Pesquisa Veterinária Brasileira, Volume: 39, Issue: 5, Published: 2019
  • Nervous form of listeriosis in buffaloes Livestock Diseases

    Prado, Robert Gustavo S.; Domiciano, Tarcísio Anderson O.; Paredes, Laura Jamille A.; Bezerra, Pedro S.; Pereira, Washington Luiz A.; Cerqueira, Valíria D.; Driemeier, David; Riet-Correa, Gabriela

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: A listeriose é uma doença que afeta várias espécies animais, incluindo o homem, e possui três formas diferentes de apresentação: nervosa, abortiva ou septicêmica. A forma nervosa é causada principalmente pela bactéria Listeria monocytogenes. No Brasil a doença já foi descrita em bovinos, ovinos e caprinos, mas não foram encontrados relatos desta doença em búfalos no Brasil e no mundo. O objetivo deste trabalho foi descrever um surto de listeriose nervosa em búfalos no estado do Pará, Brasil. O surto ocorreu de maio a julho de 2016, em uma propriedade localizada no município de Bujaru, na Amazônia Oriental. Três bubalinos de um total de 47 animais (Casos 1, 2 e 3), menores de 40 dias, apresentaram um quadro clínico neurológico caracterizado por dificuldade de locomoção, paralisia dos quatro membros, diminuição da sensibilidade cutânea, decúbito lateral e morte. A morbidade foi de 6,38% e a letalidade de 100%. Na necropsia não foram encontradas lesões macroscópicas significativas. Amostras do sistema nervoso central foram coletadas e fixadas em formalina tamponada a 10% e processadas rotineiramente para análise histopatológica. As principais alterações microscópicas observadas foram microabscessos unilaterais no tronco encefálico, compostos predominantemente por células mononucleares, com menor número de polimorfonucleares, e manguitos perivasculares compostos predominantemente por células mononucleares e poucos neutrófilos. Amostras dos Casos 1 e 2 revelaram bactérias Gram positivas nas áreas de necrose na técnica de Gram. Amostras do Caso 1 resultaram positivas na imuno-histoquímica para L. monocytogenes. O diagnóstico da forma nervosa da listeriose foi baseado nos dados epidemiológicos, no quadro clínico patológico e na imunomarcação para Listeria monocytogenes. Os resultados demostram que a listeriose deve ser considerada no diagnóstico diferencial em bubalinos com sinais nervosos.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Listeriosis is a disease that affects several animal species, including humans, and has three different forms of presentation: encephalic, reproductive, or septicemic. The nervous form is caused mainly by the bacterium Listeria monocytogenes. In Brazil, this disease has already been described in sheep, goats, and cattle. There are no reports of the disease in buffaloes in Brazil and worldwide. The objective of this study was to describe an outbreak of listeric meningoencephalitis in buffaloes in the state of Pará, Brazil. The outbreak occurred in a property located in the municipality of Bujaru, in the eastern Amazon, from May to July 2016. In a herd of 47 buffaloes, three animals (Cases 1, 2 and 3), aged <40 days, presented a neurological condition with locomotion difficulty characterized by paralysis of the four limbs, hypoesthesia, lateral recumbency, and death. Morbidity was 6.38% and lethality was 100%. At necropsy, no significant macroscopic lesions were found. Samples of the central nervous system were collected, fixed in 10% buffered formalin, and routinely processed for histopathological analysis. The main microscopic changes observed were unilateral microabscesses in the brainstem composed predominantly of mononuclear cells, with fewer polymorphonuclear cells, and perivascular cuffs composed mostly of mononuclear cells and few neutrophils. Samples of Cases 1 and 2 revealed Gram-positive bacteria in the areas of necrosis by the Gram’s stain technique. Samples of Case 1 were positive in immunohistochemistry for L. monocytogenes. Diagnosis of the nervous form of listeriosis was based on epidemiological data, clinical profile, and immunostaining for Listeria monocytogenes. Results showed that listeriosis should be considered in the differential diagnosis in buffaloes with nervous signs.
  • Osseous malformation in calves and its relationship with ingestion of apple pomace in pregnant cows Livestock Diseases

