• Serum neutralization with different types and subtypes of bovine herpesvirus 1 and 5 Livestock Diseases

    Holz, Carine Lidiane; Cibulski, Samuel Paulo; Teixeira, Thais Fumaco; Batista, Helena Beatriz C.R.; Dezen, Diógenes; Campos, Fabrício Souza; Varela, Ana Paula M.; Roehe, Paulo Michel

    Abstract in Portuguese:

    O teste de soroneutralização (SN) é o método padrão para a mensuração de anticorpos neutralizantes para herpesvírus bovinos. Entretanto, com as subdivisões propostas destes agentes em tipos e subtipos, a definição de qual amostra utilizar como virus de desafio à SN pode ser difícil. Em vista disso, este estudo foi realizado para re-avaliar a sensibilidade de testes de SN utilizando diferentes tipos e subtipos de herpesvírus bovinos tipos 1 (BoHV-1) e 5 (BoHV-5) como amostras de desafio. Soros bovinos (n=810) foram coletados de duas regiões geográficas distintas e testados frente a amostras do tipo 1 (BoHV-1.1: amostras "Los Angeles" e "EVI123/98", BoHV-1.2a: amostra "SV265/96") e três amostras do tipo 5 (BoHV-5a: "EVI88/95"; BoHV-5b: "A663" e BoHV-5c "ISO97/95"). Os testes de SN foram realizados com incubação de 1 hora a 37ºC da mistura soro-vírus, frente a 100 doses infectantes para 50% dos cultivos celulares (DICC50) de cada um dos vírus. A sensibilidade da SN variou grandemente em função do vírus utilizado no teste. A maior sensibilidade (327 soros positivos/810 soros testados; 40.37%) foi alcançada quando os resultados positivos frente aos seis diferentes vírus foram somados. Nenhuma associação foi detectada entre determinado tipo/subtipo de vírus e a sensibilidade do teste. Quando resultados positivos frente a cada vírus foram considerados isoladamente, a sensibilidade da SN variou entre 41,7% a 81,7%, dependendo do vírus de desafio e da região geográfica de origem das amostras de soro. Variação foi detectada mesmo quando as amostras de desafio pertenciam a um mesmo subtipo; a discrepância entre os resultados positivos atingiu até 41%. Estes resultados indicam que testes de SN contra amostras isoladas de vírus podem apresentar uma sensibilidade notadamente baixa; o emprego de diferentes amostras de vírus de desafio pode aumentar consideravelmente a sensibilidade da prova. Além disso, a escolha da amostra de vírus para a realização do teste é crítica. Outro achado importante é que sorors de diferentes regiões geográficas podem dar resultados discordantes frente a diferentes amostras de BoHV-1 e BoHV-5. Estes achados são particularmente relevantes para programas de controle destas infecções e para o comércio internacional, onde a sensibilidade deve ser maximizada.

    Abstract in English:

    The serum neutralization (SN) test is the gold standard method to measure neutralizing antibodies to bovine herpesviruses. However, in view of the further subdivisions of bovine herpesviruses in types/subtypes, defining which virus to use at challenge in SN tests may be difficult. In view of that, this study was carried out to re-evaluate (SN) sensitivity with different types/subtypes of bovine herpesviruses types 1 (BoHV-1) and 5 (BoHV-5) as challenge viruses. Bovine sera (n=810) were collected from two distinct geographic regions and tested by SN with three type 1 viruses (BoHV-1.1 strains "Los Angeles" and "EVI123/98"; BoHV-1.2a strain "SV265/96") and three type 5 viruses (BoHV-5a strain "EVI88/95"; BoHV-5b strain "A663" and BoHV-5c "ISO97/95"). SN tests were performed with a 1 hour incubation of the serum-virus mixtures at 37ºC against 100 TCID50 of each of the viruses. SN sensitivity varied greatly depending on the challenge virus used in the test. The highest sensitivity (327 positive/810 total sera tested; 40.37%) was attained when the positive results to the six viruses were added together. No association could be found between any particular type or subtype of virus and the sensitivity of the test. When positive results to each single strain were considered, SN sensitivity varied from 41.7% to 81.7%, depending on the virus and the geographic region of origin of the sera. Variation was detected even when challenge viruses belonged to the same subtype, where disagreement between positive results reached 41%. These results indicate that one hour incubation SN tests against single viruses, as performed here, may display a significantly low sensitivity (p=0.05); performing SN tests against a number of different viruses may increase considerably SN sensitivity. Furthermore, the choice of virus used for challenge is critical in SN tests. In addition, sera from different geographic regions may give rise to disagreeing results with different strains of BoHV-1 and BoHV-5. This might be particularly relevant for control programs and in international trade, were maximum sensitivity should be targeted.
  • Ação anti-helmíntica de diferentes formulações de lactonas macrocíclicas em cepas resistentes de nematódeos de bovinos Animais de Produção

    Cezar, Alfredo Skrebsky; Vogel, Fernanda S.F.; Sangioni, Luís Antônio; Antonello, Ana Maria; Camillo, Giovana; Toscan, Gustavo; Araujo, Luciana O. de

    Abstract in Portuguese:

    As lactonas macrocíclicas (LMs) (avermectinas e milbemicinas) são endectocidas amplamente utilizados em animais e em algumas parasitoses humanas. Em bovinos, a resistência parasitária às LMs é emergente, e o surgimento de formulações que diferem nas suas propriedades farmacológicas tornou complexa a escolha da droga mais indicada a cada caso. Com o objetivo de avaliar possíveis alternativas para recuperar a eficácia de LMs sobre cepas resistentes de nematódeos gastrintestinais, testaram-se, neste estudo, dez diferentes tratamentos a base de LMs sobre uma população de nematódeos gastrintestinais de bovinos a qual, sabidamente, sofrera pressão de seleção por avermectinas a 1%. Adicionalmente, testou-se um benzimidazol. A eficácia das drogas foi calculada com base na redução de ovos por grama de fezes (OPG) dos bovinos. A resistência de cada gênero foi avaliada por meio de identificação de larvas, obtidas de cultivos nas fezes, pré- e pós-tratamentos. Não se obteve a eficácia desejada com o emprego de avermectinas de longa ação - com alta concentração e em associação - ou mesmo, com a aplicação de superdoses. Os gêneros Cooperia spp., Haemonchus spp. e Trichostrongylus spp. foram resistentes às avermectinas, e Ostertagia spp. à ivermectina. Observou-se que, uma vez estabelecida a resistência parasitária a LMs a 1%, a aplicação de fármacos, deste mesmo grupo químico, ainda que em formulações mais concentradas, asso-ciações ou superdoses, pode não resultar na eficácia esperada.

