibóias (Boa constrictor), a fim de caracterizar a morfologia e aparência ultra-sonográfica das estruturas presentes da cavidade celomática desses animais. Ultra-sonograficamente, o fígado apresentou-se variando de hipoecóica a levemente hiperecogênica, com margens ecogênicas e ecotextura homogênea em toda sua extensão. Os rins mostraram formato elipsóide, com cápsula fina, regular e hiperecóica. Os folículos ovarianos apresentaram formato ovóide, margens finas, regulares e discretamente hiperecóicas. As estruturas do sistema reprodutor do macho não foram evidenciadas com precisão, devido a sua ecogenicidade similar em relação às estruturas adjacentes e pela presença do "corpo gorduroso" localizado nessa região. A ultra-sonografia da cavidade celomática em jibóias demonstrou ser uma técnica rápida e de fácil acesso, permitindo identificar a morfologia, sintopia e aparência ultra-sonográfica de estruturas como o fígado, rins e de folículos vitelogênicos nas fêmeas.

    Abstract in English:

    Currently, wild animals have been received special attention for domestic breeding. In Wild Animal Medicine, ultrasonographic exams could be considered as a tool to diagnose and prevent disease. Ultrasonographic examination of twenty snakes (Boa constrictor) was performed in order to describe the morphological and ultrasonography appearance of their coelomic structures. Examination by ultrasonography revealed the parechymal liver ranging from slightly hypoechogenic to hyperechogenic, with echogenic margins and homogeneous echotexture in total scanning of this organ. The kidney was accessible for examination by sagittal ultrasound, showing an ellipsoid shape, a hyperechogenic capsule with a thin and regular wall. Ultrasonographic scanning of ovarian follicle showed an ovoid shape, as well as a thin, regular and slightly hyperechogenic edge. No evident structures from male reproductive system were identified by ultrasound examination because of their similar echogenic appearance to the tissues around and the "body fat" that lies in this region. Examination by ultrasound of the coelomic structures was a fast and repeatable technique, which provides useful data to recognize the morphology, sintopy and ultrasonographic appearance of organs such as liver, kidneys and vitellogenic follicles.
  • Influence of angiotensin receptor blocker of renal function and arterial pression in GRMD dogs

    Silva, Marina Brito; Almeida, Angélica O.; Fadel, Leandro; Ambrósio, Carlos E.; Miglino, Maria Angélica

    Abstract in Portuguese:

    A distrofia muscular de Duchenne (DMD) é uma alteração neuromuscular caracterizada por contínua necrose muscular e degeneração, com eventual fibrose e infiltração por tecido adiposo. O aumento progressivo da fibrose intersticial no músculo impede a migração das células miogênicas, necessárias para a formação muscular. O modelo canino constitui-se nas melhores fenocópias da doença em humanos, quando comparados com outros modelos animais com distrofia. O tratamento antifibrose de pacientes DMD, tendo como alvo os mediadores da citocina, TGF-beta, e o tratamento com antiinflamatórios, podem limitar a degeneração muscular e contribuir para a melhora do curso da doença. O presente estudo teve como objetivo observar os possíveis efeitos adversos na fisiologia renal, por meio de avaliação bioquímica sanguínea e da pressão arterial, verificando a viabilidade do uso do Losartan (um inibidor de TGF-beta) nos cães afetados pela distrofia muscular. Foram utilizados quatro cães adultos, sendo dois machos e duas fêmeas. Utilizou-se a dose de 50mg de Losartan, administrada via oral, uma vez ao dia. Os exames clínicos, bem como alterações na função renal, o nível do potássio sérico e a pressão arterial não evidenciaram reação adversa durante todo o período do experimento. O uso de Losartan, por um período de 9 semanas, mostrou-se como uma terapia segura para o tratamento antifibrótico em cães adultos, não afetando a função renal ou pressão arterial dos animais.