    Wicpolt, Nathalia S.; Gava, Aldo

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Descrevem-se 3 surtos de malformações ósseas em bezerros, nascidos de vacas prenhes alimentadas com bagaço de maçã. Estudos foram realizados a partir de levantamento de históricos em propriedades onde bagaço de maçã foi utilizado na alimentação de bovinos. Os surtos ocorreram nos municípios de Lages em Santa Catarina, de 2007 a 2012, e Ipê em Rio Grande do Sul, de 2011 a 2012. Dentre 20 e 69,2% dos bezerros apresentavam deformidade de membros, caracterizada principalmente por membros anteriores curvos e curtos. Na necropsia as alterações observadas restringiam-se ao encurvamento e engrossamento dos membros e do crânio. Microscopicamente nas articulações úmero-radio-ulnar, foi observado zona hipertrófica desorganizada, irregular e sem alinhamento, além de ausência da zona de crescimento e trabéculas ósseas finas e placa epifisária fechada.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Three outbreaks of osseous malformation in claves born of cows fed apple pomace throughout pregnancy are described. This study was carried out from historical surveys on properties where apple pomace was used in cattle feeding. The outbreaks occurred in the municipalities of Lages, Santa Catarina state, from 2007 to 2012, and Ipê, Rio Grande do Sul state, from 2011 to 2012. These calves presented bone deformity characterized mainly by arthrogryposis and chondrodysplasia of the anterior limbs. At necropsy, the observed changes were restricted to bending and thickening of the anterior limbs and skull. Microscopically, a disorganized, irregular, misaligned hypertrophic zone was observed in the humeral-radio-ulnar joints, in addition to absence of growth zone, thin bone trabeculae, and closed epiphyseal growth plate.
  • Staphylococcus aureus and Streptococcus agalactiae: prevalence, resistance to antimicrobials, and their relationship with the milk quality of dairy cattle herds in Minas Gerais state, Brazil Livestock Diseases

    Mesquita, Alan A.; Rocha, Christiane M.B.M.; Bruhn, Fabio R.P.; Custódio, Dircéia A.C.; Braz, Mirian S.; Pinto, Sandra M.; Silva, Délcio B.; Costa, Geraldo M.

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: A mastite bovina é a doença de maior frequência em rebanhos leiteiros em nível mundial, acarretando grandes prejuízos econômicos aos produtores e à indústria. Além disso, esta enfermidade tem implicações na saúde pública, devido ao potencial zoonótico de alguns agentes envolvidos em sua etiologia e por aumentar os riscos de resíduos de antimicrobianos no leite e derivados. Considerando o aspecto multifatorial da mastite bovina, o conhecimento dos agentes envolvidos em sua etiologia e os perfis de suscetibilidade aos antibióticos é de suma importância. O estudo envolveu 306 fazendas de leite da região de Campo das Vertentes, localizada no sul de Minas Gerais, cujos proprietários eram fornecedores de leite para um laticínio da região, totalizando aproximadamente 34.000 animais e abrangendo uma área aproximada 12.564 km2. Nestes rebanhos, avaliaram-se a prevalência de Staphylococcus aureus e Streptococcus agalactiae e a relação destes agentes com os índices de contagem de células somáticas do leite do tanque de expansão (CCSt), contagem bacteriana total (CBT) e produção diária. Analisou-se também a resistência destes patógenos aos antimicrobianos mais comumente utilizados no tratamento da mastite em rebanhos leiteiros. Análises microbiológicas de amostras de leite dos tanques de expansão foram realizadas para se determinar as prevalências dos patógenos S. aureus e S. agalactiae. Para a detecção de S. aureus, utilizou-se o meio seletivo Ágar Baird-Parker modificado e para a detecção de S. agalactiae, o meio seletivo Ágar Edwards modificado, enriquecido com 5% de sangue ovino desfibrinado. Foi utilizada a técnica de difusão em discos para a avaliação de resistência aos antimicrobianos. Os resultados apontaram altas prevalências de S. aureus (70,3%) e de S. agalactiae (67,0%), com 47,71% dos rebanhos examinados apresentando ambos os agentes. Verificaram-se associações entre a CCSt e a presença dos patógenos S. aureus e S. agalactiae, e também entre a CBT e a presença de S. agalactiae, demonstrando a interferência negativa destes patógenos nestes quesitos de qualidade. Não se observaram variações nas distribuições dos patógenos S. aureus e nem S. agalactiae em função da produção diária das propriedades estudadas. Níveis elevados de resistência e de multirresistência foram observados para ambos os agentes. Os resultados apontam a necessidade de medidas mais efetivas de controle para S. aureus e S. agalactiae nos rebanhos da região estudada e do uso mais criterioso dos antimicrobianos, visando minimizar o problema da resistência aos mesmos.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Bovine mastitis is the most frequent disease worldwide in dairy herds, causing high economic losses to producers and industry, as well as having implications for public health due to the zoonotic potential of some agents involved in its etiology and the increased risk of antimicrobial residues in milk and its derivatives. Considering the multifactorial aspect of this disease, knowledge of the agents involved in its etiology and their antimicrobial susceptibility profiles is very important. This study was conducted with 306 dairy herds from the Campo das Vertentes region, located in the south of Minas Gerais state, whose owners were milk suppliers to a dairy in the same region. The study involved approximately 34,000 dairy cows and covered an area of approximately 12,564 km2. In these herds, prevalence rates of Staphylococcus aureus and Streptococcus agalactiae and their relationship with bulk milk somatic cell counts (BMSCC), total bacterial counts (TBC), and daily production were evaluated. In addition, analyses of resistance of these pathogens to the antimicrobials most commonly used in the treatment of mastitis in dairy herds were performed. Microbiological analyses of milk samples from collect from bulk milk tanks were performed aiming to evaluate the prevalence of S. aureus and S. agalactiae. For these proposes, the modified Baird-Parker Agar medium was used for detection of S. aureus and the modified Edwards Agar medium, enriched with 5% defibrinated sheep blood, was used for detection of S. agalactiae. The disc diffusion technique was applied to evaluate antimicrobial resistance. Results show high prevalence rates of S. aureus (70.3%) and S. agalactiae (67.0%) in the dairy farms studied, with 47.71% of the herds showing both pathogens. Associations between BMSCC and the presence of pathogens S. aureus and S. agalactiae and between TBC and the presence of S. agalactiae were observed, demonstrating the influence of these pathogens in milk quality. No variation was observed in the distribution of S. aureus and S. agalactiae in the different strata of daily production. High levels of resistance and multi-resistance were observed among the pathogens S. aureus and S. agalactiae. The results indicate the need for more effective control measures for mastitis caused by S. aureus and S. agalactiae in the dairy herds of the region studied and more judicious use of antimicrobials in order to reduce the problem of resistance to them.
  • Clinical biochemistry profile of American Quarter Horse broodmares fed Tifton-85 (Cynodon spp.) hay and haylage Livestock Diseases