    Abstract in English:

    The macrocyclic lactones (MLs) (avermectins and milbemycins) are endectocides broadly used in livestock and in some parasitic diseases of humans. In cattle, parasite resistance to MLs is emerging, and the appearance of formulations that differ in their pharmacological properties become complex the choice of the most appropriate drug to each case. In order to evaluate possible alternatives to restore the effectiveness of MLs on resistant strains of gastrointestinal nematodes, were tested, in this study, ten different treatments based on the MLs on a population of gastrointestinal nematodes of cattle which, known, was under pressure of selection by 1% avermectins. Additionally, was tested a benzimidazole. The efficacy of the drugs was calculated with basis on the reduction of eggs per gram of feces (EPG) of cattle. The resistance of each genus was evaluated by identification of the larvae, obtained from culture in the feces, pre- and post-treatments. The desired efficacy was not obtained using long action avermectins - with high concentration and in association - even with the application of high doses. The genera Cooperia spp., Haemonchus spp. and Trichostrongylus spp. were resistant to avermectins, and Ostertagia spp. to ivermectin. It was observed that, once established parasite resistance to the 1% MLs, the application of drugs, of this same chemical group, even in formulations of high concentration, association or in high doses, may not result in the expected efficacy.
  • Conidiobolomicose causada por Conidiobolus lamprauges em ovinos no Estado de Santa Catarina Animais de Produção

    Furlan, Fernando Henrique; Lucioli, Joelma; Veronezi, Luciane Orben; Fonteque, Joandes Henrique; Traverso, Sandra Davi; Nakazato, Luciano; Gava, Aldo

    Abstract in Portuguese:

    Descreve-se um surto de conidiobolomicose em ovinos no Estado de Santa Catarina. O surto ocorreu entre os meses de dezembro e março de 2006, no município de Santo Amaro da Imperatriz, região litorânea do Estado. A propriedade possuía 75 ovinos da raça Santa Inês e seis desses animais adoeceram. Clinicamente os animais doentes apresentavam dificuldade respiratória, corrimento nasal seroso a mucossanguinolento e, por vezes exolftalmia. Na necropsia verificou-se uma massa amarelada na região etmoidal e adjacências que, às vezes, atingia os linfonodos regionais, cérebro, globo ocular e pleura. Microscopicamente a massa caracterizava-se por infiltrado inflamatório granulomatoso com áreas necróticas associadas a hifas largas pouco ramificadas. Através de exame molecular detectou-se DNA de Conidiobolus lamprauges. Os aspectos clínicos, epidemiológicos, macroscópicos, microscópicos e moleculares caracterizam a conidiobolomicose causada por Conidiobolus lamprauges em ovinos.

    Abstract in English:

    An outbreak of conidiobolomycosis affecting sheep in the State of Santa Catarina, Southern Brazil is reported. The disease occurred in six Santa Inês breed sheep from a flock of 75 during the rainy season. Common clinical signs were noisy respiration and dyspnea, serous to mucosanguineous nasal discharge and exophthalmus. At necropsy there was a dense yellow mass in the nasopharyngeal area affecting the ethmoidal region, turbinate bones and occasionally limph nodes, central nervous system and pleura. Histopathologycally there was multifocal granulomas whith an eosinophilic necrotic reaction containing ribbon type hyphae similar to zygomycetous fungi. At molecular examination Conidiobolus lamprauges DNA was detected. The clinical, epidemiological, macroscopical, microscopical and molecular aspects characterize conidiobolomycosis caused by Conidiobolus lamprauges in sheep.
  • Intoxicação experimental por monofluoroacetato de sódio em bovinos: aspectos clínicos e patológicos Animais de Produção

    Nogueira, Vivian A.; França, Ticiana N.; Peixoto, Tiago C.; Caldas, Saulo A.; Armién, Anibal G.; Peixoto, Paulo V.

    Abstract in Portuguese:

    Monofluoracetato de sódio (MF) foi identificado, por cromatografia, em três das doze plantas que causam morte súbita em bovinos no Brasil, incluindo Palicourea marcgravii, a mais importante desse grupo. Uma lesão considerada típica por alguns autores para intoxicação foi¹ a degeneração hidrópico-vacuolar dos túbulos uriníferos contorcidos distais (DHV). O objetivo deste trabalho foi verificar se a ingestão de MF induz sinais clínicos e lesões similares às observadas nos bovinos intoxicados pelas plantas que causam morte súbita. Seis vacas receberam, por via oral, 0,5 e 1,0mg/kg de MF diluídos em 50mL de água destilada. Clinicamente, os animais apresentaram taquicardia, jugular repleta com pulso venoso positivo, respiração abdominal, ligeira perda de equilíbrio, por vezes cambaleavam, deitavam e apoiavam a cabeça no flanco. Na fase final (agônica), todos os animais caíam em decúbito lateral, esticavam os membros, faziam movimentos de pedalagem, apresentavam opistótono, nistagmo, mugidos e a morte ocorria em 2-14 minutos. À necropsia verificaram-se aurículas, jugulares, ázigos e pulmonares moderadamente ingurgitadas. Observaram-se ainda leve a moderado edema da subserosa nos locais de fixação da vesícula biliar no fígado, além de leve edema entre o duodeno e o pâncreas. O exame histopatológico revelou, em todos os animais, desde leve a acentuada DHV das células epiteliais dos túbulos uriníferos contorcidos distais associada à cariopicnose. Com relação à ultraestrutura, observou-se vacuolização do citoplasma devido ao acúmulo de água. Vacuolização e necrose de coagulação individual ou de grupos de hepatócitos e leve congestão hepática secundários à estase venosa também foram observados. DHV tem sido observada em casos de envenenamento por outras substâncias, porém nestes não está restrita aos túbulos distais e não se observa cariopicnose. Este estudo demonstra que a DHV dos túbulos renais de bovinos pode ser causada pelo envenenamento por MF e, por analogia, essa substância deve ser considerada como um dos fatores importantes, senão o mais significativo, implicado na morte dos animais que ingerem plantas que causam morte súbita no Brasil. Isso indica que estudos, que envolvam metabolização de MF por bactérias ruminais, teriam grande aplicabilidade econômica, uma vez que pelo menos 500.000 bovinos morrem anualmente intoxicados por plantas do grupo das que causam morte súbita no Brasil.