    Abstract in English:

    Duchenne muscular dystrophy (DMD) is a neuromuscular disorder characterized by a continuous muscle necrosis and degeneration with eventual fibrosis and fatty tissue infiltration. Progressive increase in muscle interstitial fibrosis prevents the movement of myogenic cells, which is necessary for myotube formation. Canine model is the best phenocopies of the disease in humans when comparing with others animal models with dystrophy. Anti-fibrotic treatment of DMD patients, targeting the cytokine mediators, TGF-beta, and the treatment with antiinflammatories, may limit muscle degeneration and contribute for the improvement of the course of the illness. This work aimed to verify the possible adverse effects in renal physiology by means of evaluation sanguineous biochemist and arterial pressure, in order to verifying the viability of Losartan (a TGF-beta inhibiter) in affected dogs by muscle dystrophy. It was used four adults dogs, two of each gender. A dose of 50mg of Losartan was orally given once a day. The clinical exams, the kidney function, arterial blood pressure and potassium level did not show any adverse effect through the experimental period. Losartan utilization showed to be a safe therapy for the antifibrotic treatment in adults dogs, not affecting neither the kidney function nor the arterial blood pressure.
  • Veins from hepatic portal vein system in domestic geese

    Santos, Tatiana C.; Borba, Carla C.F.; Menconi, Anita; Maia, Marina O.; Bombonatto, Pedro P.; Pereira, Cheston C.H.

    Abstract in Portuguese:

    A distribuição intraparenquimal das veias porta-hepáticas foi estudada em 30 gansos domésticos. Latex Neoprene corado foi injetado pela veia isquiática e os animais forma fixados por imersão e injeção intramuscular com formol a 10% e dissecados. O fígado esteve composto por um grande lobo hepático direito e por um lobo hepático esquerdo menor, os quais estiveram conectados por uma ponte de parênquima. O lobo direito do fígado teve exclusivamente vasos do sistema porta-hepático formados pela distribuição intraparenquimal da veia porta-hepática direita, enquanto que no lobo esquerdo estes originaram-se da veia porta-hepática direita e de pequenas veias porta-hepáticas esquerdas. A veia porta-hepática direita emitiu o ramo caudal direito, que emitiu um pequeno ramo caudolateral direito e um grande ramo caudomedial direito. Cranialmente esta veia emitiu os ramos craniais direito e ramos lateral direito. A porção transversa da veia porta-hepática direita cruzou para o lobo hepático esquerdo, emitindo de 1 a 6 pequenos ramos craniais e caudais para a região média do fígado. No lobo esquerdo, o ramo esquerdo da veia porta-hepática direita emitiu o ramo cranial esquerdo, o ramo lateral esquerdo e o ramo medial. De 1 a 6 veias porta-hepáticas esquerdas foram identificadas desembocando ou no ramo esquerdo da veia porta-hepática direita ou em sua porção transversa, oriundos do ventrículo gástrico e do pró-ventrículo. Em 40% dos gansos uma veia porta-hepática própria oriunda da confluência de vasos venosos da face esquerda do ventrículo distribuiu-se na extremidade caudal do lobo esquerdo isoladamente.

    Abstract in English:

    The intraparenchymal distribution of the hepatic portal veins in 30 domestic geese were studied. Stained Neoprene latex was injected into the isquiatic vessels, and the animals were fixed in 10% formaldehyde by immersion and intramuscular injection. The liver of geese was composed of a large right and a smaller left hepatic lobe, connected by a parenchyma bridge. The right hepatic lobe had vessels exclusively from the hepatic portal system composed by intraparenchymal distribution of the right hepatic portal vein, while the vessels of the left hepatic lobe came from the right hepatic portal vein and from small left hepatic portal veins. The right hepatic portal vein emitted the right caudal branch, which emitted a small right caudolateral branch and a large right caudomedial branch. Cranially this vein emitted right cranial and right lateral branches. The tranverse portion of the right hepatic portal vein crossed to the left hepatic lobe, emitting 1 to 6 small cranial and caudal branches to the medial area of the liver. In the left hepatic lobe, the left branch from the right hepatic vein emitted the left cranial, left lateral and left median branches. One to six left hepatic portal veins were identified arising from the left branch or from the transverse portion of the right hepatic portal vein. These vessels arose from the gizzard and pro-ventricle. In 40% of geese one proper hepatic portal vein originated from venous vessels of the gizzard and was distributed into the caudal extremity of the left hepatic isolated lobe.
  • Morphologic aspects of hepatic ultrasonography in sheep

    Néspoli, Pedro B.; Gheller, Valentim A.; Mahecha, German A. B.; Araújo, Douglas K. Godoy de; Macedo Júnior, Gilberto L.; Bordin, Angela I.

