O isomorfismo normativo e a análise de organizações de saúde

Normative isomorphism and the analysis of health-care institutions

El isomorfismo normativo y el análisis de organizaciones de salud

O mecanismo normativo de pressão isomórfica, na teoria institucional, tem sua emergência identificada com a influência do profissionalismo em certos tipos de organizações e, em especial, organizações de ensino e de saúde. Discute-se, nesse ensaio teórico, a adequação do mecanismo normativo como tipo ideal para a análise das organizações de saúde. Questiona-se a sua utilidade, dada a dificuldade de separar, neste tipo de organização, aspectos normativos dos regulativos e cognitivos. Para tanto retomam-se as formulações originais de Weber a respeito da legitimidade, bem como as de Freidson sobre o profissionalismo. Identifica-se, nas interpretações realizadas por Parsons da obra de Weber, as origens da ênfase no mecanismo normativo. Argumenta-se que, nas organizações de saúde, o mecanismo normativo não se mostra adequado enquanto categoria de análise, já que operam, centralmente, com base no trabalho médico, cujo processo de profissionalização se concretizou através da auto-regulação e da disseminação de crenças.

Mecanismo isomórfico; profissão; organizações de saúde


Fundação Getulio Vargas/Escola de Administração de Empresas de São Paulo Av. 9 de Julho, 2029 - Bela Vista, 01313-902 - São Paulo - SP - Brasil, Tel.: +55 11 3799-7999, Fax: +55 11 3262-3975 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: rae@fgv.br