    Abstract in English:

    Sodium monofluoroacetate (MF) was identified, by cromatography, in three of the 12 plants that cause sudden death in cattle in Brazil, including Palicourea marcgravii, the most important plant of this group. A special kind of hydropic-vacuolar degeneration (HVD) of the distal convoluted uriniferous tubules was considered typical for the poisoning by some authors. The objective of this study was to verify if the ingestion of MF causes similar clinical signs and lesion in cattle poisoned by plants that cause sudden death. Six cows received orally 0.5 and 1.0mg/kg of M diluted in 50mL of distilled water. Clinically the animals presented tachycardia, engorgement and positive pulse of the jugular vein, abdominal breathing, swaying gait, subtle unbalance, and recumbency with head placed the on the flank. In the agonal phase all the animals in lateral recumbence presented muscular fasciculation, tonic contraction, peddling movements, opisthotonus, nystagmus, and died between 2 and 14 minutes. At postmortem examination, the heart auricles, jugular and pulmonary veins were moderately distended and engorged with blood. Slight to moderate edema of the subserosa was seen around the gall bladder and the duodenum near to the pancreas. At light microscopy, HVD associated with nuclear picnosis of the epithelial cells of the distal convoluted uriniferous tubules was present in all animals. Ultrastructurally, the cell lesion represents formation of cytosolic vacuoles, likely due to accumulation of water. Coagulation necrosis of individual or groups of hepatocytes and slight hepatic congestion secondary to the venous stasis were also observed. Hydropic-vacuolar degeneration has been observed in cases of poisoning by many substances, which cause acute tubular nephrosis, however not restricted to the distal renal tubules and without nuclear picnosis. This study demonstrates that the HVD in the kidney can be caused by MF and, in analogy, the compound should be considered responsible for the death of cattle that ingest toxic plants which cause sudden death in Brazil. Our results can be supportive to studies that will focus on the degradation of MF by rumen bacteria, what might have economic implications, as at least 500.000 cattle die annually by sudden death causing toxic plants in Brazil.
  • Doença tremorgênica em ruminantes e equídeos no semiárido da Paraíba Animais de Produção

    Pessoa, Clarice R.M.; Medeiros, Rosane M.T.; Pessoa, André F.A.; Dantas, Antônio F.M.; Oliveira, Odaci F. de; Riet-Correa, Franklin

    Abstract in Portuguese:

    Descrevem-se oito surtos de uma doença tremorgênica em bovinos, ovinos, equinos e muares na região do Cariri, semiárido da Paraíba. Sete surtos aconteceram de julho a dezembro de 2007, com maior frequência entre setembro e outubro. Outro surto foi observado em fevereiro de 2008. Todos os surtos ocorreram no período da seca. Os sinais observados foram tremores musculares, hipermetria, ataxia, aumento da base de sustentação, constante estado de alerta e, em alguns casos, decúbito. Quando retirados das pastagens os animais recuperavam-se em 3-4 dias a duas semanas, porém quando retornavam ao pasto de origem adoeciam novamente. Um ovino foi necropsiado e não foram observadas lesões macroscópicas ou microscópicas. Em seis propriedades a doença ocorreu em cultivos de palma invadidos por gramíneas e em duas em áreas de caatinga desmatada invadidas pelas mesmas gramíneas. Diversas gramíneas, incluindo Digitaria bicornis, Enteropogon mollis, Chloris virgata e Chloris barbata foram encontradas nos piquetes onde ocorreu a doença. Dois equinos foram alimentados por sete dias com gramíneas secas provenientes de fazendas onde haviam acontecido surtos da doença. Um dos equinos apresentou sinais leves da doença no quinto dia de ingestão, mas recuperou-se no dia seguinte. Esses resultados sugerem que a doença está associada à ingestão de alguma gramínea, possivelmente Chloris spp. Relatos anteriores mencionam a ocorrência de uma intoxicação semelhante, entre 1956 e 1962, no Agreste Pernambucano, em pastagens de Chloris orthonothon.

    Abstract in English:

    Eight outbreaks of a tremorgenic disease are reported in ruminants and equidae in the semiarid region of the Brazilian state of Paraíba. Seven outbreaks occurred from July to December 2007, with highest frequency in September and October. Another outbreak was observed in February 2008. All outbreaks occurred during the dry season. The disease affected horses, mules, cattle and sheep. Clinical signs were staggering, hypermetria, ataxia, wide-based stance and alertness. After being removed from pastures the animals recovered in a period of 3-4 days to two weeks, however when returned to the pasture clinical signs reappeared. One affected sheep was euthanized and necropsied. Gross and histologic lesions were not observed. Different grasses including Digitaria bicornis, Enteropogon mollis, Chloris virgata and Chloris barbata were present in the pastures where the disease occurred. In six farms the disease occurred in cultures of Opuntia ficcus-indica invaded by grasses and two in deforested native vegetation invaded by similar grasses. Two horses were fed ad libitum during seven days, mature forage collected in pastures where the disease occurred. One horse showed mild signs of the disease on the fifth day of consumption, but recovered one day later. These results suggest that the disease is associated with the ingestion of some graminae, probably Chloris spp. Previous reports mentioned the occurrence of a similar disease, between 1956 and 1962, in the semiarid region of Pernambuco, in pastures with Chloris orthonothon.
  • Diarreia em caprinos associada ao consumo de Arrabidaea corallina (Bignoniaceae) Animais de Produção

    Pessoa, Clarice R.M.; Medeiros, Rosane M.T.; Pessôa, André F. A.; Araújo, José A. de; Dantas, Antônio F.M.; Silva-Castro, Milene M.; Correa, Franklin Riet