    Guimarães, Taciano C.; Rezende, Adalgiza S.C.; Costa, Maria L.L.; Ferreira, Marina G.; Miranda, Ana. L.S.; Botelho, Ana F.M.; Soto-Blanco, Benito; Melo, Marília M.

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: A conservação do haylage (alimento pré-seco) pode ser desafiadora, considerando o aumento do risco de crescimento de fungos, com consequente produção de micotoxinas. Entretanto, quando a qualidade da higiene e armazenamento é assegurada, o haylage aumenta a palatabilidade da forragem e fornece suplemento de matéria seca suficiente ao longo do ano. Devido à falta de informação relativa aos efeitos dessa alimentação nos parâmetros sanguíneos de equinos alimentados exclusivamente com essa dieta, o objetivo do presente estudo é avaliar o perfil bioquímico sanguíneo dos equinos após administração da haylage em comparação com feno. Doze matrizes Quarto de Milha foram distribuídas em dois grupos, cada um recebendo feno ou haylage de Tifton 85 (Cynodon spp.) por um período de 28 dias. O perfil bioquímico foi realizado em cinco tempos (T) diferentes (T0, antes do início do experimento e cronologicamente, a cada sete dias após o fornecimento das dietas - T1, T2, T3 e T4) para análise de proteína total (PT) e seu perfil fracionado, das enzimas alanina aminotransferase, aspartato aminotransferase, γ-glutamil-transferase, dos produtos de catabolismo creatinina e ureia e, dos íons cálcio e fósforo. Micotoxinas no haylage foram investigadas e mantiveram-se abaixo dos limites determinados pela legislação brasileira. O perfil bioquímico revelou, somente, elevação da PT em T4 no grupo que recebeu haylage, o que pode estar relacionado à sua maior digestibilidade proteica. Nenhuma diferença foi observada nos outros parâmetros estudados em ambos os grupos experimentais. Conclui-se que Haylage é comprovadamente seguro, quando bem preparado para equinos, sem causar efeitos na saúde geral, conforme demonstrado pelos exames bioquímicos no presente estudo.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: The conservation of haylage (a pre-dried feed) can be challenging, since there is an increased risk of mould growth, which can contaminate this foodstuff with mycotoxins. However, when the hygienic quality is secured, haylage enhances grass palatability and provide enough supply of dry matter throughout the year. Due to the lack of information regarding its effect on blood parameters in horses fed exclusively with this foodstuff, the aim of this study is to provide information regarding its use in comparison to hay and ensure that it does not affect horses’ biochemical profile. Twelve Quarter Horse broodmares were distributed into two groups, each fed with Tifton-85 (Cynodon spp.) hay or haylage for a period of 28 days, and the biochemical profile was done in five different times (T0 before the experiment started and, chronologically, seven days apart - T1, T2, T3 and T4), It was analyzed total protein (TP) and its fractioning; enzymes alanine aminotransferase, aspartate aminotransferase and γ-glutamyl-transferase; endogenous catabolism products urea and creatinine; and ions calcium and phosphorus. Mycotoxins in haylage were also investigated and remained below the legislation thresholds. Only TP was higher in the last sampling (T4) of the haylage group, which may be related to the foodstuff’s higher protein digestibility. No differences were observed between serum enzymes, urea, creatinine and Ca/P from both experimental groups. Haylage has proven to be safe, when well prepared for horses, without causing impairing side effects, as shown by the normal serum biochemistry parameters presented in this study.
  • Effect of eCG on the follicular dynamics and vascularization of crossbred cows with different circulating progesterone concentrations during synchronization of ovulation in an FTAI protocol Livestock Diseases

