Movimentos de desterritorialização e reterritorilização na transformação das organizações

Deterritorialization and reterritorialization movements in organizational change

Movimientos de desterritorialización y reterritorilización en la transformación de las organizaciones

O trabalho identifica as formas concretas e simbólicas de apropriação do espaço em uma empresa do setor de telecomunicações: a Telemig/Telemar-Minas. A disputa por espaços se liga ao sentido de territorialidade. Na medida em que os indivíduos defenderiam determinado espaço que lhes interessava, tais disputas envolveriam um amplo leque de dimensões como status e identidade, podendo refletir significações simbólicas que evidenciam relações de poder e dominação. Por meio de elementos da análise do discurso como instrumento metodológico básico para as análises sobre doze anos de atividades da empresa, observaram-se movimentos de desterritorialização e reterritorialização dos atores sociais envolvidos. Esses movimentos, somados às mudanças nas significações culturais, buscariam promover duas estratégias: a primeira, provocar um desenraizamento real e simbólico dos espaços; a segunda, tentar fazer com que a organização, por sua vez, apareça como um novo espaço de trabalho.

Espaços simbólicos; desterritorialização; reterritorialização


Fundação Getulio Vargas/Escola de Administração de Empresas de São Paulo Av. 9 de Julho, 2029 - Bela Vista, 01313-902 - São Paulo - SP - Brasil, Tel.: +55 11 3799-7999, Fax: +55 11 3262-3975 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: rae@fgv.br