    Abstract in Portuguese:

    Descreve-se um surto de intoxicação natural por Arrabidaea corallina (Jacq.) Sandw. (fam. Bignoniaceae) em caprinos no Município de Boqueirão, semiárido da Paraíba, durante a estação seca. De um rebanho de 550 caprinos maiores de um ano foram afetados 56 (10%) e morreram 6 (1%), com sinais clínicos de diarreia, aumento dos movimentos ruminais e depressão. Os demais animais se recuperaram após serem retirados da pastagem. O rebanho alimentava-se de pastagem nativa e nesse período dispunham de pouca forragem. Todavia, A. corallina era a única planta invasora que se mantinha verde e existia em grande quantidade. Um caprino afetado foi necropsiado. O intestino delgado apresentava conteúdo liquefeito, fétido e enegrecido e alterações de enterite catarral. Ao exame histológico observou-se enterite aguda, difusa e moderada, ocasionalmente com presença de Eimeria sp. Não foram observadas lesões macroscópicas ou microscópicas significativas em outros órgãos. A doença foi reproduzida experimentalmente em 4 caprinos após administração das folhas frescas de A. corallina em 3-6 doses diárias de 15g por kg de peso animal. Os caprinos apresentaram diarreia 3-4 dias após o início da ingestão e se recuperaram 5-6 dias após o final da administração. Conclui-se que o consumo de A. corallina é responsável pela ocorrência da doença em caprinos a campo. No entanto outras doenças como a infestação parasitária e a desnutrição podem contribuir para causar a morte dos animais. Recomenda-se a retirada de caprinos de áreas invadidas por A. corallina quando, em consequência de estiagem, não houver outra forragem disponível.

    Abstract in English:

    An outbreak of poisoning by Arrabidaea corallina (Jacq.) Sandw. (Fam. Bignoniaceae) in goats is reported, which occurred in the municipality of Boqueirão, semiarid of Paraíba, during the dry season. In a flock of 550 goats, older than one year of age, 56 (10%) were affected and 6 (1%) died. Clinical signs were diarrhea, increased ruminal movements and depression. The goats recovered after being moved to another paddock. The pasture had low forage availability and large amounts of A. corallina was the only other green plant observed. One goat was necropsied. The gut had liquid, fetid and blackish content, and showed catarrhal enteritis. Histology revealed acute, diffuse and moderate enteritis. Eimeria sp. was also observed. Non significant macroscopic or histological lesions were seen in other tissues. The disease was experimentally reproduced in four goats after the administration of fresh leaves of A. corallina, at 3-6 daily doses of 15g per kg of body weight. The animals showed diarrhea 3-4 days after the beginning of administration and recovered 5-6 days afterwards. It is concluded that the plant is responsible for the outbreak of diarrhea in goats, but parasitic disease or malnutrition can be contributing factors to the animal death. Goats should be withdrawn from paddocks with A. corallina if during the dry seasons no other forage is available.
  • IgM e IgG como marcadores da infecção transplacentária por Neospora caninum em fetos bovinos Animais de Produção

    Cadore, Gustavo C.; Vogel, Fernanda S.F.; Sangioni, Luis Antonio; Pena, Hilda F.J.; Gennari, Solange M.

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste estudo foi determinar a ocorrência de anticorpos anti-Neospora caninum em 260 amostras de soro coletadas de fetos bovinos de julho de 2007 a março de 2008, em abatedouro do município de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil. Para detecção de anticorpos anti-N. caninum, a técnica de imunofluorescência indireta foi utilizada tanto para a detecção de imunoglobulinas G e M. Amostras com títulos e" 25 foram consideradas positivas. Das 260 amostras testadas, 15% (39/260) foram positivas para anticorpos anti-N. caninum. Destas, em 38 (97,4%) foi detectada a presença de IgG anti-N. caninum e em seis (15,4%) de IgM. Em cinco amostras (12,8%) detectaram-se ambos, IgG e IgM. Os resultados reafirmam a habilidade do N. caninum em determinar infecção fetal. A pesquisa de IgM foi de limitada importância na detecção da infecção via transplacentária em soro fetal bovino.

    Abstract in English:

    The aim of this study was to determine the occurrence of anti-Neospora caninum antibodies in serum samples collected from 260 bovine fetuses, between July 2007 and March 2008, in an abattoir in the municipality of Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brazil. An indirect fluorescent antibody test was used to detect anti-N. caninum immunoglobulins G (IgG) and M (IgM), using a cut-off of 1:25. Considering IgG or IgM detection, 15% (39/260) of the samples tested were found positive. Among the positive samples, 38 (97.4%) were positive for IgG and 6 (15.4%) for IgM. However 5 (12.8%) of it were positive for both IgG and IgM. These results are in agreement with the proven ability of N. caninum to fetal infection. IgM testing was few relevant to detect N. caninum transplacental infection through fetal bovine serum analisys.
  • Vaccination protocol and bacterial strain affect the serological response of beef calves against blackleg Livestock Diseases

    Araujo, Rafael F.; Curci, Vera C.L.M.; Nobrega, Fabiana L.C.; Ferreira, Rosa M.M.; Dutra, Iveraldo S.

    Abstract in Portuguese:

    Foi avaliada a resposta sorológica de bezerros de corte submetidos a diferentes esquemas de vacinação contra o carbúnculo sintomático, empregando-se como antígenos duas cepas distintas de Clostridium chauvoei: uma oficial (MT) e a outra uma cepa de campo. Os animais (n=60) foram randomizados em quatro grupos (G1, G2, G3 e Controle) e submetidos a três protocolos distintos de vacinação com um produto comercial polivalente. O G1 foi primovacinado aos 4 meses de idade e recebeu o reforço após desmama (8 meses de idade). O G2 recebeu a primeira dose aos 8 meses de idade e reforço 30 dias após. O G3 foi vacinado somente aos 8 meses de idade e o Controle não foi vacinado. As avaliações sorológicas pelo ensaio imunoenzimático (Elisa) foram realizadas aos 4, 8, 9 e 10 meses de idade dos bezerros. Nos dois esquemas em que os animais receberam o booster (G1 e G2), houve um aumento significativo (p<0,05) da resposta sorológica quando foram avaliados 30 dias após. No entanto, os valores séricos de IgG contra C. chauvoei foram significativamente maiores nos animais primovacinados aos 4 meses de idade. Aos 10 meses, os dois grupos que receberam o reforço vacinal (G1 e G2) não diferiram entre si na resposta sorológica e os bezerros que receberam uma única dose de vacina na desmama (G3) não diferiu do Controle. A resposta sorológica dos bezerros foi significativamente inferior (p<0,05) em diversos momentos da avaliação, quando a cepa de campo foi empregada como antígeno e quando comparada à da cepa MT. Pode-se deduzir que a resposta sorológica dos bezerros vacinados aos 4 e 8 meses de idade foi satisfatória e que existiram diferenças significativas nos valores séricos de anticorpos contra C. chauvoei quando na avaliação foi empregada cepa de campo.

    Abstract in English:

    The serological response of beef calves was evaluated with different vaccination regimens against blackleg, using an official strain (MT) and a field-collected strain of Clostridium chauvoei as antigens. Sixty calves were randomly allocated to four different groups and were submitted to distinct vaccination protocols with a commercial polyvalent vaccine. Group G1 was first vaccinated at four months of age and a booster shot was given after weaning, at eight months. Group G2 was given the first dose at eight months and a booster shot 30 days later. Group G3 was vaccinated only once at eight months and the control group was not vaccinated. These alternative vaccination regimens were proposed in an effort to adequately protect cattle under open-field farming conditions. Serological evaluations were made by Elisa at 4, 8, 9 and 10 months of age. Both groups receiving booster shots had a significantly increased serological response 30 days later. However, the serum IgG levels against C. chauvoei were significantly higher in the calves that were first vaccinated at four months. At 10 months, the two booster shot groups (G1 and G2) had similar serological responses, while the calves that were treated with a single dose of vaccine at weaning (G3) had a response that was similar to that of the control group. The serological response of the calves was significantly inferior at several of the evaluation times when the field strain of the bacteria was used as a challenge antigen instead of the official MT strain. The serological response of calves that are vaccinated twice was found to be satisfactory, independent of the first injection being made at four or eight months of age. It was also concluded that it would be useful to include local bacterial strains in commercial vaccine production.
  • Avaliação da proliferação celular como indicador prognóstico para mastocitomas cutâneos caninos Pequenos Animais

    Strefezzi, Ricardo De F.; Kleeb, Silvia Regina; Xavier, José Guilherme; Dias, José Luiz Catão

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo teve como objetivo avaliar o valor prognóstico de marcadores de proliferação celular em casos de mastocitomas cutâneos caninos. Vinte e três casos foram analisados quanto à expressão imuno-histoquímica de Ki67 e do Antígeno Nuclear de Proliferação Celular (PCNA), sendo subsequentemente acompanhados clinicamente. Observou-se que a expressão de Ki67 mantém relação negativa com a tradicional graduação histopatológica (p= 0,0418; p<0,05 entre os graus I e III), sendo um indicador confiável para o tempo de sobrevida pós-cirúrgica (p=0,0089). A imunoexpressão de PCNA, apesar de estar correlacionada à marcação por Ki67, não apresentou valores estatisticamente significantes na predição da mortalidade em função da doença e do tempo de sobrevida pós-cirúrgico. Os resultados obtidos confirmam que informações sobre a atividade proliferativa tumoral pela detecção imuno-histoquímica de Ki67 podem incrementar a classificação de mastocitomas cutâneos caninos quanto à malignidade.

    Abstract in English:

    This study evaluated the prognostic value of cell proliferation markers for canine cutaneous mast cell tumor cases. Twenty-three cases were analyzed with regard to immuno-histochemical expression of Ki67 and Proliferating Cell Nuclear Antigen (PCNA), and were clinically followed up. Ki67 expression was related to the traditional histopathological grading (p= 0.0418; p<0.05 between grades I and III), and was a reliable indicator of post-surgical survival (p=0.0089). PCNA immunoexpression did not show statistically significant values in the prediction of disease-related mortality and survival, although it is correlated to Ki67 expression. These results confirm that information about tumoral proliferative activity through Ki67 immunohistochemical detection can improve canine cutaneous mast cell tumor grading with regard to malignancy.
  • Biópsia pulmonar incisional por toracoscopia paraxifoide transdiafragmática com dois portais em cães Pequenos Animais

    Basso, Paula C.; Raiser, Alceu G.; Brun, Maurício V.; Guizzo Junior, Nédio; Feranti, João P.S.; Motta, Adriana C.; Bortolini, Carlos E.; Muller, Daniel C.M.

    Abstract in Portuguese:

    As doenças respiratórias observadas na clínica médica de pequenos animais são numerosas, assim como as possibilidades diagnósticas, dentre as quais encontram-se os exames laboratoriais, os estudos radiográficos, os lavados broncoalveolares e as biópsias. Na presente pesquisa avaliaram-se os resultados da toracoscopia paraxifoide transdiafragmática para a realização de biópsia pulmonar em cães, sendo utilizados para tanto, 13 animais clinicamente sadios. Sob anestesia geral, produziu-se pneumotórax no volume de 30ml kg-1 de ar ambiente para cada hemitórax. O acesso foi obtido a partir de dois trocartes, posicionados entre o apêndice xifoide e o arco costal, os quais transfixaram o diafragma. O primeiro portal foi empregado para a passagem do endoscópio e o segundo para a utilização de pinça saca-bocado, empregada na obtenção de biópsia. Em seguida, a pinça foi removida e um dreno torácico foi posicionado através do portal. Durante os procedimentos, aferiram-se as frequências respiratória e cardíaca, a saturação de oxigênio, as pressões arterial média e venosa central e os parâmetros hemogasométricos. Os drenos foram removidos num período de até 48 horas de pós-operatório, verificando-se mínima produção de ar e/ou líquido. Concluiu-se se tratar de uma técnica rápida, segura e sem complicações trans e pós-operatórias, permitindo aquisição de material suficiente para a avaliação histológica do pulmão.