    Ferraz, Priscila A.; Silva, Mariana A.A.; Carôso, Bia S.S.; Araujo, Endrigo A.B.; Bittencourt, Thereza C.B.S.C.; Chalhoub, Marcos; Bittencourt, Rodrigo F.; Ribeiro Filho, Antonio L.

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivou-se neste estudo avaliar o efeito do tratamento com gonadotrofina coriônica equina (eCG) sobre a dinâmica e função folicular em fêmeas mestiças com diferentes concentrações circulantes de P4 durante a sincronização da ovulação em um protocolo de IATF. Para tanto, foram utilizadas 30 fêmeas mestiças e submetidas a um protocolo de pré-sincronização para garantir que todos os animais apresentassem corpo lúteo (CL) no início do protocolo, sendo avaliadas por ultrassonografia (US) transretal para a verificação da presença ou não de CL. Em seguida foram submetidas a um protocolo de sincronização da ovulação e avaliação da dinâmica e vascularização folicular por ultrassonografia (US) em modo B e Doppler colorido. Altas concentrações de P4 no momento da sincronização da ovulação impactaram negativamente no diâmetro do folículo no D10, o diâmetro do folículo pré-ovulatório e na área de vascularização da parede do folículo pré-ovulatório (P<0,05). As vacas com alta concentração de P4 no momento da sincronização da ovulação e que foram tratadas com eCG apresentaram diâmetro do folículo no D10 e no diâmetro e a área de vascularização da parede do folículo pré-ovulatório (P>0,05), semelhantes às vacas que com baixa concentração de P4 no momento da sincronização da ovulação. Conclui-se que elevadas concentrações de P4 no momento da sincronização da ovulação impactam negativamente no diâmetro e vascularização folicular e que o eCG pode ser utilizado como uma estratégia para favorecer uma melhor resposta folicular e luteal em fêmeas mestiças com altas concentrações de P4 submetidas a um protocolo de IATF.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: This study aimed to evaluate the effect of treatment with equine chorionic gonadotrophin (eCG) on the follicular dynamics and function of crossbred cows with different circulating progesterone (P4) concentrations during synchronization of ovulation in a fixed-time artificial insemination (FTAI) protocol. To this end, 30 crossbred cows were submitted to a pre-synchronization protocol to ensure that all of them presented corpus luteum (CL) at the beginning of the protocol, and were evaluated by transrectal ultrasonography (TRUS) to verify the presence of CL. After that, the animals underwent an ovulation synchronization protocol and evaluation of follicular dynamics and vascularization by B-mode and power-Doppler ultrasound (US). High plasma P4 concentrations at the time of ovulation synchronization negatively influenced follicle diameter on day 10 (D10), preovulatory follicle diameter, and preovulatory follicle wall vascularization area (p<0.05). Cows with high P4 concentration at the time of ovulation synchronization that were treated with eCG showed follicle diameter on D10 and preovulatory follicle diameter and wall vascularization area (p>0.05) similar to those of animals with low P4 concentration at the time of ovulation synchronization. Therefore, high P4 concentrations at the time of ovulation synchronization negatively influence follicular diameter and vascularization, and eCG can be used as a strategy to favor better follicular and luteal response in crossbred cows with high P4 concentrations submitted to an FTAI protocol.
  • Use of the ACP® and BTS extenders for cooling at 15°C white-lipped peccary (Tayassu pecari) semen Wildlife Medicine

    Barros, Celso H.S.C.; Machado, William M.; Vieira, Renan L.A.; Allaman, Ivan B.; Nogueira-Filho, Sérgio L.G.; Bittencourt, Rodrigo F.; Snoeck, Paola P.N.