    Abstract in Portuguese:

    A ultra-sonografia (US) é uma das técnicas de exame complementar eletivas para o diagnóstico de enfermidades hepáticas de diversas espécies domésticas. Em ovinos, no entanto, existem poucos relatos sobre o aspecto ultra-sonográfico de enfermidades hepáticas e não há definição precisa dos padrões anatômicos da US normal do fígado. Neste estudo foram utilizados 58 ovinos da raça Santa Inês: n1=8 machos, n2=10 fêmeas não gestantes e n3=40 fêmeas gestantes. Os animais foram escaneados do 12º ao 8º espaços intercostais (EI) para se observar a localização da veia cava caudal (VC), veia porta (VP) e vesícula biliar (VB) e para se aferir a espessura do fígado sobre a VC e VP no 11º e 10º EI. O fígado foi examinado de forma satisfatória do 12º até o 8º EI. Nesta área, tanto a VC como a VP, foram observadas do 12º ao 9º EI, porém a VC não foi examinada de forma adequada em 11 animais, 10 com peso acima de 50kg. Entre os dois grupos de fêmeas, a VC e a VP foram observadas com maior freqüência no 11º e 10º EI e em todos os machos examinados do 12º ao 10º EI. A localização da vesícula biliar oscilou entre o 10º e o 8º EI, com maior incidência a nível do 9º e 8º EI nas fêmeas gestantes e não gestantes, e sobre o 9º EI nos machos. Comparativamente, a ecogenicidade do parênquima hepático foi mais intensa do que a do córtex renal. Houve correlação significativa entre o peso do fígado e a espessura hepática sobre a veia porta no 11º e o 10º EI no grupo de fêmeas gestantes. A US forneceu informações importantes quanto a topografia e ecogenicidade do fígado e mostrou ser uma ferramenta útil para estimar o peso do órgão.

    Abstract in English:

    The ultrasonography (US) is a complementary technique of choice for the diagnostic of hepatic diseases in many domestics' species. In sheep however there are few reports about ultrasonography in hepatic diseases and there is not precise definition about the anatomic standards of normal liver limits in ultrasonographic examination. In this study 58 Santa Inês sheep breed were used and divided in 3 groups: n1=8 males, n2=10 not pregnant females and n3=40 pregnant females. The animals were scanned from the 12º to 8º intercostal spaces (EI) to observe the localization of the vena cava caudal (VC), gallbladder (VB) and to measure the liver thickness above the VC and vena portae VP under the 11º and 10º EI. The liver was examined on satisfactory way from the 12º till the 8º EI. Both the VC and the VP where observed from the 12º to 9º EI, however the VC could not be observed in 11 animals, 10 of them were over 50 kg. Between the two female groups the VC and VP where observed most frequently from the 11º to 10º EI and in all males examined from the 12º to 10º EI. The location of the gallbladder varies between the 10º to the 8º EI, with bigger incidence between the 9º and the 8º EI in pregnant and no pregnant females groups and underneath the 9º EI on the male group. Comparatively, the ecogenicity of the liver parenchyma was more intense than kidney cortex. There was a significant correlation between liver's weight and hepatic thikness above the vena portae on the 11º and 10º EI on the pregnant females group. The US supplied to important information about the topography and echogenicity of the liver and showed to be a useful tool to esteem the liver's weight.
  • Immunophenotyping and quantitative evaluation of circulating lymphocytes of cattle of the Curraleiro breed

    Moraes, Júlia M.; Brito, Luiz A.B.; Moura, Veridiana M.B.D. de; Ribeiro, Carolina S.; Guimarães, Victor Y.; Andrade, Diogo F.; Lobo, Joyce R.; Fioravanti, Maria Clorinda S.