    Abstract in English:

    There are many respiratory diseases in small animals, as well as the possibilities of diagnoses, as laboratory and radiographic exams, bronchoalveolar lavage and biopsies. This research aimed at assessing the results of transdiaphragmatic paraxiphoid thoracoscopies in pulmonary biopsies of thirteen clinically healthy dogs. Under general anesthesia, each dog was insufflated with 30ml kg-1 of air in each hemithorax; two trocars were placed between the xiphoid appendix and the costal arch through the diaphragm. An endoscope was introduced by the first portal; while the second portal was used to allow access to the nippers in the biopsy forceps. Then, these nippers were removed and replaced by chest tube drainage. During the procedures, respiratory frequency, heart rate, oxygen saturation, arterial pressure and central venous pressure (CVP), hemogasometric parameters were checked. Within 48 hours after the surgery, drains were or drain was removed, with minimal production of air and/or liquid. In conclusion, this is a fast and safe technique, which is free of trans and post surgical complications, thus allowing the collection of sufficient material for pulmonary histological evaluation.
  • A importância da ordem Ciconiiformes na cadeia epidemiológica de Salmonella spp. para a saúde pública e a conservação da diversidade biológica Animais Selvagens

    Silva, Marcio A.; Marvulo, Maria F.V.; Mota, Rinaldo A.; Silva, Jean C.R.

    Abstract in Portuguese:

    A diversidade biológica é representada por todas as unidades da natureza e sua conservação diz respeito à sobrevivência da própria espécie humana. Uma das ameaças à sua conservação são as doenças infecciosas que afetam a fauna, dentre as quais se podee incluir a salmonelose como uma das mais importantes, especialmente para a avifauna. Aves de topo de cadeia alimentar como os Ciconiiformes podem ser potenciais reservatórios e disseminadores da Salmonella spp. para outras espécies silvestres e também para populações humanas e animais domésticos, podendo causar prejuízos à saúde pública e ao meio ambiente. Objetivou-se descrever a infecção ou doença por Salmonella sp., o seu agente etiológico e sua ocorrência em Ciconiiformes, bem como demonstrar a importância destas aves na cadeia epidemiológica silvestre desta zoonose, verificando os riscos para a saúde pública e para a conservação da diversidade biológica.

    Abstract in English:

    Biological diversity is represented by all nature units and its conservation is about the survival of human beings. Infectious diseases are one of the possible threats for wildlife conservation, which includes salmonellosis as a most important disease, especially for the avifauna. Top alimentary chain birds such as Ciconiiformes can be reservoirs and disseminators of Salmonella spp. to other wild and domestic animals, and also for human populations, with serious risks to public and environmental health. This review describes infection by Salmonella spp., its etiological agent and occurrence in Ciconiiformes, as well as the importance of these wild birds for the epidemiological chain of the zoonosis, and discusses the risks for public health and biological diversity conservation.
  • Effect of medroxy-progesterone acetate on follicular growth and endometrial cycloxygenase-2 (COX-2) expression during the bovine estrous cycle Animal Morphophysiology

    Portela, Valério M.; Farias, Alexandre M.; Moraes, José C. Ferrugem; Gonçalves, Paulo Bayard D.; Veiga, Angela P. Medeiros; Oliveira, João F.

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo teve como objetivo avaliar o efeito do acetato de medroxi-progesterona (MAP) com ou sem benzoato de estradiol (BE) sobre o crescimento folicular durante o ciclo estral bovino. No primeiro experimento, vacas da raça Hereford foram sincronizadas com um análogo sintético de PGF2á e tratadas com duas doses diferentes de MAP (250 ou 500mg), com ou sem EB, durante 7 dias, iniciando-se no oitavo dia do ciclo estral. Observou-se uma inibição do crescimento folicular (P<0,05) em todas as vacas, exceto no grupo controle e no grupo que recebeu 250mg de MAP sem BE. Os 75% dos animais não exibiu estro no momento da remoção do MAP, mas sim nos dias 21 e 22 do ciclo, demonstrando que os tratamentos não induziram cio. Para se determinar se o tratamento com BE alterou a sensibilidade endometrial à ocitocina e, assim, a cascata luteolítica, vacas multíparas pré-sincronizadas receberam 5mg de BE, seguidos, após 6 horas, de 50 UI de ocitocina (OT; n=9). Oito horas após a administração de BE, colheram-se fragmentos endometriais das vacas, nos dias 4, 13 e 17 do ciclo estral, mensurando-se a expressão gênica de COX-2 através de PCR. O BE aumentou os níveis de RNAm de COX-2 apenas no dia 17 do ciclo estral (P<0,05). Em conclusão, o MAP isolado ou associado a BE é capaz de suprimir o crescimento folicular bovino. Entretanto, o BE, na presença de MAP é ineficaz na indução da luteólise bovina, quando injetado no oitavo dia do ciclo estral.

    Abstract in English:

    The objective of this study was to evaluate the effect of medroxy-progesterone acetate (MAP) with or without estradiol benzoate (EB) on follicular growth during the estrous cycle in cattle. In the first experiment, Hereford cows were synchronized with a synthetic analogue of PGF2 alpha and were treated with two different doses of MAP (250 or 500 mg) with or without EB for 7 days starting on day 8 of the estrous cycle. Follicular growth was inhibited (P<0.05) in all cows except controls and those receiving 250mg MAP without EB. Seventy-five percent of the animals (15/20) showed estrus on days 21 and 22 of the cycle rather than at MAP withdrawal, demonstrating that these treatments did not induce estrus. To determine whether the EB treatment altered endometrial sensitivity to oxytocin and thus the luteolytic cascade, multiparous pre-synchronized cows received 5 mg of EB followed 6 hours later with 50 IU of oxytocin (OT; n=9). Eight hours after EB injection, endometrial fragments were collected from the cows on days 4, 13 and 17 of the estrous cycle and COX-2 gene expression was measured by PCR. EB increased COX-2 mRNA levels only on day 17 of the estrous cycle (P<0.05). In conclusion, MAP alone or associated with EB is able to suppress bovine follicular growth. However, EB in the presence of MAP is not efficient to induce luteolysis in cows when injected on day 8 of the estrous cycle.
  • Avaliação dos fluxos das valvas aórtica e pulmonar com ecocardiografia Doppler pulsátil em cães clinicamente sadios Morfofisiologia

    Petrus, Lilian C.; Oliveira, Valéria M.C.; Pereira, Guilherme G.; Larsson, Maria Helena M.A.