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Para auxiliar na conservação da espécie e permitir o uso racional do queixada em cativeiro é de grande importância o conhecimento sobre a reprodução da espécie. Objetivou-se avaliar o efeito dos diluidores de sêmen ACP-103®, ACP-116® e BTS na viabilidade espermática durante a refrigeração do sêmen do Tayassu pecari. Foram refrigerados cinco ejaculados provenientes de quatro machos adultos. Os animais foram contidos com auxílio de puçá e submetidos ao protocolo de sedação e anestesia para realização da coleta de sêmen pelo método da eletroejaculação. Depois da coleta, o sêmen foi avaliado macro e microscopicamente e diluído para atingir 35x106 espermatozoides/mL em cada um dos três diferentes diluidores testados. O sêmen diluído foi acondicionado em caixa térmica BotuFLEX® para manter as amostras a 15°C por um período de 24 horas. Depois da refrigeração, os espermatozoides foram avaliados quanto aos parâmetros de movimento espermático, integridade funcional e estrutural das membranas espermáticas, atividade mitocondrial, condensação da cromatina e teste de termorresistência. Os diluidores testados preservaram as características cinéticas, a integridade estrutural e funcional das membranas espermáticas, a atividade mitocondrial e a condensação da cromatina semelhante ao sêmen in natura (P>0,05). O único parâmetro que reduziu com o processo de refrigeração independente do diluidor utilizado foi a Velocidade Curvilinear (VCL) (P<0,05). Foi observado aumento do percentual de espermatozoides morfologicamente normais nas amostras refrigeradas em BTS (P<0,05). Os diluidores ACP-103®, ACP-116® e BTS podem refrigerar e conservar o sêmen de queixada a 15°C por 24 horas.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Knowledge about reproduction of white-lipped peccary is of great importance to assist with the conservation of this species and enable its rational use in captivity. This study aimed to evaluate the effect of ACP-103®, ACP-116® and BTS semen extenders on sperm viability during cooling of Tayassu pecari semen. Five ejaculates from four adult males were chilled. The animals were submitted to the protocols of sedation and anesthesia for semen collection by the electroejaculation method. After collection, the semen was macro- and microscopically assessed and diluted to reach 35x106 spermatozoa/mL in each of the three different extenders tested. The fresh-extended semen was packed in a BotuFLEX® thermal box to keep samples at 15°C for 24 hours. After cooling, the following semen parameters were analyzed: sperm motility, functional and structural integrity of sperm membranes, mitochondrial activity, chromatin condensation, and the thermoresistance test was performed. The parameters sperm motility, structural and functional integrity of sperm membranes, mitochondrial activity, and chromatin condensation were preserved after use of the extenders tested, and were similar to those of in natura semen (p>0.05). Curvilinear velocity (VCL) (p<0.05) was the only parameter with reduced values after cooling regardless of the extender used. The percentage of sperm with normal morphology was greater in samples cooled using the BTS extender (p<0.05). The ACP-103®, ACP-116® and BTS extenders can be used for the cooling and preservation of white-lipped peccary semen at 15°C for 24 hours.
  • Serum proteinogram and biochemistry of Holstein cows in the peripartum period Animal Morphophysiology

    Rocha, Thaís G.; Bortoletto, Camila; Silva, Daniela G.; Simplício, Kalina M.M.G.; Zafalon, Luiz F.; Fagliari, José J.