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo teve por objetivo traçar o perfil imunológico, pela marcação imunocitoquímica e quantificação de linfócitos T e B, de bovinos da raça Curraleiro. Para tal, foram utilizados 116 animais entre machos e fêmeas, de diferentes faixas etárias, provenientes de duas propriedades de criação de gado Curraleiro do Estado de Goiás, sendo alocados em grupos conforme a faixa etária, sexo e origem. As amostras de sangue foram colhidas e processadas para a realização da técnica de imunocitoquímica, sendo utilizados os marcadores linfóides espécie-específicos, anti-CD3 (MM1A-BoCD3) e anti-LB (LCTB16A-clone B-B14), para a quantificação de linfócitos T e B, respectivamente. Inicialmente os dados foram submetidos à estatística descritiva e, posteriormente, aos testes de Kruskall Wallis e Mann-Whitney. Verificou-se que, com o avançar da idade, os níveis de leucócitos, linfócitos, linfócitos T e B diminuíram. Os valores absolutos de leucócitos, linfócitos totais e linfócitos T foram maiores nos machos. Nenhum dos parâmetros avaliados sofreu influência em relação à qualidade do manejo nas propriedades.

    Abstract in English:

    The aim of this study was to establish an immunological profile by marking and quantification of T and B lymphocytes in Curraleiro breed by immunocytochemistry. A total of 116 cattle was used, males and females of different ages, from two farms situated in the Goiás State, Brazil. The animals were allotted into groups according to age, sex and origin. Blood samples were collected and processed in accordance with immunocytochemistry standard technique using lymphoid markers species-specific, as anti-CD3 (MM1A - BoCD3) and anti-LB (LCTB16A-clone B-B14), for T and B lymphocyte counting, respectively. The data were submitted to descriptive statistics, and to Kruskall Wallis and Mann-Whitney tests. The results showed decreased levels of leukocytes, lymphocytes, T lymphocytes and B lymphocytes along the age advance. Absolute values of leukocytes, lymphocytes and T lymphocytes were higher in males than females. None of the evaluated parameters were affected by differences of the management carried out at the two farms.
  • Variation of the resistance force to the micro-traction of fragments of cortical bones preserved in several means and fresh: Experimental study in rabbits

    Sampaio, Renato L.; Lacerda, Moacir S.; Oliveira, Pedro Carlos L.; Paneto, João Cláudio do Carmo; Bittar, Eustáquio R.; Borges, Gilberto A.; Camacho, Graciela Mendes M.; Braga, Eduardo M.

    Abstract in Portuguese:

    Devido ao crescente uso dos aloenxertos nas cirurgias ortopédicas, há a necessidade do conhecimento de suas características biomecânicas ao longo do tempo de preservação. O presente trabalho consistiu na análise da força de resistência à micro-tração de amostras de ossos corticais de coelho preservadas em diversos meios por até 180 dias e a fresco. Os resultados revelaram que a resistência e o tempo de preservação apresentaram uma relação inversamente proporcional, significando que, quanto maior o tempo de preservação, menor a resistência física avaliada no ensaio biomecânico de resistência à micro-tração. Dos meios utilizados, a glicerina apresentou menores valores quanto ao teste de resistência, demonstrando, após 30 dias de preservação, apenas 24,58% da força presente no osso a fresco e, aos 180 dias, 1,76%. As amostras submetidas à autoclavagem também demonstraram baixos valores ao final do experimento, quando permaneceram com apenas 12,31% da força presente no osso a fresco. Os ossos preservados em plasma homólogo, líquido de dakin e aqueles criopreservados apresentaram os melhores índices de resistência ao final do experimento, permanecendo, respectivamente, com 82,47; 70,34 e 66,72% da força máxima quando comparados com a resistência dos ossos frescos. Concluiu-se que a escolha do método e o tempo de preservação interferiu diretamente na biomecânica dos ossos corticais, promovendo a diminuição da capacidade de resistência à tração ao longo do período de preservação.