    Abstract in Portuguese:

    Avaliaram-se com Doppler pulsátil os fluxos das valvas aórtica (AO) e pulmonar (Pul) por meio de análise qualitativa (presença de regurgitações valvares e características do espectro avaliado) e quantitativa, com obtenção de parâmetros ecocardiográficos como velocidades máxima (V. Max.) e média (V. Me.), integral de velocidade (VTI), tempo de aceleração (TA) e ejeção (TE), de 30 cães considerados clinicamente sadios por meio de exames físico, laboratoriais, eletrocardiográfico, ecocardiográfico (modos uni e bidimensional), radiográfico de tórax e mensuração da pressão arterial sistêmica. Obtiveram-se os seguintes resultados para os referidos parâmetros: V.max. AO= 1,22± 19,38m/s; V. Me. AO= 0,72± 0,08m/s; VTI AO= 0,14± 0,02m; TA AO= 38,80± 11,29ms; TE AO= 197,90± 24,77ms; V. Max. Pul= 0,95± 0,18m/s; V. Me. Pul= 0,63± 0,10m/s; VTI Pul= 0,13± 0,02m; TA Pul= 70,97± 18,87ms; TE Pul= 203,70± 28,98ms. Em apenas três animais observou-se regurgitação pulmonar. Alguns parâmetros apresentaram correlação negativa com a variável freqüência cardíaca (VTI AO, TE AO, VTI Pul, TA Pul, TE Pul); outros correlação positiva com a variável peso (VTI AO, TA AO, TE AO, VTI Pul, TE Pul,) e não se observou influência da variável sexo na maioria dos parâmetros avaliados. Na comparação entre os dois fluxos, observaram-se V. Max. AO e V. Me. AO maiores que V. Max. Pul. e V. Me. Pul., respectivamente, VTI AO maior que VTI Pul, e TA AO menor que TA Pul.

    Abstract in English:

    This study evaluated aortic (AO) and pulmonary (Pul) valves flow with pulsed-wave Doppler by qualitative (presence of valvar insufficiency and characteristic of flow profile) and quantitative analysis, and the following echocardiographic parameters were obtained: peak (PV) and mean (MV) velocities, velocity-time integral (VTI), acceleration (AT) and ejection (ET) time. Thirty dogs were studied, and to be considered normal, physical, laboratory, electrocardiographic, echocardiographic (uni and bidimensional mode) exams, thoracic radiography, and measurement of the blood pressure were accomplished, and the following echocardiographic parameters were obtained: AO PV= 1.22± 19.38m/s; AO MV= 0.72± 0.08m/s; AO VTI= 0.14± 0.02m; AO AT= 38.80± 11.29ms; AO ET= 197.90± 24.77ms; Pul PV= 0.95± 0.18m/s; Pul MV= 0.63± 0.10m/s; Pul VTI= 0.13± 0.02m; Pul AT= 70.97± 18.87ms; Pul ET= 203.70± 28.98ms. Heart rate presented negative correlation with AO VTI, AO ET, Pul VTI, Pul AT, Pul ET, and the variable weight had positive correlation with AO VTI, AO AT, AO ET, Pul VTI, Pul ET, differently from the gender, that had no influence on the evaluated parameters. The comparison of aortic and pulmonary valves flow demonstrated AO PV and AO MV higher than Pul PV and Pul MV, respectively, AO VTI higher than Pul VTI, and Pul AT higher than AO AT.
  • Imagem por ressonância magnética na investigação da cabeça de cães Morfofisiologia

    Hage, Maria Cristina F.N.S.; Iwasaki, Masao; Rabbani, Said R.; Kamikawa, Lilian; Cervantes, Hernan J.R.; Bombonato, Pedro P.; Sterman, Franklin A.; Otaduy, Maria C.G.

    Abstract in Portuguese:

    A imagem por ressonância magnética (IRM) é o método de diagnóstico por imagem não invasivo mais sensível para avaliar as partes moles, particularmente o encéfalo, porém trata-se de uma técnica onerosa. O método fundamenta-se no fenômeno da ressonância magnética nuclear que ocorre quando núcleos atômicos com propriedades magnéticas presentes no corpo são submetidos a um campo magnético intenso, sendo posteriormente excitados por energia de radiofrequência e gerando, por sua vez, um sinal de onda de radiofrequência capaz de ser captado por uma antena receptora, passando por um processo matemático, chamado Transformada de Fourier, para posterior formação da imagem. Esse estudo objetivou realizar 10 exames completos da cabeça em cadáveres de cães normais à IRM e confeccionar um Atlas com as estruturas identificadas. As imagens foram adquiridas em um aparelho de ressonância magnética Gyroscan S15/HP Philips com campo magnético de 1,5Tesla. Os cadáveres foram posicionados com a cabeça no interior de uma bobina de cabeça humana e foram submetidos a cortes iniciais sagitais a partir de onde se planejou os cortes transversais e dorsais nas sequências de pulso spin-eco T1, T2 e DP. Em T1 utilizou-se TR=400ms e TE=30ms, T2 utilizou-se TR=2000ms e TE=80ms e na DP utilizou-se TR=2000ms e TE=30ms. A espessura do corte foi de 4mm, o número de médias foi igual a 2, a matriz foi de 256x256, o fator foi igual a 1,0 e o campo de visão foi de 14cm. A duração do exame completo da cabeça foi de 74,5minutos. As imagens obtidas com as sequências utilizadas e com a bobina de cabeça humana foram de boa qualidade. Em T1 a gordura tornou-se hiperintensa e o líquido hipointenso. Em T2 a gordura ficou menos hiperintensa e o líquido hiperintenso. A cortical óssea e o ar foram hipointensos em todas as sequências utilizadas devido a baixa densidade de prótons. A sequência DP mostrou o melhor contraste entre a substância branca e cinzenta quando comparada a T2 e a T1. T2 evidenciou o líquido cefalorraquidiano tornando possível a distinção dos sulcos e giros cerebrais. Através do exame de IRM foi possível, pelo contraste, identificar as estruturas ósseas componentes da arquitetura da região, músculos, grandes vasos venosos e arteriais e estruturas do sistema nervoso central, além de elementos do sistema digestório, respiratório e estruturas dos olhos entre outras. Nesse estudo as IRM adquiridas nas sequências T1, DP e T2 foram complementares para o estudo dos aspectos anatômicos da cabeça de cães demonstrando-os com riqueza de detalhes. O tempo requerido para o exame completo da cabeça é compátivel para uso em animais vivos desde que devidamente anestesiados e controlados. Os resultados obtidos por esse trabalho abrem caminho em nosso meio, para o estudo de animais vivos e para o início da investigação de doenças, principalmente as de origem neurológica, visto ser esta técnica excelente para a visibilização do encéfalo.