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Diante da escassez de relatos encontrados na literatura nacional quanto à potencial influência do número de parições sobre o proteinograma sérico e perfil bioquímico no período periparto de vacas leiteiras de alta produção, o objetivo do presente estudo foi avaliar comparativamente a dinâmica de constituintes séricos em amostras de sangue obtidas de vacas da raça Holandesa primíparas e pluríparas, 60 e 30 dias pré-parto e no dia do parto. Os resultados foram avaliados por análise de variância (ANOVA) com medidas repetidas no tempo e as diferenças entre grupos e entre momentos foram analisadas pelo teste de Tukey, sendo os resultados considerados significativos quando P<0,05. O número de parições influenciou os teores de proteína total, albumina, globulinas, magnésio e colesterol, que foram maiores em vacas pluríparas, bem como as concentrações de ceruloplasmina, cálcio total, cloreto e atividade de fosfatase alcalina, que foram maiores em vacas primíparas. O número de parições influenciou as concentrações séricas de ceruloplasmina (+58%), transferrina (-25%), haptoglobina (+33%), proteína total (-17%), globulinas (-25%), imunoglobulina A (-43%), imunoglobulina G (-24%), cálcio total (-12%), fósforo (-10%), cloretos (+5%), sódio (+4%), colesterol (-23%), triglicérides (-38.6%), bem como as atividades de aspartato aminotransferase (+14%) e fosfatase alcalina (+28%). A diminuição do teor sérico de cálcio total, fósforo, colesterol e triglicérides foi mais acentuada em vacas pluríparas do que em vacas primíparas. Esses resultados mostram que a interpretação do proteinograma e dos constituintes séricos deve levar em consideração o número de lactações e a ocorrência do parto como fatores relevantes em vacas leiteiras de alta produção no período de transição.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: In face of the few reports found in national literature analyzing the potential influence of parturition number in serum proteinogram and biochemical profile in the peripartum period of high yielding dairy cows, the aim of the present study was to comparatively evaluate the dynamics of these serum constituents’ concentrations in blood samples obtained from primiparous and multiparous Holstein cows, 60 and 30 days prepartum and in the day of parturition. Data were analyzed by repeated measures variance analysis (ANOVA) and differences between groups and moments were analyzed by Tukey’s test. Results were considered significant when P<0.05. Parity influenced levels of total protein, albumin, globulins, magnesium, cholesterol, which were higher in multiparous cows, as well as concentrations of ceruloplasmin, total calcium, chloride and alkaline phosphatase activity, which were higher in primiparous cows. Parturition influenced serum concentrations of ceruloplasmin (+58%), transferrin (-25%), haptoglobin (+33%), total protein (-17%), globulins (-25%), immunoglobulin A (-43%), immunoglobulin G (-24%), total calcium (-12%), inorganic phosphorus (-10%), chloride (+5%), sodium (+4%), cholesterol (-23%), triglycerides (-38.6%), as well as activities of aspartate aminotransferase (+14%) and alkaline phosphatase (+28%). A decrease in serum levels of total calcium, inorganic phosphorus, cholesterol and triglycerides was more pronounced in multiparous than in primiparous cows. These results demonstrate that the interpretation of proteinogram and serum constituents should take into consideration lactation number and the moment of parturition as relevant factors in high yielding dairy cows in the transition period.
  • Pelvimetry of multiparous Nellore cows in the cycling and early puerperal stages Animal Morphophysiology

    Silva, Regina Lucia S.; Oliveira, Wagner D.C.; Biagiotti, Daniel; Ferreira, Guilherme José B.C.

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: A pelve é considerada um complexo osteoligamentoso, classificada como dolicopélvica em ruminantes. Prejuízos ligados à incompatibilidade canal pélvico/tamanho fetal relacionam-se diretamente à anatomia e disposição pélvica. A característica de área pélvica apresenta herdabilidade variando de moderada a alta, indicando sua importância na seleção animal. A pelvimetria inclui formas direta e indireta. Neste estudo utilizaram-se vinte e seis vacas multíparas, da raça Nelore, agrupadas de acordo com o estágio reprodutivo, cíclico e em início de estágio puerperal (até 30 dias pós-parto). Através deste, objetivou-se evidenciar a relação das medidas pélvicas internas e externas nos diferentes períodos reprodutivos e coletar obter dados referentes a utilização da área interna do hexágono no estudo pelvimétrico dessa espécie em estágio cíclico ou puerperal. Para tanto, realizou-se, a pelvimetria direta e indireta. Os resultados obtidos, pela análise descritiva, foram maiores para animais em início de estágio puerperal. Por meio da correlação de Pearson podem-se observar fortes correlações entre mensurações pélvicas internas e externas, também entre os grupos propostos, e forte correlação entre elipse pélvica e área interna do hexágono. Pelo teste Tukey diferenças significativas tanto em medidas internas e externas puderam ser demonstradas. Conclui-se que as condições anatômicas da pelve variam de acordo com o estágio reprodutivo do animal, que aferição da área pélvica utilizando a formula proposta para área do hexágono interno é relevante pois foi possível comprovar a diferenças estatísticas de áreas nas fases cíclica e puerperal.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Pelvis is an osteoligamentous complex, which is classified as dolichopellic in ruminants. Impairments linked to incompatibility of pelvic canal and fetal size is directly related to pelvic anatomy and disposition. Heritability of pelvic area characteristics varies from moderate to high, demonstrating its importance for animal selection. Pelvimetry can be performed through direct and indirect methods that were accessed in this study aiming to establish a correlation between internal and external pelvic dimensions in multiparous Nellore cows (26 animals) at cycling and early puerperal (up to 30 days postpartum) reproductive stages. Pelvic dimensions measured by descriptive analysis were higher at early puerperal stage. Strong Pearson’s correlation was determined between internal and external pelvic dimensions, between reproductive stages, and between pelvic girdle area and internal pelvic area. Significant Tukey’s test differences between animals in internal and external dimensions were also found. According to the results, the pelvic anatomy of Nellore cows varies according to their reproductive stage. We detach that and provide data regarding the use of internal pelvic area for animal selection studies on this breed is determined and should be measured using the proposed formula, since it can confirm statistical differences in the areas of pelvic components between animals in the cycling and early puerperal stages.
  • Ultrasonographic, macroscopic and histological characterization of the proximal insertion of the suspensory ligament in Crioulo horses Animal Morphophysiology