    Abstract in English:

    Due to the increasing use of cortical bone allografts in orthopedic surgeries, de knowledge of its biomechanics characteristics during preservation time is needed. The present study consisted in the analyses of the resistance power to the micro-traction of samples of rabbit cortical bones preserved in several means for up to 180 days and fresh. The results showed that the resistance and the preservation time presented an inversely proportional relation, meaning that, the longer the time of preservation, the shorter the physical resistance evaluated in the biomechanical rehearsal of resistance to the micro-traction. The glycerin has presented lower values in relation to the resistance test, showing, after 30 days, only 24.58% of the present power in the fresh bone, and by 180 days, 1.76%. The samples submitted to autoclavation also showed low values by the end of the experiment, while they remained with just 12.31% of the power present in the fresh bone. The bones preserved in homologous plasma, Dakin liquid and the ones cryopreserved showed the best levels of resistance at the end of the experiment, remaining, respectively with 82.47, 70.34 and 66.72% of the maximum power, while compared with the resistance of the fresh bones. The conclusion is that the choice of methodology and time of preservation interfered directly in the biomechanics of the cortical bones, promoting decrease of the resistance capacity to the traction along the period of preservation.
  • Expression and distribution of connexin 32 in rat liver with experimentally induced fibrosis

    Rodrigues, Alexandro dos S.; Dagli, Maria L. Zaidan; Avanzo, José L.; Moraes, Helder P. de; Mackowiak, Ivone I.; Hernandez-Blazquez, Francisco J.

    Abstract in Portuguese:

    A conexina 32 (Cx32) é uma proteína que constitui os canais que promovem as comunicações intercelulares via junções comunicantes (CIJC) no fígado, permitindo difusão de pequenas moléculas citoplasmáticas de uma célula à outra. A fibrose hepática caracteriza-se pela alteração da arquitetura normal do fígado e podem alterar as CIJCs. O objetivo deste trabalho foi estudar a expressão e distribuição de Cx32 na fibrose hepática. O objetivo do presente trabalho foi estudar a expressão e distribuição da Cx32 em fígados com fibrose induzida pela administração oral de dimetilnitrosamina em fêmeas de ratos Wistar. A necropsia foi realizada após cinco semanas da última administração da droga e observou-se um quadro de fibrose hepática. Amostras dos fígados com fibrose e de animais controle foram submetidas à análise imunoistoquímica, por Real Time-PCR e por Western-Blot verificando-se a presença de Cx32 difusa e dispersa no citoplasma dos fígados com fibrose. No grupo controle a Cx32 localizou-se na membrana citoplasmática com a formação de placas juncionais. O fígado com fibrose também revelou diminuição da expressão gênica de Cx32, embora sem a redução da quantidade do produto protéico, quando comparado ao grupo controle. Estes resultados sugerem que o mecanismo de comunicação intercelular entre os hepatócitos reduziu-se durante o processo fibrótico, o que pode predispor a ocorrência de processos neoplásicos, uma vez que as conexinas são consideradas genes supressores de tumores.

    Abstract in English:

    The connexin 32 (Cx32) is a protein that forms the channels that promote the gap junction intercellular communication (GJIC) in the liver, allowing the diffusion of small molecules through cytosol from cell-to-cell. Hepatic fibrosis is characterized by a disruption of normal tissue architeture by cellular lesions, and may alter the GJIC. This work aimed to study the expression and distribution of Cx32 in liver fibrosis induced by the oral administration of dimethylnitrosamine in female Wistar rats. The necropsy of the rats was carried out after five weeks of drug administration. They presented a hepatic fibrosis state. Sections from livers with fibrosis and from control livers were submitted to immunohistochemical, Real Time-PCR and Western-Blot analysis to Cx32. In fibrotic livers the Cxs were diffusely scattered in the cytoplasm, contrasting with the control livers, where the Cx32 formed junction plaques at the cell membrane. Also it was found a decrease in the gene expression of Cx32 without reduction in the protein quantity when compared with controls. These results suggest that there the mechanism of intercellular communication between hepatocytes was reduced by the fibrotic process, which may predispose to the occurrence of a neoplastic process, taken in account that connexins are considered tumor suppressing genes.
  • Anatomic study of coronary arteries in goats