    Abstract in English:

    Magnetic resonance imaging (MRI) is the most sensitive method of diagnostic imaging to evaluate soft tissues, specially the brain, however it is expensive. The method is based on the nuclear magnetic resonance phenomenon that occurs when atomic nucleus with magnetic proprieties in the body are submitted to a strong magnetic field, and excited with radio frequency generating a radio frequency signal captured by a receptive antenna. The signal is processed by Fourier Transform for the image formation. This study had the objective to obtain 10 complete exams of heads in cadavers of normal dogs to MRI and to make an Atlas of head structures. The images were obtained with a magnetic resonance unit Gyroscan S15/HP Philips using a magnetic field of 1,5Tesla. The cadavers were positioned with the head into a human head coil and submitted to sagittal slices used to plan transverse and dorsal slices in T1, T2 and DP spin-echo sequences. In T1 we adjusted TR=400ms and TE=30ms, in T2 TR=2000ms and TE=80ms and in DP TR=2000ms and TE=30ms. The slice thickness was 4mm, the number of averages 2, the matrix 256x256, the factor 1,0 and the field of view 14cm. The duration of the complete exam of the head was 74,5minutes. The images obtained with the described sequences and with the human head coil was of good quality. In T1 fat was hyperintense and fluid was hypointense. In T2 fat was less hyperintense and fluid was hyperintense. The cortical bone and the air were hypointense in all sequences used because of the low proton density. The DP sequence showed the best contrast between white and gray matter when compared with T2 and T1 sequences. Distinction of cerebral sulcus and gyrus was possible because T2 showed the cerebrospinal fluid. The identification of bone structures that compound the region, muscles, main venous and arterial vessels and structures of the central nervous system, besides elements of the digestory and respiratory systems and structures of the eyes among others was possible through contrast obtained with MRI. In this study the MRI acquired in T1, DP and T2 were complementary for the anatomic study of the head and been able to demonstrate the structures of the canine head with rich anatomic details. The time used to do the complete exam of the head is compatible with the use in live animals since properly anesthetized and controlled. We had opened a way for the study of live animals and for the beginning of disease investigation, mainly that of neurologic origin because this technique is excellent for brain visualization.
  • AT1-receptor mediated vascular damage in myocardium, kidneys and liver in rats Animal Morphophysiology

    Vailati, Maria do Carmo Fernandez; Rocha, Noeme Souza; Matsubara, Luiz Shiguero; Padovani, Carlos Roberto; Schwartz, Denise Saretta; Matsubara, Beatriz Bojikian

    Abstract in Portuguese:

    O aspecto sistêmico da lesão vascular induzida pela angiotensina II (ANG II) tem sido pouco explorada na literatura. Considerando a presença de ANG II e de seu receptor AT1 em diversos órgãos, todos os tecidos poderiam ser potencialmente afetados por esses efeitos. Os objetivos deste estudo foram: avaliar as alterações histológicas iniciais no coração, fígado e rins, produzidas pela infusão de ANG II, e avaliar o efeito protetor do losartan. Ratos Wistar foram divididos em três grupos: controle (sem tratamento), tratados com ANG II, e tratados com ANG II + losartan. A ANG II foi infundida continuamente por 72 horas por meio de mini-bombas osmóticas. Foram realizados cortes histológicos de miocárdio, rim e fígado para coloração e observação para a presença de necrose. Observou-se a presença de inflamação perivascular e necrose de parede arteriolar em miocárdio, rins e fígado, que foram parcialmente prevenidas pelo losartan. Não houve correlação significante entre as lesões observadas no coração e nos rins. A severidade da lesão tissular foi menor quando comparada às lesões vasculares, sem diferença estatística entre os grupos. A ANG II causa injúria vascular no coração, rins e fígado, sugerindo um efeito vasculotóxico sistêmico; os mecanismos de lesão/proteção variam dependendo do órgão afetado; as lesões perivasculares podem ocorrer mesmo quando doses antihipertensivas de losartan forem utilizadas.

    Abstract in English:

    The systemic aspect of vascular damage induced by angiotensin II (ANG II) has been poorly explored in the literature. Considering the presence of ANG II and its specific receptor AT1, in several organs, all tissues might be potentially affected by its effects. The aims of this study were: To evaluate the early histological changes in the heart, liver and kidneys, produced by ANG II infusion, to evaluate the protective effect of losartan. Wistar rats were distributed into three groups: control (no treatment), treated with ANG II, and treated with ANG II + losartan. ANG II was continuously infused over 72 hours by subcutaneous osmotic pumps. Histological sections of the myocardium, kidneys and liver were stained and observed for the presence of necrosis. There were ANG II-induced perivascular inflammation and necrosis of the arteriolar wall in the myocardium, kidney, and liver by, which were partially prevented by losartan. There was no significant correlation between heart and kidney damage. Tissue lesion severity was lower than that of vascular lesions, without statistical difference between groups. ANG II causes vascular injury in the heart, kidneys and liver, indicating a systemic vasculotoxic effect; the mechanisms of damage/protection vary depending on the target organ; perivascular lesions may occur even when anti-hypertensive doses of losartan are used.
Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA Pesquisa Veterinária Brasileira, Caixa Postal 74.591, 23890-000 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel./Fax: (55 21) 2682-1081 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: pvb@pvb.com.br