    Bastiani, Grasiela De; Côrte, Flávio D. De La; Brass, Karin Erica; Cantarelli, Camila; Malfestio, Ligia Maria M.; Schwingel, Daniela; Silva, Taiara M.; Kommers, Glaucia Denise

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Embora uma modalidade diagnóstica rotineira, a ultrassonografia ainda possui algumas limitações para o diagnóstico de lesões como as que afetam a inserção proximal do ligamento suspensório (IPLS). Uma dessas limitações é relacionada à composição desse ligamento que inclui fibras musculares e tecido adiposo intercalados entre as fibras ligamentares. O objetivo do presente trabalho foi descrever os aspectos ultrassonográficos (US), macroscópicos e histológicos da IPLS de membros torácicos (MT) e membros pélvicos (MP) de equinos da raça crioulo (CC). Foram selecionados 34 espécimes de MT (direito e esquerdo) e 10 espécimes de MP de equinos com idade média de 5,7 anos, que vieram a óbito por diferentes causas, oriundos de uma clínica privada ou destinados ao Laboratório de Patologia Veterinária da UFSM. Não havia histórico prévio de claudicações nos membros selecionados que pudessem estar relacionadas a lesões da IPLS. Os 34 espécimes da IPLS MT foram divididos pela raça CC (n=25) e Puro Sangue Inglês (PSI) (n=9), o qual serviu como grupo controle e, 11 espécimes da IPLS do MP divididos em raça CC (n=8) e PSI (n=3) também como grupo controle. O exame US foi realizado na IPLS com um aparelho Sonosite Edge, transdutor linear de 5-10 MHz, com imagens transversais e longitudinais palmaromedial e palmarolateral da face proximal do metacarpiano (MC) III, II e IV. No MP a avaliação foi realizada quatro centímetros abaixo da castanha no aspecto plantaromedial do metatarsiano III e II (MTIII / MTII). Foram também observadas à forma lobulada da IPLS e o tamanho em comparação ao membro contralateral, bem como a regularidade da superfície óssea palmar do MC III, II, IV. Posteriormente foi realizada a dissecação dos lobos IPLS, bem como a avaliação macroscópica dos mesmos que antecedeu o processamento das amostras para histologia. Em espécimes CC, a IPLS possui uma ecogenicidade que varia de zonas periféricas dorsais hiperecogênicas que se mesclam a zonas ecogênicas e hipoecogênicas onde ocorre a sua lobulação. Nas amostras do grupo PSI, a IPLS também é lobulada, mas com diferenças no padrão de ecogenicidade como, hipoecogenicidade e ecogenicidade difusas. Macroscopicamente, as amostras CC apresentaram uma grande quantidade de tecido adiposo que corresponde à zona periférica dorsal da IPLS, a qual termina no tecido conjuntivo que delimita os lobos ligamentares. Em uma secção transversal macroscópica da IPLS as fibras musculares em vermelho se mesclam as fibras ligamentares brancas no centro do ligamento. Este achado macroscópico não foi observado na raça PSI, onde as fibras musculares intercalam as fibras ligamentares em toda a extensão do ligamento e pequenas quantidades de gordura estão presentes na periferia dorsal do mesmo. A IPLS no MP possui um formato triangular com características de ecogenicidade muito similares as citadas no MT. Na avaliação US, macroscópica e histológica as amostras da IPLS em MT e MP de equinos na raça CC demonstraram uma maior quantidade de tecido adiposo dorsal periférico bem como, uma maior quantidade de fibras musculares e ligamentares mescladas em comparação às amostras PSI.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Although ultrasound (US) is a routine diagnostic modality, it still presents limitations for the diagnosis of lesions such as those in the proximal insertion of the suspensory ligament (PISL) because of its composition, which includes muscle fibers and adipose tissue interspersed with the ligament fibers. The objective of the present study was to describe the ultrasonographic, macroscopic and histological aspects of the PISL of thoracic limbs (TL) and pelvic limbs (PL) in Crioulo horses (CH). We selected 34 specimens of TL (right and left) and 10 specimens of PL of horses with a mean age of 5.7 years, from a private clinic or sent to the Department of Veterinary Pathology of UFSM, which died from different causes. The animals had no previous history of lameness in selected limbs associated with PISL injuries. The 34 specimens of PISL of TL were divided into CH (n=25) and Thoroughbred horses (TBH) (n=9), which composed the control group, and 11 specimens of PISL of PL were divided into CH (n=8) and TBH (n=3), which also served as control. The US examination was performed in the PISL using a Sonosite Edge device, 5-10 MHz linear transducer, with cross-sectional and longitudinal palmaromedial and palmarolateral images of the proximal surface of metacarpus III, II and IV (MCIII/MCII/MCIV). In PL, the evaluation was performed four centimeters below the chestnut in the plantaromedial aspect of metatarsus III and II (MTIII/MTII). PISL lobulated shape and size were compared with those of the contralateral limb, as well as the regularity of the palmar bone surface of MC III, II and IV. Subsequently, dissection of the PISL lobes was performed, as well as its macroscopic evaluation, which preceded the histological processing of the samples. In specimens of the CH breed, PISL showed echogenicity varying from peripheral dorsal hyperechogenic zones that merge into echogenic and hypoechogenic zones, where lobulation occurs. In the samples from the TBH group, PISL was also lobulated, but with differences in the echogenicity pattern such as diffuse hypoechogenicity and echogenicity. Macroscopically, CH samples presented a large amount of adipose tissue that corresponds to the dorsal peripheral zone of PISL, which ends in the connective tissue that delimits the ligamentous lobes. On a macroscopic cross-section of PISL, muscle fibers in red are mixed with white ligament fibers in the center of the ligament. This macroscopic finding was not observed in TBH samples, in which muscle fibers overlap ligament fibers throughout the ligament extension and a small amount of fat is present in the dorsal periphery of the ligament. PISL of PL had a triangular shape with echogenicity characteristics very similar to those observed in TL. In ultrasonographic, macroscopic and histological evaluation, PISL samples of TL and PL in CH showed a larger amount of peripheral dorsal adipose tissue, as well as a larger number of merged ligament and muscle fibers compared with those in TBH.
  • The effect of 1-methyl-4-phenyl-1,2,3,6-tetrahydropyridine (MPTP) on mice myocardial morphology Animal Morphophysiology