    Moura Junior, Paulo César; Vieira, Tiago Henrique Marçal; Vieira, Saulo Rodrigues Coceira; Pinto Neto, João Leão; Leão, Carlos Eduardo Silva; Lopes, Adalgizzia Kelly Mello e Silva; Ruiz, Cristiane Regina; Wafae, Gabriela Cavallini; Silva, Nailton Cavalcante da; Wafae, Nader

    Abstract in Portuguese:

    A utilização de artérias coronárias de caprinos em pesquisas experimentais com objetivos de futuras aplicações em coronárias humanas motivou o interesse em verificar semelhanças ou diferenças morfológicas das artérias coronárias de caprinos com os citados na literatura para humanos. Foram utilizados 31 corações de caprinos SRD pesando de 76,5-107,7g fixados em formalina a 10%. As artérias coronárias e seus ramos eram dissecados até as ramificações visíveis sob o pericárdio. A artéria coronária esquerda presente em todos os corações era única. Seu comprimento situou-se entre 8 mm e 17mm, terminava formando os ramos: interventricular paraconal e circunflexo (90,3%) ou interventricular paraconal, circunflexo e angular (9,7%). O ramo interventricular paraconal, presente em todos os corações era único. Seu comprimento variou de 80 a 140mm, emitia média de 12 ramos. O ventrículo direito recebia 49,5% dos ramos e o ventrículo esquerdo, 50,5%, dos ramos. Essa artéria podia terminar antes de atingir o ápice do coração (22,5%), no próprio ápice (22,5%) ou então passava pelo ápice e terminava no sulco interventricular subsinuoso (55%). O ramo circunflexo era único, comprimento variou de 61 a 106mm, emitia média de 8,2 ramos. O ventrículo esquerdo recebia 53,4% dos ramos e o átrio esquerdo, 46,6%. Em todos os casos essa artéria chegava e ultrapassava a Crux cordis. A artéria coronária direita, presente em todos os corações, era única. Seu comprimento variou de 35 a 86mm, emitia a média de 8,6 ramos. O ventrículo direito recebia 56,1%, dos ramos e o átrio direito 43,9%. Em geral era a própria artéria que se comportava como ramo marginal direito. A artéria coronária direita não atingia a Crux cordis em 93,5%. O ramo interventricular subsinuoso da artéria circunflexa podia ser: a) ramo longo ocupando a maior parte do sulco; b) ramo curto ocupando apenas a parte superior do sulco; c) dois ramos ocupando o sulco. O comprimento variou de 5 a 51mm, emitia a média de 4,5 ramos sendo 63,2% para o ventrículo direito e 36,8% para o ventrículo esquerdo. Essa artéria podia terminar antes de atingir o ápice (67,7%) ou no próprio ápice (32,3%). Um de seus ramos ultrapassava a Crux cordis em 72% das peças.

    Abstract in English:

    The coronary arteries of the goats have been used to researches about to pharmacological actions, heart failure after connection of coronary arteries and others. Twenty-seven goat hearts, both sexes, fixed in formalin at 10% has been used in this study that analyzed the coronary arteries pattern in goats and if the same is similar to the human coronary arteries pattern. The left coronary artery is dominant and in relation to the length demonstrated average 1.15cm emitting two branches: interventricular paraconalis and circumflex. The interventricular paraconalis branch with average length 10.5cm issued branches to the both ventricles fairly, ending more frequently in the interventricular subsinuosis sulcus. The circumflex branch with average length 8.5cm issued branches to left ventricle and right atrium fairly. The left marginal branch is not constant. The right coronary artery, with average length 6.1cm issued branches to right ventricle and right atrium fairly, but the interventricular subsinuosis branch with average length 3.1cm is variable and can present one long branch, one short branch or one double branch, with the huge part for the right ventricle.
Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA Pesquisa Veterinária Brasileira, Caixa Postal 74.591, 23890-000 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel./Fax: (55 21) 2682-1081 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: pvb@pvb.com.br