    Sasahara, Tais H.C.; Machado, Marcia R.F.

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Estudos têm demonstrado a desnervação simpática cardíaca no modelo da administração do MPTP em camundongo. A toxicidade do MPTP causa lesão ao nervo simpático e depleção da norepinefrina. As avaliações dos danos na inervação do coração são baseadas em métodos de imagem, eletrofisiológico e bioquímico. Contudo, estes estudos carecem de informações provenientes de análises morfoquantitativas. Assim, objetivou-se aplicar métodos estereológicos para avaliar as alterações morfoquantitativas do miocárdio após o tratamento com a neurotoxina MPTP no camundongo C57/BL. Nossos resultados mostraram que o MPTP causa redução no número de cardiomiócitos no ventrículo esquerdo.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Studies have demonstrated sympathetic cardiac denervation in the MPTP mouse model. MPTP toxicity causes sympathetic nerve damage and depletion of heart norepinephrine. Previous evaluations of impairments in heart innervation have been based on imaging, electrophysiological and biochemical methods. However, these studies lacked information that can be obtained from morphoquantitative analyses. Thus, this study aimed to apply a design-based stereological method for evaluating the morphoquantitative alterations of myocardium following treatment with the neurotoxin MPTP in the C57/BL mouse. Our results showed that MPTP reduced the number of cardiomyocytes in the left ventricle.
Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA Pesquisa Veterinária Brasileira, Caixa Postal 74.591, 23890-000 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel./Fax: (55 21) 2682-1081 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: pvb@pvb.com.br